Connect with us

CIÊNCIA & TECNOLOGIA

ATAQUE DE HACKERS FALHOU POR … ‘ENGANO’

Um ataque informático lançado por hackers palestinianos a cibernautas israelitas falhou miseravelmente. Um erro de programação dos “piratas” informáticos levou a que o vírus não tivesse o efeito pretendido.

RÁDIO REGIONAL

Data:

em

Um ataque informático lançado por hackers palestinianos a cibernautas israelitas falhou miseravelmente. Um erro de programação dos “piratas” informáticos levou a que o vírus não tivesse o efeito pretendido.

Hackers palestinianos lançaram um ataque ransomware, um tipo de software nocivo que restringe o acesso ao sistema infetado com uma espécie de bloqueio, cobrando um resgate em criptomoedas para que o acesso possa ser restabelecido. Caso não ocorra o mesmo, arquivos podem ser perdidos e até mesmo publicados.

O ataque lançado este sábado revelou-se no entanto inútil, apesar de ter afetado inúmeros sites israelitas. O método usado passou por “contaminar” os registos de DNS da Nagich, um serviço web que fornece a vários sites um widget de acessibilidade para pessoas com deficiências de leitura.

Através desse widget, os piratas conseguiam incorporar o vírus em diversos sites. A mensagem “#OpJerusalem, Jerusalém é a capital da Palestina”, relativa à acesa discussão sobre a soberania do estado, era exibida no ecrã dos utilizadores.

Depois disso, seria feito o download automático do ficheiro “flashplayer_instal.exe”, que estaria contaminado com o ransomware. O que acabou por falhar, uma vez que o ficheiro nem se quer era descarregado. Tudo por causa de um erro de código.

De acordo com o ZDNet, a falha na programação do software nocivo falhou devido a um pequeno, mas fatal, erro. Segundo o código, o download não era feito, caso o sistema operativo do utilizador fosse diferente de “Windows”.

Tudo bem até aqui, não fosse o facto de nenhum utilizador ser apenas “Windows”. Todos têm uma variante relativa ao número da versão do sistema operativo: XP, Vista, 10, etc. O erro foi alertado nas redes sociais por vários utilizadores do Twitter.

A Nagich, responsável pelo widget, conseguiu resolver o problema até ao fim do dia e todos os sites afetados voltaram à normalidade. O tiro acabou por sair pela culatra aos hackers, mas a mensagem fez-se passar.

ZDNET | ZAP









LINHA CANCRO
MUSIC BOX
WEB-SUMMIT

AS MAIS LIDAS