Ligue-se a nós

REGIÕES

CHAVES: INVESTIMENTO FRANCÊS PREVÊ CRIAR 140 POSTOS DE TRABALHO

A empresa francesa de metalomecânica Metalome vai iniciar a produção em Chaves a 11 de novembro e tem como objetivo criar até 140 postos de trabalho num investimento de 7,5 milhões de euros, disse hoje a responsável.

Online há

em

A empresa francesa de metalomecânica Metalome vai iniciar a produção em Chaves a 11 de novembro e tem como objetivo criar até 140 postos de trabalho num investimento de 7,5 milhões de euros, disse hoje a responsável.

À margem do roteiro promovido hoje pela Câmara de Chaves, no distrito de Vila Real, a assinalar os dois anos de mandato do atual executivo camarário, Sara Boaventura, daquela empresa com investidores franceses, explicou que numa primeira fase estarão a trabalhar 25 pessoas, mas com perspetivas de crescimento.

“Neste momento vamos arrancar com instalações provisórias, mas o objetivo é mudar para um espaço com 50 mil metros quadrados, com uma implantação física de 10 mil metros quadrados”, contou a responsável da empresa em Portugal.

Na segunda fase do projeto, os postos de trabalho criados podem atingir os 140 trabalhadores num investimento total de 7,5 milhões de euros.

A multinacional Metalome transforma produtos metalúrgicos planos de média e grande espessura e de grandes dimensões.

A empresa produz peças para grandes empresas, como a Siemens, Alstom (conceção de vagões de metro), Renault Truck, MAN, Irisbus (Construção de Camiões e Autocarros), Kuhn (Construção de tratores agrícolas) ou Toyota, entre outros.

Sara Boaventura explicou que a fábrica inicialmente esteve perto de se instalar em Viseu, onde “o recrutamento é mais fácil”, mas disse ter convencido o investidor francês a apostar “no ‘know how’ e humildade das pessoas de Chaves”.

“Com o apoio do município, conseguimos convencer o investidor a escolher instalar-se em Chaves”, atirou.

Com início de produção previsto para dia 11 de novembro, atualmente há quatro empregados a trabalhar e a terem formação na fábrica base, em França.

Um dos aparelhos já instalado na fábrica que se situa no Mercado Abastecedor de Chaves é um robô de soldadura “único em Portugal” pelo tamanho da mesa para os trabalhos.

“Permite trabalhar quatro peças ao mesmo tempo e, assim, aumentar a produtividade”, assinalou.

Segundo Sara Boaventura, uma das prioridades é dar oportunidade aos “trabalhadores da região que pretendam regressar à terra natal”, não excluindo a hipótese de ter de recrutar em outras zonas do país quando a fábrica estiver em máxima produção.

Segundo os números divulgados pela autarquia de Chaves, durante o roteiro promovido hoje para assinalar os dois anos de mandato, foram já garantidos cerca de 150 postos de trabalho, num investimento de 17 milhões de euros.

Estão ainda conquistados mais 446 postos de trabalho e perto de 30 milhões de euros de investimento até ao final do mandato, em 2021.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

REGIÕES

AÇORES: ÁGUA DO MAR PODERÁ ULTRAPASSAR OS 26 GRAUS – IPMA

A temperatura da água do mar deverá estar excecionalmente quente durante a próxima semana no arquipélago dos Açores, segundo previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para valores acima dos 26 graus.

Online há

em

A temperatura da água do mar deverá estar excecionalmente quente durante a próxima semana no arquipélago dos Açores, segundo previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para valores acima dos 26 graus.

“Prevê-se que a partir da próxima semana se verifique um aumento da temperatura da água do mar na região dos Açores, que poderá atingir valores superiores a 26ºC, em particular nas ilhas dos Grupos Ocidental [Corvo e Flores] e Central [Pico, Faial, São Jorge e Terceira]”, pode ler-se num comunicado do IPMA.

“A situação de anomalia positiva da temperatura da superfície do oceano, que se tem verificado nos últimos meses nesta região, resulta da posição e intensidade do Anticiclone dos Açores”, explica o IPMA no comunicado, dando como exemplo a anomalia que em junho “variou entre 0,8 e 1,6°C nos grupos Oriental [Santa Maria e S. Miguel] e Central e entre 1,6 e 2,4°C no Ocidental”.

O Anticiclone dos Açores deverá localizar-se a sudoeste do arquipélago, apresentando um vasto campo de ação, ao qual estarão associados ventos muito fracos à superfície.

Estas condições de vento fraco irão, por um lado, limitar a mistura de água nas camadas mais superficiais do oceano e, por outro, reduzir o transporte de poeiras do deserto do Sahara sobre a região subtropical do Atlântico, deixando a atmosfera mais limpa, permitindo que a radiação solar incidente sobre o oceano seja mais eficiente, refere o comunicado.

Devido à conjugação destes fatores, o IPMA prevê “um aquecimento anormalmente elevado da temperatura da água do mar no arquipélago dos Açores”.

Durante a próxima semana, acrescenta, preveem-se também valores da temperatura do ar acima dos 28°C, com a ocorrência de noites tropicais (temperatura mínima superior a 20°C), juntamente com valores elevados da humidade relativa do ar.

O IPMA deverá assim, oportunamente, emitir avisos meteorológicos de tempo quente para o arquipélago dos Açores.

LER MAIS

REGIÕES

PORTO: SETE ANOS DE PRISÃO POR ESFAQUEAR UM HOMEM NA DISCOTECA

O homem que esfaqueou outro à porta de uma discoteca no Porto em fevereiro de 2023 foi hoje condenado a sete anos de prisão no Tribunal São João Novo, no Porto.

Online há

em

O homem que esfaqueou outro à porta de uma discoteca no Porto em fevereiro de 2023 foi hoje condenado a sete anos de prisão no Tribunal São João Novo, no Porto.

Durante a leitura do acórdão, a presidente do coletivo de juízes referiu que o arguido, em prisão preventiva, mostrou “frieza e falta de afetividade pelo ser humano”.

“Espero que retire alguma lição daqui para a frente”, atirou a magistrada.

Além disso, a juíza frisou que os problemas não se resolvem à facada.

Em fevereiro de 2023, o arguido de 26 anos, agora condenado, esfaqueou cinco vezes, duas das quais em órgãos vitais, um homem à porta de uma discoteca no Porto.

O arguido e o ofendido integravam um grupo de seis pessoas que se juntou com o propósito de comprar o acesso à área reservada da discoteca, dividindo entre todos a despesa, tendo estado na origem das agressões uma discordância quanto ao valor cobrado pelo ofendido.

“Uma discussão sobre cinco euros deixou o ofendido entre a vida e a morte, algo que é desprezível”, frisou a magistrada.

A juíza recordou que a vítima, jogador de futebol de 21 anos, teve de ser reanimado e operado de urgência após o esfaqueamento.

LER MAIS

MAIS LIDAS