Ligue-se a nós

REGIÕES

FÁTIMA ESTARÁ PRONTA PARA RECEBER O PAPA NA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

O reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, garantiu hoje que Fátima “estará pronta” para receber o Papa Francisco em agosto de 2023, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa.

Online há

em

O reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas, garantiu hoje que Fátima “estará pronta” para receber o Papa Francisco em agosto de 2023, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em Lisboa.

“Em 2023, Fátima estará pronta para receber o Santo Padre, que virá à Jornada Mundial da Juventude de Lisboa e que virá a Fátima como anunciou”, afirmou o padre Carlos Cabecinhas, na conferência de imprensa que antecede a peregrinação internacional aniversária de outubro, que hoje começa no santuário.

Segundo o reitor, Fátima tem “dois anos para preparar esse grande evento, essa grande festa, e o santuário está já a trabalhar nesse sentido”.

O bispo da Diocese de Leiria Fátima, cardeal António Marto, considerou que “Portugal, em concreto Lisboa, será o centro do mundo católico juvenil” e que “Fátima será um polo aglutinador dos jovens que, vindo a Lisboa, se deslocarão também a este enorme altar”.

António Marto lembrou que Francisco lhe disse que por ocasião da JMJ “viria a Fátima e que não faria sentido vir a Portugal sem vir a Fátima”.

“Tudo faremos para que ele regresse a esta casa peregrino da paz e na esperança de uma humanidade melhor”, declarou, sustentando que “não basta fazer um grande acontecimento, é preciso lançar sementes e trabalhá-las para que deem fruto renovado”.

A Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 (JMJ Lisboa 2023), que será encerrada pelo Papa, vai realizar-se entre os dias 01 e 06 de agosto desse ano.

Na conferência de imprensa, Carlos Cabecinhas acrescentou que este ano, “ainda profundamente marcado pela pandemia” de covid-19, o santuário “registou, entre janeiro e setembro, mais de um milhão e 300 mil peregrinos que participaram nas celebrações do programa oficial ou noutras celebrações que aqui tiveram lugar”.

“Quando comparamos um milhão e 300 mil com os seis milhões habituais, estamos muito longe desse número e dessa normalidade”, reconheceu, ressalvando a existência de “sinais positivos”.

“A três meses e meio do final do ano, 2021 regista já alguma recuperação em relação àquilo que foram os números de 2020, quando, em período homólogo, tínhamos um milhão e 100 mil peregrinos presentes nas celebrações do santuário”, observou.

De acordo com Carlos Cabecinhas, “este ano já registou alguma recuperação até ao momento”.

“Se tivermos em conta os números totais do ano passado, que rondaram um milhão e 400 mil peregrinos, podemos antever números de maior afluência na sequência de uma maior abertura do país e do mundo”, acrescentou, referindo, igualmente, que os grupos organizados começaram a regressar a Fátima.

O sacerdote admitiu que “o caminho vai ser longo, mais longo” do que o santuário gostaria, mas expressou “confiança na progressiva recuperação do número de peregrinos”.

A peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de outubro ao Santuário de Fátima é presidida pelo arcebispo de Salvador da Bahia e primaz do Brasil, cardeal Sérgio da Rocha.

As celebrações começam às 21:30, com a recitação do terço, seguindo-se a procissão das velas e a celebração da palavra.

Na quarta-feira, às 09:00 é recitado o terço, realizando-se, uma hora mais tarde, a missa, que inclui uma palavra dirigida aos doentes. As celebrações terminam com a procissão do adeus.

REGIÕES

PORTO: OBRAS DO METRO CORTAM TRÂNSITO NA RUA DAS DEVESAS ATÉ 2027

A Rua Barão do Corvo, nas Devesas, em Gaia, estará cortada ao trânsito a partir de segunda-feira e até janeiro de 2027 devido às obras da Linha Rubi do Metro do Porto, informou o município.

Online há

em

A Rua Barão do Corvo, nas Devesas, em Gaia, estará cortada ao trânsito a partir de segunda-feira e até janeiro de 2027 devido às obras da Linha Rubi do Metro do Porto, informou o município.

