RÁDIO REGIONAL
INTERNACIONAL

EMPRESÁRIO RUSSO OFERECE UM MILHÃO DE DÓLARES PELA DETENÇÃO DE PUTIN

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Um empresário russo residente dos EUA, Alex Konanykhin, ofereceu uma recompensa de um milhão de dólares pela detenção do presidente russo, como “criminoso de guerra”, enquanto decorre a invasão da Ucrânia.

“Prometo pagar um milhão de dólares a qualquer agente da polícia que, cumprindo o seu dever constitucional, detenha Vladimir Putin como criminoso de guerra, segundo o direito russo e internacional”, escreveu o empresário na sua conta na rede social Facebook há uns dias.

O texto estava acompanhado de uma foto ao estilo do ‘Oeste Selvagem’, com a frase “Procura-se vivo ou morto“.

A publicação foi eliminada pela rede social, como informou o próprio Konanykhin, ex-banqueiro e antigo membro do círculo político do ex-presidente Boris Yeltsin, em mensagem mais recente, onde volta a repetir o texto, mas sem aquela ilustração.

“Como cidadão da etnia russa – como escreveu – vejo como meu dever moral facilitar a desnazificação da Rússia. Continuarei a ajudar a Ucrânia nos seus esforços heroicos para resistir ao assalto da horda de Putin”, afirmou, na sua oferta de recompensa.

“Putin não é o presidente russo, já que chegou ao poder em resultado de uma operação especial de rebentar edifícios de apartamentos na Rússia, depois violou a Constituição ao eliminar as eleições livres e assassinar os seus opositores”, escreveu também.

Konanykhin emigrou para os EUA em meados dos anos 1990.

VEJA AINDA:

UCRÂNIA: PORTUGAL VAI RECONSTRUIR ESCOLAS NA REGIÃO DE JITOMIR

Lusa

UCRÂNIA: PELO MENOS 343 CRIANÇAS MORRERAM NA SEQUÊNCIA DA INVASÃO RUSSA

Lusa

PUTIN RESPONDE À NATO E SOBRE A UCRÂNIA ASSEGURA QUE ‘NADA MUDOU’ – GUERRA

Lusa

KIEV SAÚDA ‘POSIÇÃO LÚCIDA’ DA NATO SOBRE A RÚSSIA

Lusa

UCRÂNIA PODE CONTAR COM APOIO DA NATO ‘O TEMPO QUE FOR NECESSÁRIO’ – STOLTENBERG

Lusa

CRESCIMENTO DA AQUICULTURA LEVA PRODUÇÃO A NÍVEL RECORDE EM 2020

Lusa