RÁDIO REGIONAL
INTERNACIONAL

EUA: NOVA LEI HOMOFÓBICA

HOMOSEXUAISnbsp| RÁDIO REGIONAL

O estado norte-americano aprovou uma lei que permite que os estabelecimentos públicos e privados possam recusar-se a atender homossexuais com base nas crenças religiosas dos funcionários.

A nova lei, chamada de “Lei de Protecção da Liberdade de Consciência da Discriminação Governamental”, foi aprovada esta terça-feira pelo governador do Mississípi, Phil Bryant, escreve a agência Lusa.

A medida permite que os estabelecimentos, tanto públicos como privados, possam recusar-se a atender homossexuais com base nas suas crenças religiosas e dos funcionários.

Na sua conta do Twitter, Bryant considera que esta lei vem “proteger as crenças religiosas e as convicções morais de indivíduos, organizações e associações privadas de acções discriminatórias por parte do Governo do estado ou das suas dependências políticas”.

O governador norte-americano diz ainda que a lei “reforça os direitos de liberdade religiosa que existem actualmente, como está indicado na Primeira Emenda da Constituição norte-americana”.

Segundo a Lusa, a nova legislação encontrou, como seria de esperar, uma forte oposição por parte da comunidade LGBT mas também do Conselho Económico do Mississípi e de algumas empresas.

VEJA AINDA:

TENSÃO: 27 AVIÕES DE GUERRA CHINESES INVADEM ESPAÇO AÉREO DE TAIWAN

Lusa

RÚSSIA ACUSAM EUA DE ‘ENVOLVIMENTO DIRETO’ EM ATAQUES NA UCRÂNIA

Lusa

PRIMEIRA CONVERSA BLINKEN-LAVROV EM 5 MESES AGENDADA PARA ‘BREVE’

Lusa

RÚSSIA E EUA ESTÃO NUM PONTO DE CONFRONTO ‘MUITO QUENTE’ – KREMLIN

Lusa

JUSTIÇA: DISCRIMINAÇÃO SALARIAL DE MULHERES CUSTOU 112 MILHÕES À GOOGLE

Lusa

RÚSSIA ACUSA OS EUA DE APOIAREM O ‘EXÉRCITO CIBERNÉTICO’ DA UCRÂNIA

Lusa