RÁDIO REGIONAL
salt likit
REGIÕES

CORONAVÍRUS: CONCELHO DE OVAR ‘FECHA’ DEVIDO A ESTADO DE CALAMIDADE

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O município de Ovar, hoje declarado em situação de calamidade pública, passa na quarta-feira a controlar as entradas e saídas no concelho, assim como a circulação de pessoas que estejam na rua sem ser por “necessidade premente”.

A decisão de controlo de fronteiras e tomada pelo Ministério da Administração Interna, em articulação com o Ministério da Saúde e com a autarquia do distrito de Aveiro, resulta de uma situação de “contaminação comunitária pela Covid-19”, que dá já por confirmados 28 casos de infeção pelo novo coronavírus e uma grande probabilidade de dezenas de outros casos em análise virem a ser diagnosticados como positivos.

O presidente da Câmara de Ovar, Salvador Malheiro, descreve o momento atual como “crítico, histórico e caótico”, defendendo que a única maneira de se travar o contágio é “eliminar o contacto social presencial” entre os 55.000 habitantes do concelho.

“Temos todos que ficar em casa e encerrar tudo o que pudermos”, afirma.

A atividade empresarial no município de Ovar ficará assim restringida aos setores que comercializam bens de primeira necessidade – venda ou produção de alimentação, medicamentos e combustível, por exemplo – e vai envolver “cercas sanitárias” que permitam às forças de segurança controlar o fluxo de população a entrar e sair do território.

O vice-presidente da autarquia, Domingos Silva, explicou que ainda estão a ser delineadas as operações concretas que permitirão instituir esse controlo, mas admitiu que, tendo o concelho vários pontos viários de acesso ao território, “é provável que algumas estradas sejam cortadas e só outras fiquem a funcionar”.

Quanto à circulação ferroviária, “os comboios vão ter que circular sem paragens na zona entre Esmoriz e Válega”, isto é, entre as estações nos extremos norte e sul do município.

A circulação individual no território, por sua vez, continuará a poder fazer-se “com as devidas cautelas”, até porque não foi implementado o regime de recolher obrigatório” mas a população deve estar preparada para a qualquer momento “poder ser interpelada pelas forças de segurança para explicar o que anda a fazer na rua”.

Caso a circulação não se deva a “necessidades prementes”, os cidadãos em causa podem ser alvo de contraordenações que implicarão sempre “algumas centenas de euros” em multa.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 180.000 pessoas, das quais mais de 7.000 morreram e 75.000 recuperaram.

O surto começou em dezembro na China, que regista a maioria dos casos, e espalhou-se entretanto por mais de 145 países e territórios. Na Europa há mais 67.000 infetados e pelo menos 2.684 mortos, a maioria dos quais em Itália, Espanha e França.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje número de casos confirmados de infeção para 448, mais 117 do que na segunda-feira, dia em que se registou a primeira morte no país.

Dos casos confirmados, 242 estão a recuperar em casa e 206 estão internados, 17 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos. Há ainda a assinalar mais 4.030 casos suspeitos até hoje, dos quais 323 aguardam resultado laboratorial.

Do total de cidadãos infetados em Portugal, três recuperaram.

O país está em estado de alerta desde sexta-feira, tendo o Governo colocado os meios de proteção civil e as forças e serviços de segurança em prontidão.

VEJA AINDA:

COVID-19: ABERTO AUTOAGENDAMENTO PARA MAIORES DE 40 ANOS PARA DOSE DE REFORÇO

Lusa

COVID-19: GRÉCIA COMEÇA A MULTAR PESSOAS COM MAIS DE 60 ANOS QUE NÃO ESTEJAM VACINADAS

Lusa

EM PORTUGAL JÁ FORAM ADMINISTRADAS 20 MILHÕES VACINAS DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA

Lusa

PORTO: INCÊNDIO NA BAIXA COMEÇOU NUMA ‘LAREIRA’

Lusa

LISBOA AVANÇA COM PROGRAMA PARA AVALIAR E PROMOVER RESISTÊNCIA A SISMOS

Lusa

VILA REAL: SUSPEITOS DE RAPTO FICAM OBRIGADOS A APRESENTAR-SE SEMANALMENTE

Lusa
Yatak Odası Takımı Run 3 free games unblocked

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout Elektronik Sigara cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme
salt likit
free hacks