REGIÕES

AERÓDROMO DE VILA REAL “ENCERRADO” ATÉ 15 DE AGOSTO

O Aeródromo de Vila Real vai estar encerrado a aviões até ao dia 15 de agosto “por motivos de inoperacionalidade”, informou hoje o grupo Sevenair, que faz a ligação aérea entre Bragança e Portimão.

A informação consta da página oficial do grupo, que detém a companhia Aerovip, responsável pela ligação.

Fonte do setor aeronáutico explicou à agência Lusa que a decisão de encerramento foi tomada na sequência das conclusões de um relatório técnico da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Este aeródromo municipal é a sede de dois aviões de combate a incêndios, afetos à Proteção Civil, e é, além de Viseu e Cascais (distrito de Lisboa), uma das paragens da carreira aérea que liga Bragança e Portimão (no distrito de Faro).

Fonte do município de Vila Real tinha referido já à Lusa que o aeródromo está encerrado a partir de hoje e por tempo indeterminado, devido a questões de segurança relacionadas com o abatimento do piso da pista.

A fonte referiu que o aeródromo fica encerrado para os aviões, podendo, no entanto, continuar a ser utilizado por helicópteros.

A decisão de encerrar o aeródromo e as medidas a implementar vão ser explicadas hoje numa conferência de imprensa convocada pela Câmara de Vila Real.

Contactada pela Lusa, fonte da Proteção Civil disse estar já a estudar locais alternativos para os dois aviões médios, estando em cima da mesa hipóteses como Chaves ou Mirandela.

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

PORTO: RUI MOREIRA ‘SUGERE’ QUE A TAP SEJA INCORPORADA NA CARRIS

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa