Ligue-se a nós

INTERNACIONAL

GUERRA: MAIS DE 3 MILHÕES DE CRIANÇAS NA UCRÂNIA PRECISAM DE AJUDA CONTINUADA

O coordenador para as situações de emergência da UNICEF na Ucrânia indicou em entrevista à Lusa que 3,3 milhões de crianças necessitam de assistência continuada e quando se perspetiva um agravamento do conflito com a aproximação da primavera.

Online há

em

O coordenador para as situações de emergência da UNICEF na Ucrânia indicou em entrevista à Lusa que 3,3 milhões de crianças necessitam de assistência continuada e quando se perspetiva um agravamento do conflito com a aproximação da primavera.

“Perto de 3,3 milhões de crianças ucranianas necessitam de assistência. Estamos no terreno, incluindo na linha da frente no leste da Ucrânia. Temos gabinetes em Kharkiv, Dnipro, Odessa, Mikholaiv, ainda noutras regiões, e tentamos reparar os estragos”, indicou Mustapha Ben Messaoud, responsável no terreno desta agência das Nações Unidas vocacionada para o auxílio humanitários às crianças a nível global.

No decurso de um contacto telefónico e a partir de Kiev, Ben Messaoud assinalou que nos últimos três meses se verifica uma “nova intensificação do conflito que se assemelha ao que sucedeu em 2022”, que de seguida foi contido na sequência da recuperação de território pelas forças ucranianas.

“Mas agora estamos a regressar a uma situação similar à de 2022, com um novo impulso das forças russas”, admitiu.

“Isso significa que hoje existem crianças muito afetadas, cerca de três milhões de crianças que necessitam da nossa assistência, na Ucrânia e nos países limítrofes”.

A UNICEF possui uma equipa de 300 colaboradores na Ucrânia, distribuídos pelo gabinete central em Kiev, e ainda gabinetes em Lviv, Odessa, Mikholaiv, Poltava, Kharkiv ou Dnipro, com capacidade para fornecer diversos recursos.

O responsável da UNICEF recordou que 3,7 milhões de ucranianos foram deslocados para outras regiões do país desde o início da invasão russa em larga escala em 24 de fevereiro de 2022, para além de ser um dos países do mundo “mais contaminados” pelas minas terrestres.

“Enfrentamos perturbações físicas e mentais nas crianças, apesar de termos assistido cerca de dois milhões de crianças em termos de saúde mental em 2023”, disse.

“Desde o início do conflito e em média, as crianças passaram entre 2.800 horas e 4.800 horas nos abrigos antiaéreos, e muitas crianças não têm acesso à escola, não têm elementos de sociabilidade, sem interação com outras crianças, ficam em casa e a escola é feita à distância por internet, quando têm essa possibilidade”.

Um “‘stress’ diário”, caracterizado por bombardeamentos aéreos, mísseis, ‘drones’ e com inevitáveis reflexos na estrutura familiar.

“Em muitos casos, um dos pais está na linha da frente e o outro ao seu lado, em geral a mãe. Uma situação terrível para essas crianças. E hoje não vemos uma solução a curto prazo para o que se passa na Ucrânia”.

A reparação das infraestruturas danificadas pelo conflito também se inclui nas prioridades da agência da ONU, especificou o responsável.

“Cerca de mil quilómetros de redes de água foram destruídos, uma barragem destruída que inundou grande parte do sudeste ucraniano, com centenas de milhares de pessoas afetadas. Fornecemos água, assegurarmos que a água que transportamos para ser consumida foi tratada. Em 2023 fornecemos água a 5,4 milhões de ucranianos”, precisou Ben Messaoud.

No âmbito específico da proteção à infância, Ben Messaoud apontou as consequências diretas para as crianças, em particular as “angústias” relacionadas com este conflito.

“Em 2023 tratámos 2,5 milhões de crianças com problemas de saúde mental, elaborámos programas para abordar violência de género, em particular dirigida às mulheres, promovemos mensagens e formação sobre os riscos das minas e explosivos na Ucrânia, e que foram dirigidos a oito milhões de crianças”, relatou.

O coordenador da UNICEF assegurou que a organização já reabilitou 17 hospitais e centros de pediatria, para que as ucranianas e as crianças tenham acesso a cuidados de saúde primários.

“Temos um programa destinado ao conjunto das mulheres, sobretudo na linha da frente, sobre a disponibilidade de hospitais e centros de cuidados médicos”, prosseguiu, antes de especificar “outro grande projeto” em curso.

“Estabelecemos um sistema de proteção social que existe em França, sobretudo para os mais fragilizados, e que já transferiu fundos para cerca de 60.000 famílias. Tentamos dar prioridade às famílias que possuam pessoas deficientes, a famílias monoparentais ou crianças que estão em centros especializados, que não estejam com os seus pais. Tentamos assistir às necessidades das crianças desde o seu nascimento até à idade adulta”.

O prolongamento do conflito e o confronto diário com a “realidade do terreno” implica uma “atualização diária”, especificou.

“A UNICEF fez um apelo aos doadores para o fornecimento de 580 milhões de euros para 2024. Penso que esse montante vai ser reavaliado em breve e será da ordem dos 600 milhões. A soma necessária para que possamos atender às necessidades das crianças”, prognosticou.

“Sobre a forma como trabalhamos, devemos focalizar-nos nas capacidades locais, trabalhamos em 97% com os parceiros ucranianos locais e com as autoridades locais, das províncias [oblast] aos municípios”.

