Ligue-se a nós

NACIONAL

SINDICATO DOS JORNALISTAS EXIGE AUDITORIAS SALARIAIS NOS MEDIA PARA COMBATER DESIGUALDADES

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) apoia a campanha #PayMeEqual, da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), e exige que as empresas de media realizem auditorias salariais e combatam a desigualdade de género nas redações.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) apoia a campanha #PayMeEqual, da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), e exige que as empresas de media realizem auditorias salariais e combatam a desigualdade de género nas redações.

A Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) lançou uma campanha global hoje, Dia Internacional da Mulher, instando os órgãos de informação a realizarem auditorias salariais e combaterem a desigualdade entre mulheres e homens nas redações.

“O Sindicato dos Jornalistas (SJ) apoia a campanha #PayMeEqual” da FIJ, “que insta os órgãos de informação a realizarem auditorias salariais e combaterem a desigualdade entre mulheres e homens nas redações”.

A FIJ realça que “o jornalismo não é exceção” à “injustiça” da disparidade salarial – que, no mundo, atribui aos homens salários 23% superiores aos das mulheres por trabalho de igual valor, refere o SJ.

A presidente do Conselho de Género da FIJ, María Angeles Samperio, citada no comunicado, defende que são necessárias “auditorias salariais nas redações, para ajudar a eliminar as disparidades salariais de género”.

A FIJ lançou uma pesquisa global, juntamente com o projeto WageIndicator, da fundação com o mesmo nome, “para documentar a disparidade salarial de género” nos meios de comunicação social.

“Esta pesquisa vai ajudar os nossos afiliados a lutarem por igualdade de salários e oportunidades”, acredita o presidente da FIJ, Younes Mjahed.

“Apresentar uma queixa contra o empregador por pagamento injusto e discriminação exige coragem e devemos assegurar que os sindicatos estão totalmente preparados e apetrechados para apoiarem os seus membros nessa tarefa”, sustenta.

“As disparidades salariais entre homens e mulheres não estão associadas ao facto de as mulheres serem menos qualificadas, mas sim ao facto de o seu acesso a empregos bem remunerados ser limitado”, frisa a FIJ.

Acresce que as mulheres estão a ser afetadas “de forma desproporcional” pela atual crise desencadeada pela pandemia de covid-19, sublinha a Federação.

“Muitas tentativas de alcançar salários iguais, seja por meio de legislação ou por negociações, foram congeladas”, denuncia a FIJ, que representa 600 mil profissionais e 187 sindicatos e associações de 140 países.

Recordando a vitória histórica da jornalista Samira Ahmed contra a britânica BBC, que, em janeiro de 2020, foi condenada por pagar à apresentadora seis vezes menos do que ao apresentador masculino de um programa de conteúdo semelhante, a FIJ realça que “os obstáculos à igualdade de remuneração incluem também a falta de responsabilidade parental partilhada”.

Além disso, “poucos acordos coletivos foram adotados com disposições sólidas sobre a redução das desigualdades salariais entre mulheres e homens e o equilíbrio entre trabalho e vida familiar”, acrescenta.

NACIONAL

GNR VAI FISCALIZAR ‘CONCORRÊNCIA DESLEAL’ EM TRANSPORTES PESADOS

A GNR realiza a partir de hoje, em todo o país, uma operação de controlo e fiscalização rodoviária de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, para promover a concorrência leal no setor dos transportes rodoviários.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A GNR realiza a partir de hoje, em todo o país, uma operação de controlo e fiscalização rodoviária de veículos pesados de passageiros e de mercadorias, para promover a concorrência leal no setor dos transportes rodoviários.

A operação, que vai decorrer até domingo, realiza-se no âmbito do Euro Contrôle Route (ECR), um grupo de organismos europeus de fiscalização dos transportes rodoviários que cooperam para melhorar a segurança rodoviária, a sustentabilidade, a concorrência leal e as condições de trabalho no transporte rodoviário, refere a GNR, em comunicado.

A Guarda Nacional Republicana indica que, enquanto parceira do ECR, vai desenvolver ações de fiscalização que contribuam para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores profissionais.

Segundo a GNR, as ações de fiscalização vão incidir sobre as alteração de características e transformação, tempos de condução diária e semanal, pausas e períodos de descanso diários e semanais e velocidades instantâneas registadas pelo aparelho de controlo durante as últimas 24 horas, bem como funcionamento do aparelho de controlo (tacógrafo).

LER MAIS

NACIONAL

DIA MUNDIAL DO AMBIENTE: PORTUGAL DIMINUIU EMISSÕES MAS FALHOU NOS RESÍDUOS

Portugal é dos países da União Europeia (UE) que mais diminuiu as emissões de gases com efeito de estufa mas foi incapaz de lidar com os resíduos, estando neste caso muito abaixo da média europeia.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Portugal é dos países da União Europeia (UE) que mais diminuiu as emissões de gases com efeito de estufa mas foi incapaz de lidar com os resíduos, estando neste caso muito abaixo da média europeia.

Os números fazem parte de um retrato estatístico da situação ambiental em Portugal, divulgado no Dia Mundial do Ambiente pela base de dados da Fundação Francisco Manuel dos Santos, a Pordata, em colaboração com a Agência Portuguesa do Ambiente.

Se os dados mostram que desde 2005 Portugal reduziu 35% das emissões de gases com efeito de estufa (média da UE é 24%), mostram também uma grande dependência ainda da energia fóssil, e mostram que o país tem vindo a ter temperaturas cada vez mais altas, e que produz cada vez mais resíduos.

O Dia Mundial do Ambiente celebra-se anualmente a 05 de junho desde 1974. Este ano, tendo como países anfitriões a Costa do Marfim e os Países Baixos, debate soluções para a poluição plástica.

Nos últimos 50 anos tem sido um pretexto para sensibilizar a população mundial para as questões ambientais.

Para assinalar a data, os desafios a emergência climática serão debatidos num debate na Central Tejo, em Lisboa, numa iniciativa das entidades gestoras de resíduos, Novo Verde e ERP Portugal, em parceria com a Fundação EDP.

O dia é também assinalado com outras iniciativas, quer em Lisboa quer em cidades como Guimarães ou Coimbra, Braga, Guarda ou Funchal, sobretudo com conferências.

A propósito da efeméride a empresa Prosegur apresenta uma lista do que considera os principais crimes ambientais, na qual inclui a pesca irregular, não declarada e não regulamentada, a posse e o comércio ilegal de espécies, a caça ilegal ou furtiva, a exploração ilegal e o tráfico de madeira, a extração ilegal de recursos minerais e a gestão ilegal de resíduos.

LER MAIS

JORNAL ONLINE


RÁDIO ONLINE


HELPO


LINHA CANCRO


DESPORTO DIRETO


RÁDIO REGIONAL: SD | HD





RÁDIO REGIONAL VILA REAL




RÁDIO REGIONAL CHAVES




RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA




RÁDIO REGIONAL MIRANDELA



MUSICBOX


WEBRADIO 100% PORTUGAL




WEBRADIO 100% POP-ROCK




WEBRADIO 100% OLDIES




WEBRADIO 100% LOVE SONGS




WEBRADIO 100% DANCE




WEBRADIO 100% BRASIL




WEBRADIO 100% INSPIRATION


PAGAMENTO PONTUAL


KEYWORDS

MAIS LIDAS