RÁDIO REGIONAL
INTERNACIONALREGIÕES

ÚLTIMO DIA PARA IRAQUE DECIDIR IMUNIDADE

ultimodiairaquedecidirimunidadenbsp| RÁDIO REGIONAL

Augusto Santos Silva deu um prazo de 20 dias úteis ao Estado iraquiano para responder ao pedido de levantamento da imunidade diplomática dos gémeos suspeitos de agredirem Rúben Cavaco. Esse tempo termina precisamente esta quinta-feira, à meia noite. E, até ver, do lado iraquiano ainda não há qualquer resposta.

O ministro dos Negócios Estrangeiros confirmou à comunicação social, a poucas horas do fim do prazo dado, que ainda não recebeu nenhuma resposta das autoridades iraquinas, mas mantém-se esperançoso no desfecho do caso.

“Tenho a expetativa que a interação que tem existido entre Portugal e o Iraque se conclua e o meu desejo é que ela se conclua por forma a que se possa apurar os factos ocorridos em agosto em Ponte de Sor, identificar eventuais responsáveis e, se for caso disso, levá-los à justiça”, disse Santos Silva na noite de quarta-feira, em declarações aos jornalistas.

Ao primeiro pedido de levantamento da imunidade diplomática dos filhos do embaixador do Iraque em Lisboa, as autoridades iraquianas responderam dizendo que consideravam prematuro tomar uma decisão sobre o assunto.

A agressão aconteceu a 17 de agosto passado, quando o jovem Rúben Cavaco foi espancado em Ponte de Sor, no distrito de Portalegre, alegadamente pelos filhos gémeos, de 17 anos, do embaixador do Iraque em Portugal.

O jovem sofreu múltiplas fraturas, tendo sido transferido no mesmo dia do centro de saúde local para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, chegando mesmo a estar em coma induzido. Rúben Cavaco acabou por ter alta hospitalar no início de setembro.

Os dois rapazes suspeitos da agressão são filhos do embaixador iraquiano em Portugal, Saad Mohammed Ali, e têm imunidade diplomática ao abrigo da Convenção de Viena.

NM

VEJA AINDA:

UCRÂNIA: PELO MENOS 343 CRIANÇAS MORRERAM NA SEQUÊNCIA DA INVASÃO RUSSA

Lusa

JUSTIÇA: PASSOS COELHO OUVIDO EM TRIBUNAL NO CASO BES/GES

Lusa

VISEU: JUDICIÁRIA DETEVE UM HOMEM SUSPEITO DE SEQUESTRAR UMA MULHER

Lusa

ESTUDO: VÍRUS MONKEYPOX TERÁ ORIGEM ÚNICA E JÁ TEM MAIS DE 50 MUTAÇÕES

Lusa

VALE DE CAMBRA: 40 ALDEIAS SEM MÉDICO DE FAMÍLIA HÁ UM MÊS

Lusa

GUARDA: AUTARQUIA ALERTA AGRICULTURES PARA ‘TEMPOS DIFÍCEIS’ DEVIDO À SECA

Lusa