NACIONAL

13 DISTRITOS EM ALERTA VERMELHO DE INCÊNDIO

A ANPC alerta para que as condições meteorológicas podem ser propícias ao desenvolvimento de incêndios rurais e o seu rápido desenvolvimento.

Os elevados níveis de calor levaram a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC) a colocar em alerta vermelho devido ao risco de incêndio rural 13 distritos.

Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Porto, Portalegre, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu são os distritos onde o risco de incêndio está no nível máximo de alerta.

Em nível laranja, o segundo mais grave, estão Beja, Évora, Faro, Lisboa e Setúbal.

Este é uma subida face aos alertas anunciados pela ANPC no domingo. Viana do Castelo, Vila Real, Bragança, Braga, Porto, Guarda e Viseu tinham sido destacados com um alerta especial laranja.

Alexandre Penha, adjunto nacional de operações da ANPC, justificou o aumento do alerta com o tempo quente e seco que se espera nos próximos dias, associado ao aumento da intensidade do vento leste. Estas condições levam ao aumento do risco de incêndios rurais e ao seu rápido desenvolvimento.

A elevação do estado de alerta prolonga-se até ao final da semana.

A ANPC prolongou o período crítico de incêndio até 15 de outubro. Até lá todas as medidas preventivas serão asseguradas como a proibição de realização de queimadas, de fogueiras para recreio, lazer ou confeção de alimentos, assim como a queima de matos. O lançamento de qualquer tipo de foguetes, fumar ou fazer lume nos espaços florestais estão também proibidos.

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes