Ligue-se a nós

DESPORTO

FC PORTO VENCE MARSELHA E DÁ PASSO IMPORTANTE RUMO À QUALIFICAÇÃO

Esta quarta-feira, num jogo da 3.ª jornada do grupo C da Liga dos Campeões, que marcou o regresso de André Villas-Boas ao estádio do dragão, o FC Porto recebeu e o venceu o Marselha por 3-0. Somando três importantes pontos na corrida pelo apuramento para a fase a eliminar da prova milionária.

Online há

em

blank

Esta quarta-feira, num jogo da 3.ª jornada do grupo C da Liga dos Campeões, que marcou o regresso de André Villas-Boas ao estádio do dragão, o FC Porto recebeu e o venceu o Marselha por 3-0. Somando três importantes pontos na corrida pelo apuramento para a fase a eliminar da prova milionária.

Decididos a deixar para trás a derrota com o Paços de Ferreira para o campeonato, os dragões entram fortes na partida e abriram o marcador muito cedo. Logo aos quatro minutos, Corona recuperou uma bola mal aliviada pela defesa do Marselha e com alguma sorte à mistura, serviu Marega para o 1-0. Solto de marcação, o avançado maliano apenas teve de encostar.

A vantagem azul e branca foi colocada em xeque pouco depois, já que Sarr vez falta sobre Thauvin no interior da área do FC Porto. Payet assumiu a conversão do pontapé de penalti, mas acabou por desperdiçar a oportunidade, tendo rematado por cima da baliza de Marchesín.

A falha do Marselha deu ainda mais força aos dragões que, sem grande esforço, controlavam a partida e sempre que podiam tentavam visar a baliza gaulesa. Porém, acabou por ser através de um novo brinde da defesa da equipa de André Villas-Boas que os portistas aumentaram o marcador. Corona voltou a estar no lance e ao tentar servir um colega, o mexicano foi derrubado por Amavi dentro da área do Marselha.

Chamado à marcação, Sérgio Oliveira não falhou e aos 28’ fez o 2-0 para o FC Porto. O quinto golo do internacional português na temporada.

Minutos mais tarde, Mateu Lahoz, o árbitro do encontro, assinalou nova grande penalidade para equipa francesa, por mão de Uribe, mas a decisão acabou por ser revertida após intervenção do VAR.

Tudo corria bem ao Porto que, em cima do intervalo, ficou muito perto de voltar a marcar. Marega intercetou uma má reposição de Mandanda e com tudo para bisar na partida falhou no momento do remate.

A pausa fez bem ao Marselha que apareceu na segunda parte mais solto e atrevido, ainda que sem qualquer resultado prático, já que os comandados de Sérgio Conceição, com maior ou menor dificuldade, continuavam a controlar as operações e a tentar surpreender em contra-ataque.

Foi precisamente através de uma transição que o Porto fixou o resultado final aos 69 minutos. Corona, o suspeito do costume, voltou a estar envolvido na jogada e serviu Luiz Díaz que, com um remate de primeira, atirou a contar e assinou o 3-0 para o conjunto azul e branco. O segundo tento do internacional colombiano na atual edição da Liga dos Campeões.

Mesmo com a vitória garantida, o encontro controlado e a enorme carga de jogos nas pernas, Sérgio Conceição não facilitou e apenas começou a mexer no onze a quinze minutos dos 90. Mesmo assim, o técnico portista ainda foi a tempo de dar alguns minutos a jogadores menos utilizados ou que estão em fase de adaptação ao clube, como Taremi, Romário Baró ou Grujic.

Vitória do Porto por 3-0 que, desta forma, isola-se no segundo lugar do grupo C e fica em boa posição para seguir em frente na liga milionária.

Diogo Miguel Nunes

DESPORTO

TRANSFERÊNCIAS: GIL DIAS DEIXA BENFICA RUMO AO ESTUGARDA

O médio português Gil Dias, de 26 anos, vai alinhar nos alemães do Estugarda, 15.º classificado da Liga alemã de futebol, deixando, a título definitivo o Benfica, anunciaram hoje as ‘águias’.

Online há

em

blank

O médio português Gil Dias, de 26 anos, vai alinhar nos alemães do Estugarda, 15.º classificado da Liga alemã de futebol, deixando, a título definitivo o Benfica, anunciaram hoje as ‘águias’.

“O Sport Lisboa e Benfica comunica que chegou a acordo com o Estugarda, da Alemanha, para a cedência, a título definitivo, do futebolista Gil Dias. O médio atacante chegou ao Benfica no início da época 2021/22 e, desde então, participou em 20 jogos e apontou um golo”, lê-se no sítio oficial do Benfica na Internet.

Também o emblema alemão, que conta com o também português Tiago Tomás, por empréstimo do Sporting, atualmente lesionado, saudou o ingresso do médio que alinhava no líder da I Liga portuguesa.