O responsável da agência da ONU também sublinhou o aumento da capacidade desses parceiros, das autoridades, o estabelecimento de “sistemas de resiliência para que o país e o conjunto desses atores tenham a capacidade de resistir e manter funcionais os serviços essenciais”.

“Caso tenhamos de enfrentar um cenário catastrófico, que atualmente ainda não é o caso, a UNICEF possui uma experiência e meios de reagir muito rapidamente, para fazer chegar recursos suplementares no apoio à Ucrânia”, frisou.

INTERNACIONAL

ADVOGADOS DE TRUMP DECLARAM EX-PRESIDENTE INOCENTE NO INÍCIO DE JULGAMENTO

Os advogados de defesa do ex-presidente dos EUA Donald Trump declararam hoje o seu cliente inocente, alegando que o Ministério Público nem sequer devia ter iniciado este processo.

Online há

em

Os advogados de defesa do ex-presidente dos EUA Donald Trump declararam hoje o seu cliente inocente, alegando que o Ministério Público nem sequer devia ter iniciado este processo.

Nas declarações iniciais do julgamento de Trump, os procuradores defenderam que o ex-presidente “orquestrou um esquema criminoso para subverter” as eleições presidenciais de 2016.

Os advogados de defesa alegaram que Trump está inocente, acrescentando que o gabinete do procurador distrital de Manhattan “nunca deveria ter aberto este caso”.

Um painel de jurados nova-iorquinos — 12 jurados e seis suplentes — tomou posse na passada sexta-feira, após quatro dias de seleção do júri, e começou hoje a participar naquele que é o primeiro julgamento criminal contra um ex-presidente dos EUA.

Trump é acusado de falsificar registos comerciais como parte de um alegado esquema para dissimular histórias que acreditava que poderiam prejudicar a sua campanha presidencial em 2016.

No centro das acusações está um pagamento de cerca de 100 mil euros feito à atriz pornográfica Stormy Daniels por Michael Cohen, ex-advogado de Trump, para evitar que fosse conhecida uma relação extramatrimonial com o empresário.

Os procuradores dizem que Trump dissimulou a verdadeira natureza dos pagamentos falsificando documentos comerciais.

O ex-presidente nega ter tido um encontro sexual com Daniels e os seus advogados argumentam que os pagamentos feitos a Cohen foram despesas legais legítimas, declarando-se inocente de 34 acusações criminais de falsificação de registos comerciais.

Um dos advogados de defesa de Donald Trump concentrou-se durante as declarações iniciais em repetir argumentos colocando em questão a credibilidade de uma das principais testemunhas da acusação: Michael Cohen.

O advogado Todd Blanche forneceu um extenso relato sobre o cadastro criminal de Cohen e sobre o facto de ele já ter sido condenado por mentir sob juramento.

Blanche acusou Cohen de ser “obcecado pelo ex-presidente”, dizendo que “o seu sustento financeiro depende da destruição da reputação de Trump.

“Não se pode tomar uma decisão séria sobre o presidente Trump confiando nas palavras de Michael Cohen”, argumentou Blanche.

Antecipando os prováveis ataques da defesa à sua principal testemunha, o procurador Matthew Colangelo reconheceu o cadastro criminal de Cohen, logo no início do julgamento.

Os advogados de defesa argumentaram ainda que Trump não teve nada a ver com os pagamentos feitos para evitar que histórias sobre a sua vida sexual se tornassem públicas, nas vésperas das eleições presidenciais de 2016.

Blanche questionou em particular a insinuação feita pela acusação de que o pagamento a Stormy Daniels se destinava a tentar influenciar o resultado das eleições presidenciais.

“Não há nada de errado em tentar influenciar uma eleição. Isso chama-se democracia”, concluiu o advogado.

LER MAIS

INTERNACIONAL

RÚSSIA VAI TOMAR MEDIDAS SE A POLÓNIA INSTALAR ARMAS NUCLEARES

Moscovo declarou que vai tomar medidas para garantir a própria segurança se a Polónia acolher armas nucleares, depois de o Presidente polaco ter evocado a possibilidade de instalar esse armamento no país.

Online há

em

Moscovo declarou que vai tomar medidas para garantir a própria segurança se a Polónia acolher armas nucleares, depois de o Presidente polaco ter evocado a possibilidade de instalar esse armamento no país.

“As Forças Armadas vão, naturalmente, analisar a situação e, em qualquer caso, tomar todas as medidas de retaliação necessárias para garantir a nossa segurança”, disse o porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov.

O porta-voz do chefe de Estado russo referia-se diretamente às declarações do Presidente polaco Andrzej Duda, que declarou que a Polónia é um país “pronto a aceitar armas nucleares” de países aliados.

Numa entrevista publicada pelo diário polaco “Fakt”, Duda afirmou que “a Rússia está a militarizar cada vez mais Kaliningrado”, o antigo enclave russo que faz fronteira com a Polónia e a Lituânia, e que Moscovo “também tem transferido armas nucleares para a Bielorrússia”.

“Se os nossos aliados decidirem instalar mísseis nucleares no nosso território, estamos preparados”, afirmou.

“Fazemos parte da Aliança do Atlântico Norte e, por conseguinte, temos obrigações nesta matéria, o que significa que aplicamos simplesmente uma política de interesses comuns”, acrescentou.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO
A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
FAMALICÃO X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X VIZELA




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
AROUCA X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X BENFICA




RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% INSPIRATION


WEBRADIO 100% DANCE

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL
NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS