Ligue-se a nós

ECONOMIA & FINANÇAS

WEB SUMMIT RETIRA CONVITE AO POLÉMICO SITE DE NOTÍCIAS ‘GRAYZONE’

A Web Summit anunciou hoje que retirou o convite ao ‘site’ de notícias Grayzone ligado à extrema esquerda, depois de ter escutado os conselhos e opiniões de alguns participantes da cimeira tecnológica que arranca em 01 de novembro.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A Web Summit anunciou hoje que retirou o convite ao ‘site’ de notícias Grayzone ligado à extrema esquerda, depois de ter escutado os conselhos e opiniões de alguns participantes da cimeira tecnológica que arranca em 01 de novembro.

Numa mensagem na rede social Twitter, a Web Summit refere que “rescindiu o convite da Grayzone para a Web Summit 2022 em Lisboa”, sublinhando que a cimeira tecnológica “sempre foi uma plataforma de debate rigoroso”, salientando que dedica palcos “especificamente para diálogo robusto sobre questões controversas definidoras” do tempo que se vive.

“Temos sempre o objetivo de ter um amplo espectro de pontos de vista representados e ter opiniões fortemente desafiantes. Neste momento, ouvimos conselhos e opiniões dos nossos participantes” e “tomámos medidas para retirar o convite à Grayzone”, adianta a organização.

A Web Summit referiu ainda “compreender a reação de muitos à presença da Grayzone em Lisboa” e compromete-se a abordar “as questões cruciais da liberdade de expressão e plataforma de tecnologias com maior cuidado”.

Pedindo “desculpas pelo dano causado”, a Web Summit reitera que “está com a Ucrânia e o seu povo”.

Publicidade

Aliás, “celebramos o facto de muitos oradores e participantes da Ucrânia estarem connosco em Lisboa”, acrescenta a organização, recordando que tomou “várias ações de apoio à Ucrânia e à sua comunidade de tecnologia durante a guerra de agressão”.

Além disso, “iremos continuar a fazer mais enquanto isso continue”, conclui a Web Summit, fundada em 2009 por empreendedores irlandeses.

De acordo com o Irish Examiner, Grayzone é um controverso ‘site de notícias e blogue fundado pelo jornalista norte-americano Maz Blumenthal, que é conhecido pela sua cobertura, na maior parte das vezes, simpática de regimes autoritários e pelas suas reportagens enganadoras sobre notícias internacionais.

O ‘site’, acrescenta o Irish Examiner, foi também acusado de publicar propaganda pró-russa, nomeadamente desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia, em fevereiro.

A sétima edição da Web Summit, que conta com mais de 70.000 participantes, 2.630 ‘startups’ e empresas, 1.120 investidores e 1.040 oradores, arranca em Lisboa no dia 01 de novembro e termina em 04 de novembro.

Publicidade
Publicidade
DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

ECONOMIA & FINANÇAS

MERCADO DE BENS TECNOLÓGICOS DE CONSUMO CRESCEU 2,5% EM 2022 – ESTUDO

O mercado de bens tecnológicos de consumo cresceu 2,5% no ano passado em Portugal, atingindo uma faturação de 3,3 mil milhões de euros, “o valor mais alto de sempre”, de acordo com um estudo hoje apresentado pela GfK.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O mercado de bens tecnológicos de consumo cresceu 2,5% no ano passado em Portugal, atingindo uma faturação de 3,3 mil milhões de euros, “o valor mais alto de sempre”, de acordo com um estudo hoje apresentado pela GfK.

Segundo a tecnológica, no ano passado, em Portugal, o mercado de bens tecnológicos de consumo atingiu “o valor mais alto de sempre”, com uma faturação total de 3,336 mil milhões, “mais 2,5% do que no período homólogo”.

Assim, “foi na área das telecomunicações e dos eletrodomésticos que se registou o maior crescimento, tendo estes bens sido adquiridos sobretudo em lojas físicas”, referiu.