Em causa está uma interrupção do trânsito automóvel na Rua Barão do Corvo, entre a Rua Visconde das Devesas e a Rua José Mariani (aproximadamente a 100 metros para nascente desse arruamento), bem como na Rua Felizardo Lima, junto à Rua Barão do Corvo.

Segundo informação disponível do ‘site’ da autarquia, a interrupção de trânsito deverá entrar em vigor na segunda-feira e durar até 16 de janeiro de 2027.

A Linha Rubi ligará Santo Ovídio à Casa da Música através de uma nova ponte sobre o Douro, e contará com uma estação nas Devesas, que fará ‘interface’ com o comboio e autocarros, tendo de estar pronta até final de 2026.

Já desde esta semana estão em vigor mudanças de sentido de trânsito nas ruas Mouzinho de Albuquerque, entre o cruzamento com a Rua Alexandre Braga e a Rua Visconde das Devesas, de sentido sul/norte para sentido norte/sul, e na Rua Heliodoro Salgado, entre a Rua Conselheiro Veloso da Cruz e a Rua Professor Manuel Pires Veloso, de sentido sul/norte para sentido norte/sul.

Também vários arruamentos de sentido único foram adaptadas a dois sentidos, casos das ruas José Mariani, entre o cruzamento da Rua Carlos Guedes de Amorim e a Rua Visconde das Devesas/Rua José Fontana, Rua Barão do Corvo, para nascente da Rua José Mariani, até à zona de obra, para acesso a habitações/lojas, e Rua Felizardo Lima, para norte no cruzamento com a Travessa Visconde das Devesas.

Já na Rua Professor Manuel Pires Veloso dá-se uma mudança de dois sentidos para um único (norte-sul).

Quanto a desvios pedonais, será sempre garantido acesso pedonal pela Rua Barão do Corvo, de acordo com a fase de execução dos trabalhos, de demolição e escavação da Estação das Devesas, bem como o atravessamento da Rua Felizardo Lima através de passadeira, encaminhando para a Travessa Visconde das Devesas.

Será ainda proibido o estacionamento na Rua Heliodoro Salgado.

O valor global de investimento da Linha Rubi (Casa da Música – Santo Ovídio, incluindo nova ponte sobre o rio Douro) é de 435 milhões, um investimento financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

A Linha Rubi, com 6,4 quilómetros e oito estações, inclui uma nova travessia sobre o Douro, a ponte D. Antónia Ferreira, a Ferreirinha, que será exclusivamente reservada ao metro e à circulação pedonal e de bicicletas.

Em Gaia, as estações previstas para a Linha Rubi são Santo Ovídio, Soares dos Reis, Devesas, Rotunda, Candal e Arrábida, e no Porto Campo Alegre e Casa da Música.

A empreitada tem de estar concluída até ao final de 2026.

LER MAIS

REGIÕES

CARRAZEDA DE ANSIÃES: HOMEM CONSTITUÍDO ARGUIDO POR PROVOCAR INCÊNDIO

A Guarda Nacional Republicana (GNR) constituiu arguido um homem de 41 anos em Marzagão, Carrazeda de Ansiães, por ter ateado um incêndio de forma negligente enquanto manuseava uma motorroçadora, informou hoje a autoridade.

Online há

em

A Guarda Nacional Republicana (GNR) constituiu arguido um homem de 41 anos em Marzagão, Carrazeda de Ansiães, por ter ateado um incêndio de forma negligente enquanto manuseava uma motorroçadora, informou hoje a autoridade.

O caso remonta a 16 deste mês, no distrito de Bragança. A investigação conduzida pela GNR permitiu perceber que a ignição aconteceu durante a realização de atividades agrícolas com uma motorroçadora, de forma negligente, num terreno junto a uma mancha florestal.

A GNR conseguiu identificar o responsável pelos trabalhos que estavam em curso, onde não foram mantidos os cuidados necessários de vigilância. Os factos foram remetidos para o tribunal de Vila Flor.

A Guarda relembrou que a Linha SOS Ambiente e Território – 808 200 520 – funciona em permanência, para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

LER MAIS

MAIS LIDAS