Gil Dias chegou ao Benfica no início da época passada, proveniente do Mónaco, que, em 2014/15 o contratou ao Sporting de Braga, e o cedeu, sucessivamente, a Varzim, Rio Ave, Fiorentina, Nottingham Forest, Olympiacos, Granada e Famalicão.

“Contratámos um jogador que pode ser utilizado em várias posições nas alas, podendo substituir, a curto prazo, o lesionado Tiago Tomás, mas que também é uma adição valiosa ao nosso plantel a longo prazo”, afirmou Fabian Wohlgemuth, diretor desportivo do Estugarda, citado pelo clube alemão.

LER MAIS

DESPORTO

PRIMEIRA LIGA: DESPORTIVO DE CHAVES VAI A GUIMARÃES PARA VENCER

O Vitória de Guimarães recebe hoje o Desportivo de Chaves, em jogo da 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com ambas as equipas com o objetivo de regressarem aos triunfos no campeonato.

Online há

em

blank

O Vitória de Guimarães recebe hoje o Desportivo de Chaves, em jogo da 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com ambas as equipas com o objetivo de regressarem aos triunfos no campeonato.

O Vitória de Guimarães, que está em oitavo com 24 pontos, não vence no campeonato há quatro jogos consecutivos, com três derrotas e um empate, e vai procurar regressar aos triunfos na jornada de abertura da segunda volta, de modo a não perder mais terreno na luta pelas competições europeias.

Já o Desportivo de Chaves, que está em 10.º com 22, também não vence há quarta partidas seguidas, com três empates e uma derrota, e sabe que um triunfo permite ultrapassar os vimaranenses na tabela classificativa.

No jogo da primeira volta, o Vitória de Guimarães venceu em Chaves por 1-0, com o único golo da partida a ser apontado pelo avançado André Silva.

O jogo entre o Vitória de Guimarães e o Desportivo de Chaves está agendado para as 20:30, no Estádio D. Afonso Henriques, e vai ser arbitrado por Hélder Malheiro, da associação de Lisboa.

A jornada 18, que começou no domingo, apenas vai terminar na quarta-feira, com os jogos Marítimo-FC Porto e Sporting-Sporting de Braga, com o Benfica a jogar na terça-feira em Arouca.

LER MAIS

DESPORTO

SÉRGIO CONCEIÇÃO ISOLA-SE COMO TREINADOR MAIS TITULADO PELO FC PORTO

No Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, os golos do canadiano Stephen Eustáquio (10 minutos) e do espanhol Iván Marcano (86) sentenciaram a final da 16.ª edição da prova mais jovem do futebol profissional português, que os ‘azuis e brancos’ nunca tinham vencido, após já terem perdido em 2009/10, 2012/13, 2018/19 e 2019/20.

Online há

em

blank

No Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, os golos do canadiano Stephen Eustáquio (10 minutos) e do espanhol Iván Marcano (86) sentenciaram a final da 16.ª edição da prova mais jovem do futebol profissional português, que os ‘azuis e brancos’ nunca tinham vencido, após já terem perdido em 2009/10, 2012/13, 2018/19 e 2019/20.

Os últimos dois desaires tinham acontecido sob orientação de Sérgio Conceição, que, à quinta participação na ‘final four’ da Taça da Liga, completou o seu palmarés individual e do FC Porto – vencedor de 30 edições da I Liga, 18 Taças de Portugal, 23 Supertaças Cândido de Oliveira e quatro do extinto Campeonato de Portugal – nas provas nacionais.

O antigo avançado internacional português, de 48 anos, festejou três campeonatos, uma Taça de Portugal e uma Supertaça Cândido de Oliveira nas duas fases em que alinhou pelos ‘azuis e brancos’ (1996-1998 e 2004), mas tem quebrado recordes como treinador.

Designado em junho de 2017 como sucessor de Nuno Espírito Santo, Sérgio Conceição precisou de cinco épocas e meia para ultrapassar Artur Jorge no trono dos técnicos mais titulados de sempre do FC Porto, num mês em que se isolou igualmente na liderança do somatório de vitórias pelos campeões nacionais, deixando para trás José Maria Pedroto.

Antes de o clube nortenho se tornar o sexto a erguer a Taça da Liga, o conimbricense já tinha contribuído na conquista de três campeonatos (2017/18, 2019/20 e 2021/22), duas Taças de Portugal (2019/20 e 2021/22) e três Supertaças (2018, 2020 e 2022), detendo agora pela primeira vez na carreira os quatro principais cetros nacionais em simultâneo.

