REGIÕES

VILA REAL: MULHER BALEADA MORREU

A mulher baleada na quarta-feira à noite, enquanto caminhava na estrada perto de Leirós, Vila Real, acabou por morrer no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, disse hoje fonte hospitalar.

A vítima, de 28 anos, foi atingida no pescoço, quando caminhava na Estrada Nacional 15 (EN15), entre Leirós e Sanguinhedo, e, segundo afirmou fonte do hospital de Vila Real, morreu já nas instalações desta unidade hospitalar.

Em declarações à agência Lusa, na quarta-feira à noite, o comandante dos bombeiros da Cruz Verde, Miguel Fonseca, referiu que a vítima foi transportada para a unidade de Vila Real do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro em “estado muito grave” e com “prognóstico reservado”.

Miguel Fonseca explicou que a vítima estaria a caminhar com uma amiga na EN15, entre as localidades de Leirós e Sanguinhedo, quando foi “atingida por uma arma de fogo”. O alerta foi dado cerca das 22:00 por um popular.

Para o local foram mobilizados os bombeiros, militares da GNR e elementos da Polícia Judiciária, que estão a investigar o caso.

A vítima, de 28 anos, foi atingida no pescoço, quando caminhava na Estrada Nacional 15 (EN15), entre Leirós e Sanguinhedo, e, segundo afirmou fonte do hospital de Vila Real, morreu já nas instalações desta unidade hospitalar. Em declarações à agência Lusa, na quarta-feira à noite, o comandante dos bombeiros da Cruz Verde, Miguel Fonseca, referiu que a vítima foi transportada para a unidade de Vila Real do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro em “estado muito grave” e com “prognóstico reservado”. Miguel Fonseca explicou que a vítima estaria a caminhar com uma amiga na EN15, entre as localidades de Leirós e Sanguinhedo, quando foi “atingida por uma arma de fogo”. O alerta foi dado cerca das 22:00 por um popular. Para o local foram mobilizados os bombeiros, militares da GNR e elementos da Polícia Judiciária, que estão a investigar o caso.

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

PEDRO COSTA DIZ QUE EM PORTUGAL O NETFLIX É ‘CRIME ORGANIZADO’

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa