REGIÕES

LAR EM MATOSINHOS ENCERRADO PELA SEGURANÇA SOCIAL POR SOBRELOTAÇÃO E UTENTES RETIRADOS

Um lar em São Mamede de Infesta, em Matosinhos, foi hoje encerrado pela Segurança Social por estar “sobrelotado”, estando agora os utentes a ser retirados e levados para outras instalações, adiantou hoje à Lusa fonte dos bombeiros locais.

Segundo a fonte, este lar estaria com “capacidade superior à permitida e estabelecida”, levando ao seu encerramento e à retirada dos residentes.

Os bombeiros vão transportar quatro utentes acamados para o Hospital da Cruz Vermelha, em Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, sendo os restantes, sem revelar quantos, levados para locais e por meios providenciados pela Segurança Social, sem também especificar quais.

Nesta instituição houve suspeitas de utentes infetados pelo novo coronavírus, não se tendo estas confirmado.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 544 mil mortos e infetou mais de 11,85 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.631 pessoas das 44.859 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

VEJA AINDA:

REGUENGOS DE MONSARAZ: LAR NÃO CUMPRIA AS ORIENTAÇÕES DA DGS – INQUÉRITO

Lusa

TORRE DE MONCORVO: ALDEIAS FORA DE PERIGO APÓS ALGUMAS ‘HORAS DE AFLIÇÃO’

Lusa

ALIJÓ E SABROSA MOBILIZARAM 300 OPERACIONAIS E 8 MEIOS AÉREOS

Lusa

SERNANCELHE: PESSOAS IDOSAS RETIRADAS DE ALGUMAS ALDEIAS EM RISCO

Lusa

SANTO TIRSO: PRISÃO PREVENTIVA PARA SUSPEITO DE TER ATEADO FOGO QUE MATOU ANIMAIS

Lusa

CRISE: EMPRESAS PODEM A PARTIR DE HOJE PEDIR APOIO À RETOMA DA ATIVIDADE

Lusa