O FC Porto iniciou a época a bater o Tondela, recém-despromovido à II Liga, por 3-0, na Supertaça Cândido de Oliveira, com Sérgio Conceição a igualar em Aveiro a fasquia de Artur Jorge, cujas passagens pelos ‘azuis e brancos’ (1984-1987 e 1989-1991) renderam três campeonatos (1984/85, 1985/86 e 1989/90), uma Taça de Portugal (1990/91), três Supertaças (1984, 1986 e 1990) e a primeira Taça dos Campeões Europeus (1986/87).

O pódio de técnicos mais titulados culmina com Jesualdo Ferreira, José Maria Pedroto, José Mourinho e o croata Tomislav Ivić, cada um com seis troféus, seguindo-se o inglês Bobby Robson e o antigo selecionador português Fernando Santos, ambos com cinco.

Já a ultrapassagem a José Maria Pedroto no capítulo das vitórias confirmou-se em 11 de janeiro, quando assinalou o seu 300.º confronto à frente do clube com o 216.º triunfo em todas as competições, na receção ao Arouca, por 4-0, dos ‘oitavos’ da Taça de Portugal.

Sérgio Conceição está a 18 duelos de distância de partilhar igualmente com o malogrado ‘mestre’, que já considerou ser a sua referência, o trono de treinador com mais partidas à frente do FC Porto, quando restam, pelo menos, mais 21 jogos por cumprir em 2022/23.

Esse percurso começou oficialmente em 09 de agosto de 2017, ao estrear-se na edição 2017/18 da I Liga com uma goleada caseira ante o Estoril Praia, por 4-0, com dois golos do maliano Moussa Marega, um do argelino Yacine Brahimi e outro do espanhol Iván Marcano, numa campanha em que os ‘dragões’ negariam um inédito ‘penta’ do Benfica.

As épocas seguintes juntaram duas ‘dobradinhas’ às nove do FC Porto – duas abaixo das ‘águias’ e três acima do Sporting -, sendo que as sucessivas conquistas de campeonato, Taça de Portugal e Supertaça de maio a julho de 2022 deram o sétimo ‘triplete’ ao clube.

Em 2022/23, os nortenhos priorizam uma inaudita revalidação do cetro da I Liga na ‘era’ Sérgio Conceição, que permitiria ao ex-jogador isolar-se como único treinador a vencer quatro campeonatos pelo FC Porto, à frente dos três de Artur Jorge e Jesualdo Ferreira.

O atraso de oito pontos face ao líder Benfica, que tem mais um desafio, reduz a margem de erro do FC Porto à entrada para a segunda volta, uma época depois de ter fixado os recordes de pontos numa edição da prova (91) e de mais rondas seguidas invictas (58).

Sérgio Conceição também comanda outras marcas do clube na Liga dos Campeões, tais como as de mais pontos numa fase de grupos (16 em 18 possíveis, em 2018/19) – a par de António Oliveira (1996/97) -, vitórias (20) e jogos (40), tendo sido eliminado por duas vezes nos ‘quartos’ ante os futuros campeões Liverpool (2018/19) e Chelsea (2020/21).

O antigo treinador de Olhanense, Académica, Sporting de Braga, Vitória de Guimarães e dos franceses do Nantes está vinculado ao FC Porto até 2024 e é o primeiro no ‘reinado’ presidencial de Jorge Nuno Pinto da Costa a cumprir mais de quatro épocas seguidas no banco do clube do seu coração, pelo qual já atuou em 393 jogos como atleta ou técnico.

LER MAIS

DESPORTO

FC PORTO VENCE SPORTING E CONQUISTA TAÇA DA LIGA PELA PRIMEIRA VEZ (VÍDEO)

O FC Porto conquistou hoje pela primeira vez a Taça da Liga de futebol, depois de bater o Sporting por 2-0 na final da competição, em jogo disputado no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria.

Online há

em

blank

O FC Porto conquistou hoje pela primeira vez a Taça da Liga de futebol, depois de bater o Sporting por 2-0 na final da competição, em jogo disputado no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria.

O médio internacional canadiano Stephen Eustáquio, logo aos 10 minutos, inaugurou o marcador e o central espanhol Marcano, aos 86, ampliou a vantagem do FC Porto, numa altura em que os ‘leões’ já alinhavam reduzidos a 10 jogadores devido a expulsão do avançado Paulinho, aos 72.

Os ‘dragões’ conseguem, assim, conquistar o troféu pela primeira vez, na quinta final que disputaram, enquanto o Sporting, que tinha vencido as duas edições anteriores, continua com um total de quatro troféus, em sete finais jogadas.

Fonte: Vídeo Sport TV

LER MAIS

JORNAL ONLINE

blank

DESPORTO DIRETO

MUSICBOX

EMISSÃO NACIONAL





EMISSÃO REGIONAL










WEBRÁDIOS TEMÁTICAS MUSICAIS










LINHA CANCRO

PAGAMENTO PONTUAL

KEYWORDS

MAIS LIDAS