NACIONAL

FOGOS: 50 CONCELHOS EM RISCO MÁXIMO

Mais de 50 concelhos de dez distritos do continente estão hoje em risco ‘máximo’ de incêndio, incluindo a Sertã, que está a ser afectada por um fogo que mobiliza mais de mil operacionais, segundo o IPMA.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), mais de 50 concelhos dos distritos de Castelo Branco, Faro, Portalegre, Santarém, Coimbra, Leiria, Guarda, Vila Real, Viseu e Bragança estão hoje em risco ‘máximo’ de incêndio.

Entre estes estão os concelhos de Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova, Vila de Rei, Sertã, Oleiros e Covilhã, no distrito de Castelo Branco, onde continuam por dominar dois fogos, e Coimbra com um incêndio com cinco frentes ativas em Penacova.

Às 06:30, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) indicava que mais de dois mil operacionais combatiam incêndios no distrito de Castelo Branco, Portalegre e Coimbra, sendo que o fogo da Sertã é o que mobilizava mais meios, 1.158.

O incêndio que mais preocupava é o que lavra na Sertã, que começou no domingo e se estendeu aos concelhos de Proença-a-Nova e Mação, no distrito de Santarém (que chegou a ameaçar a sede do concelho e casas e que já está desde a madrugada de hoje em fase de rescaldo).

Também no distrito de Castelo Branco, está por controlar um incêndio em Malhadal, no concelho de Proença-a-Nova, que deflagrou na quarta-feira às 20:28 e que mobiliza 177 operacionais, com o auxílio de 56 veículos.

Por dominar estava também o incêndio que deflagrou quarta-feira em São Mamede, na freguesia de Lorvão, concelho de Penacova, que tem cinco frentes ativas e mobiliza 506 operacionais, com o auxílio de 162 veículos.

Além dos mais de 50 concelhos em risco ‘máximo’ de incêndio, o IPMA colocou também em risco ‘muito elevado’ e ‘elevado’ vários concelhos dos 18 distritos de Portugal continental.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre “Reduzido” e “Máximo”.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes