RÁDIO REGIONAL
NACIONAL

TÉCNICOS DE DIAGNÓSTICO MARCAM NOVA GREVE NACIONAL

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica vão fazer greve para protestar contra o diploma aprovado na semana passada que colocou 90% dos trabalhadores na base da carreira, “apagando anos de serviço”, revelou o sindicato.

Em causa está o decreto-lei aprovado em Conselho de Ministros no passado dia 24 de janeiro que veio estabelecer o regime remuneratório aplicável à carreira especial de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica, bem como as regras de transição dos trabalhadores para esta carreira.

“Com este diploma, 90% dos trabalhadores vão para a base da carreira, ou seja, uma pessoa que comece a trabalhar no dia 1 de janeiro fica na mesma posição salarial que alguém que trabalha há 20 anos”, explicou à Lusa o vice-presidente do Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica (STDT), Fernando Zorro.

Num universo entre oito a nove mil profissionais, “apenas 257 ficam numa posição intermédia e ninguém fica numa posição de topo”, acrescentou Fernando Zorro, lamentando que o diploma tenha sido “aprovado unilateralmente pelo Governo sem negociar com os sindicatos”.

“Todo o passado profissional é apagado. Há profissionais com 15 e 20 anos de serviço que vão receber 1.201 euros, o mesmo que um profissional que entrou no dia 1 de janeiro”, criticou, adiantando que os profissionais vão avançar com greves até ver a situação alterada.

Depois dos plenários realizados na semana passada no Porto e em Coimbra, os profissionais voltam a reunir-se hoje à tarde em Lisboa para discutir formas de luta.

À Lusa, Fernando Zorro confirma que a realização de greves já está garantida, mas poderão haver outras ações, tais como “manifestações, abaixo-assinados e ações de sensibilização junto dos partidos políticos para a inconstitucionalidade do diploma”.

Os Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica consideram que o decreto-lei “viola os princípios constitucionais” e esperam uma “intervenção urgente do Presidente da República” (PR).

Uma vez que o diploma aprovado em Conselho de Ministros tem de ser promulgado pelo PR para surtir efeito, os técnicos esperam que Marcelo Rebelo de Sousa “vete o diploma ou então aconselhe o Governo a voltar às negociações com os sindicatos”, explicou Fernando Zorro.

Para o sindicato, o diploma “viola direitos e princípios constitucionais, que apesar de já terem sido fundamentados e apresentados à ministra da Saúde não foram tidos em consideração”.

As estruturas sindicais pretendem apresentar a Marcelo Rebelo de Sousa uma exposição com base jurídica das razões porque consideram a proposta do Governo violadora das normas legais constitucionais.

nbsp| RÁDIO REGIONAL

LUSA

VEJA AINDA:

GOVERNO VOLTA A COMPARTICIPAR TESTES RÁPIDOS DE ANTIGÉNIO

Lusa

FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS VÃO FAZER UMA ‘GRANDE GREVE’ NA SEXTA-FEIRA – FRENTE COMUM

Lusa

TRABALHADORES DO FISCO MANTÊM GREVE PORQUE PROTESTO NÃO É CONTRA QUESTÕES FINANCEIRAS

Lusa

RODOVIÁRIAS PRIVADAS EM GREVE NOS DIAS 22 DE NOVEMBRO E 02 DE DEZEMBRO

Lusa

GOVERNO APROVA ESTATUTO DO SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE

Lusa

FRENTE COMUM DECIDE ESTA SEGUNDA-FEIRA GREVE NA FUNÇÃO PÚBLICA A 12 DE NOVEMBRO

Lusa

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme