CIÊNCIA & TECNOLOGIA

GOOGLE E APPLE VÃO CRIAR SOFTWARE PARA ‘RASTREAR’ PANDEMIA

As gigantes tecnológicas norte-americanas Google e Apple anunciaram, na sexta-feira, uma parceria para desenvolver ‘software’ que permita o rastreamento digital de pessoas que estiveram perto de outras infetadas pelo novo coronavírus, para limitar a propagação da pandemia.

“A Google e a Apple anunciaram um esforço conjunto que vai permitir a utilização da tecnologia ‘Bluetooth’ para ajudar governos e agências de saúde a reduzir a propagação do novo coronavírus”, explicitam as duas empresas através de comunicado conjunto, citado pela agência France-Presse.

Ou seja, os ‘smartphones’ com sistema operativo iOS, da Apple, ou Android, da Google, vão poder trocar informações através de ‘Bluetooth’ para acompanhar os contactos entre pessoas e alertar os utilizadores se tiverem estado em contacto com alguém que está contagiado com a doença covid-19.

De acordo com ambas as gigantes tecnológicas, estas ferramentas deverão estar disponíveis a partir de maio e este ‘software’ terá em conta o “respeito pela privacidade” e a segurança dos utilizadores.

Aplicações para ‘smartphones’ semelhantes já foram desenvolvidas por outras empresas que criam ‘software’ na China ou em Singapura.

Os sistemas operativos da Google e da Apple são os mais utilizados em dispositivos móveis em todo o mundo.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 96 mil mortos e infetou quase 1,6 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Os Estados Unidos são o país mais afetado em número de casos, com 466.299 infetados e 16.686 mortos.

A Europa é o continente com mais casos contabilizados (826.382) e com maior número de vítimas mortais (66.642).

A Itália é o país com maior número de mortes (18.279), seguida dos Estados Unidos (16.686), da Espanha (15.843), da França (12.210) e do Reino Unido (7.978).

Em África, há registo de 630 mortos num universo de mais de 12.219 casos em 52 países.

VEJA AINDA:

COVID-19: ESCOLAS DE ACOLHIMENTO SERVIRAM 37 MIL REFEIÇÕES DIÁRIAS

Lusa

O OUTRO LADO DA PANDEMIA – ENTREVISTA A MARLI VITORINO (16:00)

Vítor Fernandes

COVID-19: TESTES VÃO SER ALARGADOS AOS CONTACTOS DE BAIXO RISCO

Lusa

ORDEM DOS MÉDICOS DIZ QUE ‘NÃO SE PODE DESCONFINAR JÁ’

Lusa

PORTUGAL VAI CONTINUAR ‘CONFINADO’ ATÉ MEADOS DE MARÇO DIZ MINISTRA DA SAÚDE

Lusa

COVID-19: PRIMEIRA FASE DE VACINAÇÃO PROLONGADA ATÉ ABRIL

Lusa