De acordo com a GfK, “as marcas próprias recuperaram representatividade, com um preço de venda médio em crescimento em todas as áreas de negócio”, sendo que, em relação aos preços médios, aumentaram em todas as áreas, “com especial destaque para eletrodomésticos de consumo e grandes domésticos (+18%) e ainda os pequenos domésticos (+17%)”.

Segundo a consultora, em termos globais, este mercado, em 2023, “depois do pico de vendas em 2021, encaminha-se para uma desaceleração da procura, sendo a tendência para estabilização, ainda que se possa ter algum crescimento em determinados meses do segundo semestre”, destacou.

Publicidade

“Apesar dos sinais de sensibilidade ao preço serem percetíveis”, indicou a GfK, “o consumidor vai contribuir para a estabilização do mercado”.

Assim, “as estratégias promocionais vão continuar a orientar os níveis de saturação e a pressão dos preços e o comportamento dos consumidores em ‘esperar para comprar’ vai progredir”, estimou.

A GfK adiantou ainda que, “apesar da evolução do mercado global se apresentar negativa em 2022 (-6%), a previsão é que este se situe entre os 0 e os 2%, em 2023”, sendo que “no caso de Portugal, estima-se uma estabilização dos valores de evolução, entre os 0 e os 3%, à semelhança do valor registado em 2022”.

Os dados deste estudo referentes a Portugal são provenientes de mais de 2.000 lojas de um painel retalhista, segundo a consultora.

Publicidade
LER MAIS

ECONOMIA & FINANÇAS

UE VAI PROIBIR VENDAS DE NOVOS CARROS A COMBUSTÃO A PARTIR DE 2035

O Conselho da União Europeia (UE) decidiu hoje proibir, a partir de 2035, a venda de automóveis ligeiros novos com motor a combustão, sendo só permitidos os de emissões zero de dióxido de carbono (CO2).

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O Conselho da União Europeia (UE) decidiu hoje proibir, a partir de 2035, a venda de automóveis ligeiros novos com motor a combustão, sendo só permitidos os de emissões zero de dióxido de carbono (CO2).

Os ministros do Ambiente da UE, reunidos em conselho, em Bruxelas, acordaram ainda que, entre 2030 e 2034, as emissões de CO2 por carros novos deve ser reduzida em 55%, comparado com níveis de 2021.

O texto aprovado prevê ainda, segundo um comunicado, “um mecanismo de incentivo regulamentar para veículos com emissões zero e baixas, que estará em vigor a partir de 2025 até ao final de 2029”.

Como parte deste mecanismo, integrado no pacote ‘Fit for 55’ (Objetivo 55), se um fabricante cumprir determinados padrões de referência para as vendas de veículos com emissões zero e baixas, poderá ser recompensado com objetivos menos rigorosos de emissões de CO2, sendo o valor de referência fixado em 25% para automóveis e 17% para furgonetas.

O documento aborda ainda o tema dos combustíveis ecológicos, prevendo que a Comissão Europeia apresente uma “proposta de registo de veículos que funcionem exclusivamente com combustíveis neutros em termos de CO2, após 2035, em conformidade com a legislação da UE, fora do âmbito das normas da frota, e em conformidade com o objetivo de neutralidade climática da UE”.

Publicidade

O pacote Objetivo 55 é um conjunto de propostas destinadas a rever e atualizar a legislação da UE e a criar novas iniciativas com o objetivo de assegurar que as políticas da UE estejam em consonância com os objetivos climáticos acordados pelo Conselho e pelo Parlamento Europeu.

LER MAIS

JORNAL ONLINE


RÁDIO ONLINE


LINHA CANCRO


DESPORTO DIRETO


RÁDIO REGIONAL: SD | HD





RÁDIO REGIONAL VILA REAL




RÁDIO REGIONAL CHAVES




RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA




RÁDIO REGIONAL MIRANDELA



MUSICBOX


WEBRADIO 100% PORTUGAL




WEBRADIO 100% POP-ROCK




WEBRADIO 100% OLDIES




WEBRADIO 100% LOVE SONGS




WEBRADIO 100% DANCE


PAGAMENTO PONTUAL






KEYWORDS

PAGAMENTO PONTUAL

MAIS LIDAS