RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS EXIGEM MAIS APOIO PARA ALOJAMENTO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Os estudantes queixam-se da falta de quartos a preços acessíveis e defendem que os apoios para alojamento deviam ter em conta o rendimento das famílias e o valor das rendas da cidade onde estudam.

O alojamento estudantil voltou a ser um dos assuntos analisados por estudantes de instituições de ensino superior de todo o país que este fim-de-semana estiveram reunidos em sede de Encontro Nacional de Direções Associativas (ENDA), contou à Lusa Marcos Teixeira, tesoureiro da Federação Académica do Porto.

“O alojamento estudantil é um problema com que nos debatemos há muito tempo e a medida apresentada pelo Governo foi uma resposta pouco pensada e insuficiente”, criticou Marcos Teixeira, referindo-se ao Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior Estudantil que disponibilizou este mês mais 600 camas e tem como objetivo duplicar a oferta na próxima década, ou seja, ter 30 mil camas a preços regulados até 2030.

O Governo anunciou também um aumento do complemento de alojamento de 130 para 174 euros, mas Marcos Teixeira diz que esta subida não é real porque o preço das rendas também aumentou.

Para os estudantes, o complemento de alojamento deveria “ter em conta o rendimento das famílias e o valor das rendas da cidade em que estão a estudar, uma vez que o preço de um quarto no Porto é muito diferente de um quarto em Viseu”, lembrou.

O financiamento das instituições de ensino superior, os diferentes valores das propinas e os apoios de ação social foram outros dos assuntos abordados pelo Movimento Associativo Nacional.

As propinas foram outro dos assuntos em cima da mesa. Marcos Teixeira explicou que é preciso acautelar o valor cobrado a estudantes que se encontrem em regime parcial, salvaguardando que este obedeça a um critério de proporcionalidade e que tenha um teto máximo 50% do valor da propina cobrada a estudantes inscritos em regime integral.

Os estudantes defendem ainda que o financiamento das instituições deve ser definido com base numa nova fórmula que parte de três pontos essenciais: as despesas base das instituições; indicadores de desempenho e qualidade e, finalmente, uma verba que contemplasse planos de médio e longo prazo.

No decorrer do Encontro Nacional, os estudantes alertaram ainda para o facto de atualmente haver uma dependência extrema nos fundos comunitários europeus, nomeadamente no que toca aos apoios para a Ação Social.

A saúde mental foi outro dos temas debatidos no encontro em que os estudantes voltaram a chamar a atenção para a necessidade da existência de Gabinetes de Apoio Psicológico e de políticas de educação das comunidades.

VEJA AINDA:

PORTO: TESTES ANTIGÉNIO GRÁTIS DENTRO DE DOIS OU TRÊS DIAS — RUI MOREIRA

Lusa

AÇORES: GOVERNO DECRETA USO OBRIGATÓRIO DE MÁSCARA

Lusa

FC PORTO: RELATÓRIO DE CONTAS 2020/21 APROVADO POR MAIORIA

Lusa

TORRES VEDRAS: SURTO DE COVID-19 NA AUTARQUIA COM 27 INFETADOS

Lusa

LISBOA: TRABALHADORES DA RODOVIÁRIA EM GREVE NA QUINTA E SEXTA-FEIRA

Lusa

BRAGANÇA: UM ‘NOVO’ PERITO FORENSE CONTRADIZ ACUSAÇÃO NO CASO GIOVANI

Lusa

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme