RÁDIO REGIONAL
ECONOMIA & FINANÇAS

APOIO PARA BOTIJA DE GÁS VAIS SER PAGO POR TRÊS MESES AOS BALCÕES DOS CTT

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O apoio de 10 euros por mês para a compra de botija de gás, atribuído às famílias carenciadas, vai ser pago por um período de três meses, aos balcões dos CTT, anunciou esta terça-feira o Ministério do Ambiente.

Em comunicado, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática indica que, para terem acesso a este apoio, os consumidores terão de apresentar num balcão dos CTT uma fatura ou recibo que contenha o número de identificação fiscal (NIF) em nome do titular do contrato de eletricidade beneficiário da tarifa social.

A referida fatura/recibo ou recibo tem de ter data posterior a 1 de abril de 2022, devendo comprovar a aquisição da botija de gás.

Além desta documentação, o consumidor terá ainda de apresentar o seu cartão do cidadão, de residente ou passaporte do titular do contrato de eletricidade beneficiário da tarifa social.

Criado para mitigar o impacto da subida dos combustíveis, que se tem agravado nas últimas semanas devido à guerra na Ucrânia, este apoio consiste na atribuição de 10 euros por botija de gás e por mês, sendo o valor em causa pago por um período de três meses, até 30 de junho de 2022.

De acordo com os dados da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), há atualmente 762.320 beneficiários da tarifa social de eletricidade.

A medida, cuja criação foi anunciada pelo primeiro-ministro, António Costa, no final de uma reunião extraordinária da Concertação social, realizada em 8 de março, é financiada através do Fundo Ambiental até ao montante máximo de quatro milhões de euros.

VEJA AINDA:

COMBUSTÍVEIS: PESADOS DE MERCADORIAS COM DESCONTO EXTRAORDINÁRIO NO GASÓLEO

Lusa

GOVERNO VAI ALARGAR POR MAIS TRÊS MESES APOIO AO CABAZ ALIMENTAR

Lusa

RÚSSIA: MAIS DE 90% DO GÁS NATURAL EXPORTADO É PAGO EM RUBLOS – KREMLIN

Lusa

GUARDA: AUTARQUIA ISENTA ESPLANADAS DO PAGAMENTO DE TAXAS ATÉ FINAL DO ANO

Lusa

CINEMAS SOMAM ATÉ MAIO AUMENTO SUPERIOR A 600% DE ASSISTÊNCIA E RECEITAS FACE A 2021

Lusa

CRISE: DOIS TERÇOS DAS EMPRESAS ADMITE AUMENTAR PREÇOS DE VENDA

Lusa