ARCOS DE VALDEVEZ: JOVEM DE 15 ANOS MORREU AFOGADO NUM ‘MERGULHO’

Um jovem, de nacionalidade angolana, morreu hoje afogado no Rio Tora, no concelho de Arcos de Valdevez, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros locais.

Um jovem, de nacionalidade angolana, morreu hoje afogado no Rio Tora, no concelho de Arcos de Valdevez, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros locais.

A vítima e uns amigos “foram dar mergulhos para a charca que existe no Rio Tora. O jovem mergulhou e não apareceu, o que nos leva a pensar que terá batido com a cabeça”, explicou à agência Lusa Filipe Guimarães, comandante dos bombeiros de Arcos de Valdevez, no distrito de Viana do Castelo.

Segundo o comandante dos bombeiros, só algum tempo depois é que os amigos deram pelo desaparecimento do jovem de 15 anos e começaram a fazer buscas nas redondezas, na casa dos familiares onde o jovem se encontrava e no rio.

Sem sucesso, acabaram por dar o alerta às autoridades e o jovem veio a ser encontrado já sem vida, adiantou a mesma fonte, apontando que a vítima esteve “submersa mais de uma hora”.

O alerta foi dado pelas 19:48 na localidade do Passadouro.

No local, estiveram meios dos bombeiros locais, incluindo uma equipa de mergulhadores, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Viana do Castelo e a ambulância de Suporte Imediato de Vida de Arcos de Valdevez.

Uma equipa de psicólogos do Instituto Nacional de Emergência Médica do Porto esteve no local a dar apoio aos amigos e familiares.

O jovem encontrava-se em Portugal para estudar, estando ao cuidado de familiares, a residir em Braga, adiantou a mesma fonte.

A charca funciona como ponto de água para abastecimento de meios aéreos de combate a incêndios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.