RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

CHAVES: REGRESSO À PRIMEIRA LIGA É IMPORTANTE PARA A REGIÃO – AUTARQUIA

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O regresso do Desportivo de Chaves ao topo do futebol português é importante para a “afirmação” de toda uma região do Alto Tâmega, destacou, este domingo, o presidente da Câmara local, Nuno Vaz.

“Esta é uma vitória de uma cidade, de um concelho e de uma região. É a vitória que mostra a vontade, o querer e a superação de uma equipa e traduz na presença do Chaves entre os grandes, que merece, como um clube do interior que supera as dificuldades”, realçou à Lusa o autarca flaviense.

O Desportivo de Chaves garantiu este domingo a 18.ª e última vaga na I Liga portuguesa de futebol de 2022/23, mesmo perdendo com o Moreirense por 1-0, na segunda mão do ‘play-off’ de acesso ao escalão principal, depois de ter vencido por 2-0 na primeira mão.

No regresso de Moreira de Cónegos, onde assistiu ao vivo à subida do Desportivo de Chaves, três anos depois da última presença, Nuno Vaz destacou a importância para a “afirmação do concelho e do Alto Tâmega”.

“Ajuda a contribuir para a afirmação de Chaves, o seu valor e potencialidade. O Desportivo é o principal embaixador do concelho, do Alto Tâmega e de toda uma região de Trás-os-Montes”, sublinhou o autarca socialista.

Nuno Vaz felicitou ainda “de forma efusiva” a equipa, “os jogadores, equipa técnica, Francisco Carvalho [investidor e presidente honorário do clube], toda a direção e, naturalmente, todos os adeptos”.

“Principalmente aqueles que sempre acreditaram nesta felicidade, que era a subida de divisão”, acrescentou.

Para o presidente da Câmara de Chaves, houve um contágio positivo, de “querer, determinação, vontade, garra e raça” sobre o que é ser transmontano.

“A equipa soube interpretar isso, também foi contagiada e contagiou os adeptos”, salientou.

A autarquia de Chaves recebe esta segunda-feira ao final da manhã a comitiva do Desportivo de Chaves que assegurou mais uma presença no topo do futebol português, adiantou ainda.

Empurrados para o ‘play-off’ de acesso à I Liga na derradeira jornada do segundo escalão, ao terminarem no terceiro lugar, os flavienses, orientados por Vítor Campelos, ultrapassaram o Moreirense, antepenúltimo do principal escalão, em dois jogos, para fazerem a festa da subida.

Esta é a quarta subida ao principal escalão do futebol português para o Desportivo de Chaves: a primeira ocorreu na época 1984/1985, seguindo-se uma segunda, na temporada de 1993/1994 e a penúltima, em 2015/2016.

Em 16 participações no escalão principal, os transmontanos atingiram a glória na década de 1980, quando, na temporada 1986/1987, atingiram o quinto lugar e a qualificação inédita para a antiga Taça UEFA na época seguinte. Em 1989/1990, seguiu-se novo quinto lugar, repetindo a melhor classificação entre os ‘grandes’.

VEJA AINDA:

VISEU: JUDICIÁRIA DETEVE UM HOMEM SUSPEITO DE SEQUESTRAR UMA MULHER

Lusa

VALE DE CAMBRA: 40 ALDEIAS SEM MÉDICO DE FAMÍLIA HÁ UM MÊS

Lusa

GUARDA: AUTARQUIA ALERTA AGRICULTURES PARA ‘TEMPOS DIFÍCEIS’ DEVIDO À SECA

Lusa

PORTO: HOSPITAL DE SÃO JOÃO VACINA GRATUITAMENTE MULHERES COM RISCO DE CANCRO

Lusa

GD CHAVES: HÉLDER MORIM TROCA O LEIXÕES PELOS ‘VALENTES TRANSMONTANOS’

Lusa

VIANA DO CASTELO: COMBOIO PASSA POR CIMA DE SEM-ABRIGO QUE ‘ESCAPA’ ILESA

Lusa