Ligue-se a nós

MAGAZINE

TUBERCULOSE MATOU EM PORTUGAL 240 PESSOAS EM 2021

A tuberculose matou em Portugal 240 pessoas em 2021, ano em que a incidência se fixou nos 1.700 casos, segundo dados hoje divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no mais recente relatório sobre a doença.

Online há

em

A tuberculose matou em Portugal 240 pessoas em 2021, ano em que a incidência se fixou nos 1.700 casos, segundo dados hoje divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no mais recente relatório sobre a doença.

Em Portugal, de acordo com a OMS, a taxa de incidência da tuberculose caiu 31% entre 2015 e 2021, situando-se neste último ano em 16 casos por 100 mil habitantes. O número de mortes diminuiu 2,1% no mesmo período.

Os homens surgem à cabeça no número de casos, 1.100 em 2021.

O relatório de 2022 da OMS sobre tuberculose analisa a resposta de 215 países ou territórios à doença infecciosa em 2021. A agência das Nações Unidas disponibilizou dados sobre países e regiões específicos através de uma aplicação para telemóvel e não no relatório global.

No ano passado, Portugal diagnosticou ou notificou 1.500 novos casos. A taxa de cobertura de tratamentos atingiu 89%, tendo a taxa de sucesso da terapêutica para novos casos chegado aos 73%, mas baixando para os 53% em seropositivos (portadores do vírus da sida).

A infeção com o VIH/sida é um dos fatores de risco da tuberculose e contribuiu para 150 novos casos em Portugal em 2021, segundo a OMS.

O relatório da Organização Mundial da Saúde estima que no ano passado 10,6 milhões de pessoas adoeceram no mundo com tuberculose e 1,6 milhões morreram da infeção.

A pandemia de covid-19, que levou à rutura dos serviços de saúde, é apontada como um dos fatores para o aumento do número de casos em 2021, na ordem dos 4,5% face a 2020, e no número de mortes, mais 100 mil.

A tuberculose é uma doença infecciosa causada pela bactéria ‘Mycobacterium tuberculosis’ e que se transmite por inalação de gotículas expelidas pelo doente quando tosse, fala ou espirra.

Apesar de grave, a doença é potencialmente curável.

MAGAZINE

CRIANÇAS COM SONOS IRREGULARES PODEM DESENVOLVER PROBLEMAS ALIMENTARES

Investigadores do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) concluíram que as crianças que têm horários de sono irregulares podem estar em risco de desenvolver padrões alimentares menos saudáveis, num estudo que envolveu 5.286 crianças.

Online há

em

Investigadores do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) concluíram que as crianças que têm horários de sono irregulares podem estar em risco de desenvolver padrões alimentares menos saudáveis, num estudo que envolveu 5.286 crianças.

Em comunicado, o instituto da Universidade do Porto esclarece esta sexta-feira que o estudo, publicado no Journal of Sleep Research, visava avaliar a influência, aos 4 anos, da duração do sono e dos horários de deitar e acordar na adesão a um padrão alimentar menos saudável aos 7 anos.

Liderado pela investigadora Sofia Vilela, o estudo teve por base dados de 5.286 crianças, da “coorte” Geração XXI do ISPUP.

Aos 4 anos, as crianças foram divididas em dois grupos (tendo por base recomendações da Fundação Nacional do Sono Americana): sono noturno de curta duração (inferior a 10 horas) e sono noturno de, pelo menos, 10 horas. Os investigadores criaram ainda quatro categorias relativamente aos horários de deitar e acordar.

“Independentemente da duração do sono, as crianças que aos 4 anos se deitavam tarde (depois das 21:45) e acordavam tarde (depois das 08h00), tinham uma maior tendência de seguir uma alimentação rica em alimentos de elevada densidade energética aos 7 anos”, refere o estudo, que conclui que o efeito foi “mais marcado nos meninos”.

“Nestes, também uma duração curta de sono aos 4 anos foi associada a uma alimentação de pior qualidade aos 7”, acrescenta.

Segundo o estudo, horários mais tardios de deitar e acordar “são preditores de uma alimentação menos saudável na infância”.

