JUDICIÁRIA: BUSCAS NO MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA E PROTEÇÃO CIVIL

A Polícia Judiciária está hoje a fazer buscas nas instalações do Ministério da Administração Interna (MAI) e na Autoridade Nacional da Proteção Civil, alegadamente por causa do caso das golas antifumo.

Em nota enviada à comunicação social, o MAI confirma as buscas, adiantando que “está a ser prestada toda a colaboração na realização das referidas diligências”.

Vários órgãos de comunicação social estão a divulgar a realização destas buscas, indicando que as diligências estão relacionadas com o ‘dossier’ das golas antifumo do programa “Aldeia Segura” e que em causa estão suspeitas de crimes de participação económica em negócio e desvio de subsídio.

O caso das golas antifumo levou em julho o ministro da Administração Interna a abrir um inquérito sobre a contratação de “material de sensibilização para incêndios”.

Dois dias depois da decisão do ministro, o adjunto do secretário de estado da Proteção Civil demitiu-se após ter sido noticiado o seu envolvimento na escolha das empresas que produziram os ‘kits’ de emergência que continham as golas antifumo para o programa “Aldeia Segura”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.