REGIÕES

CRISE: PANDEMIA JÁ CUSTOU DOIS MILHÕES DE EUROS À UNIVERSIDADE DE LISBOA

A pandemia de covid-19 já custou até ao momento uma perda de receita de dois milhões de euros à Universidade de Lisboa, adiantou à Lusa o reitor António Cruz Serra, que admite uma “situação muito complicada” na universidade.

“A situação é muito complicada por causa da pandemia. As pessoas não estão a perceber que as universidades estão a perder uma enorme quantidade de receita”, disse Cruz Serra.

Manter em funcionamento as cantinas, com todas as despesas associadas, sem que se vendam quaisquer refeições, a abertura e manutenção dos jardins botânicos e dos museus, assim como do estádio universitário, sem qualquer receita neste momento, representa o suportar de custos avultados para a instituição, explicou o reitor.

“São mais de dois milhões de euros de diferença entre receita e despesa. Só até agora, e isto admitindo que as coisas a partir de setembro/outubro melhoram um bocadinho”, disse, adiantando que a universidade está a trabalhar no modelo de funcionamento do próximo ano letivo, que deverá ser misto e não integralmente presencial, pelo que a recuperação de atividade não será total.

Portugal contabiliza pelo menos 1.662 mortos associados à covid-19 em 46.818 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Para Portugal, a Comissão Europeia prevê que a economia recue 9,8% do PIB em 2020, uma contração acima da anterior projeção de 6,8% e da estimada pelo Governo português, de 6,9%.

VEJA AINDA:

REGUENGOS DE MONSARAZ: LAR NÃO CUMPRIA AS ORIENTAÇÕES DA DGS – INQUÉRITO

Lusa

TORRE DE MONCORVO: ALDEIAS FORA DE PERIGO APÓS ALGUMAS ‘HORAS DE AFLIÇÃO’

Lusa

MIRANDA DO DOURO: DOIS CASOS POSITIVOS EM LAR DA MISERICÓRDIA

Lusa

ALIJÓ E SABROSA MOBILIZARAM 300 OPERACIONAIS E 8 MEIOS AÉREOS

Lusa

SERNANCELHE: PESSOAS IDOSAS RETIRADAS DE ALGUMAS ALDEIAS EM RISCO

Lusa

SANTO TIRSO: PRISÃO PREVENTIVA PARA SUSPEITO DE TER ATEADO FOGO QUE MATOU ANIMAIS

Lusa