As crianças em idade pré-escolar que dormem ou acordam tarde “têm uma alimentação menos saudável aos 7 anos de idade”, sendo também, neste caso, o impacto é mais negativo nos rapazes.

Citada no comunicado, a investigadora Sofia Vilela, do Laboratório associado para a Investigação Integrativa e Translacional em Saúde Pública, destaca que “os horários de dormir mostraram mais associações consistentes do que a duração do sono em relação a padrões alimentares obesogénicos”.

“Os resultados desta investigação destacam que a hora de deitar e acordar são fatores importantes para serem considerados pelos profissionais de saúde, pais e jovens, mais até do que a duração total do sono”, acrescenta.

LER MAIS

MAGAZINE

COMER MAIS SARDINHA E MENOS CARNE VERMELHA PODE SALVAR ATÉ 750 MIL VIDAS EM 2050

Peixes forrageiros, como arenque, sardinha e anchova, “são uma alternativa promissora à carne vermelha” e o aumento do seu consumo pode resultar em benefícios importantes para a saúde, evitando entre 500 mil e 750 mil mortes em 2050.

Online há

em

Peixes forrageiros, como arenque, sardinha e anchova, “são uma alternativa promissora à carne vermelha” e o aumento do seu consumo pode resultar em benefícios importantes para a saúde, evitando entre 500 mil e 750 mil mortes em 2050.

O estudo divulgado esta terça-feira é uma análise de dados liderada pelo Instituto Nacional de Estudos Ambientais de Tsukuba (Japão), que acrescenta que a prevalência de incapacidades causadas por doenças relacionadas com a alimentação pode ser significativamente reduzida.

As possíveis mortes evitadas em todo o mundo estariam relacionadas, em particular, com doenças coronárias e também poupariam entre 8 e 15 milhões de anos de vida vividos com incapacidade, a maioria concentrada em países de rendimento baixo e médio.

O peixe forrageiro só pode substituir uma fração, cerca de 8%, da carne vermelha mundial devido à sua oferta limitada, mas poderia aumentar o consumo global diário per capita de peixe para perto do nível recomendado, bem como reduzir as mortes por doenças coronárias, acidentes vasculares cerebrais, diabetes e cancro do intestino em 2% até 2050.

A adoção deste tipo de dieta seria “especialmente útil” para países de rendimento baixo e médio, onde estes peixes são baratos e abundantes, e onde o número de doenças cardíacas, em particular, é elevado.

A investigação publicada pela BMH Global Health baseia-se em bases de dados sobre previsões de carne vermelha para 2050 em 137 países e em dados históricos sobre capturas de peixes forrageiros em habitats marinhos.

Existem evidências crescentes que associam o consumo de carne vermelha e processada a um risco aumentado de doenças não transmissíveis, que foram responsáveis por cerca de 70% de todas as mortes em todo o mundo em 2019.

Destes, lembrou o estudo, as doenças coronárias, os acidentes vasculares cerebrais, a diabetes e o cancro do intestino representaram quase metade (44%), com as doenças coronárias a assumirem a maior parte.

Os peixes forrageiros marinhos são ricos em ácidos gordos polinsaturados de cadeia longa ômega-3, cuja ingestão pode prevenir doenças coronárias, e são abundantes em cálcio e vitamina B12.

Além disso, têm a menor pegada de carbono de todas as fontes de alimentação animal.

Atualmente, recordaram os investigadores, três quartos das capturas, incluindo uma quantidade significativa capturada ao largo das costas de países que sofrem de insegurança alimentar e desnutrição, são esmagadas para obter farinha e óleo de peixe, que são utilizados, sobretudo, na piscicultura destinada a países de rendimento alto.

Para os países sem litoral, o estudo indica que a comercialização e o comércio globais de peixe forrageiro devem ser alargados.

LER MAIS
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO
A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X VIZELA




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
AROUCA X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X BENFICA




RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% INSPIRATION


WEBRADIO 100% DANCE


FABIO NEURAL @ ENCODING

KEYWORDS

ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL
NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS