Connect with us

POLÍTICA

FELICIANO BARREIRAS DUARTE VOTOU NO OE2019 SEM ESTAR NO PARLAMENTO

O deputado e antigo secretário-geral do PSD esteve na reunião plenária de 30 de outubro, mas ausentou-se cinco horas antes da votação do Orçamento do Estado para 2019. Por causa de uma “emergência familiar”, explicou o próprio ao Sapo 24.

Data:

em

O deputado e antigo secretário-geral do PSD esteve na reunião plenária de 30 de outubro, mas ausentou-se cinco horas antes da votação do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019). Por causa de uma “emergência familiar”, explicou fonte próxima do deputado ao Sapo 24.

No entanto, o seu voto contra o OE2019 foi registado. “O SAPO24 apurou que Feliciano Barreiras Duarte (…), apesar de ter abandonado a sala antes do momento da votação, foi registado para efeitos de quórum e votou. No entanto, o Regimento da Assembleia da República é claro quando no artigo 93º, no ponto 2, refere que ‘não é admitido o voto por procuração ou por correspondência’”.

Feliciano Barreiras Duarte terá abandonado o Parlamento por volta das “13h00 para acorrer a uma emergência de um dos seus filhos menores”, disse fonte autorizada pelo deputado ao jornal. “A sua saída do Parlamento, depois de ter assistido a toda a sessão [da manhã], teve a ver com a sua condição de Pai, que tem tido um dos seus filhos com sucessivos problemas de saúde, o que o tem levado inclusive a muitos internamentos hospitalares e a outros acompanhamentos médicos e familiares regulares”.

“A saída de Feliciano Barreiras Duarte do plenário foi compreensivelmente à pressa, não se recordando se deixou o sistema ligado, nem sabendo o que se passou a seguir, pois a sessão terminou entretanto; [o deputado] não pediu ou deu indicações a alguém para votar por si, primeiro porque saiu com urgência e com outras preocupações em mente; depois, porque a votação não era nominal, pelo que nenhum problema adviria se não votasse expressamente”, justifica a fonte próxima de Barreiras Duarte, citada pelo Sapo 24.

DN | JE

AS MAIS LIDAS