REGIÕES

LOURINHÃ: LAR COM 32 INFETADOS ATIVOS, 34 RECUPERADOS E TRÊS MORTES

O surto de covid-19 no lar privado Delicado Raminho, do Vimeiro, no concelho da Lourinhã, permanece ativo, com 32 infetados de um total de 66, tendo três morrido e 34 recuperado, disse hoje a delegada de saúde.

De um total de 66 pessoas que tiveram teste positivo à covid-19, 32 permanecem ativos e recuperaram 34, dos quais 25 são utentes e nove são funcionários, afirmou Helena Andrade à agência Lusa.

Três utentes infetados pela covid-19 morreram devido a outras causas.

O primeiro caso positivo foi detetado em 12 de dezembro, o que levou as autoridades de saúde a realizar testes a todos os utentes e funcionários, tendo sido detetados 37 infetados quatro dias depois.

O número de infetados subiu mais tarde para 66, sendo 46 utentes e 20 funcionários.

Entre outras medidas, os utentes foram separados por áreas diferentes, em função de estarem ou não em isolamento.

Já no lar da Associação para o Desenvolvimento da Cabeça Gorda, o número de infetados pela covid-19 foi de 34, dois dos quais morreram por outras causas e os restantes recuperaram.

O surto foi identificado em 13 de dezembro.

Desde o início da pandemia, a Lourinhã, no distrito de Lisboa, contabiliza 444 casos confirmados, dos quais 104 estão ativos, 333 recuperaram e sete morreram, de acordo com o boletim epidemiológico de hoje divulgado pela Comunidade Intermunicipal do Oeste, a que pertence o município.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.843.631 mortos resultantes de mais de 85 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.186 pessoas dos 431.623 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

VEJA AINDA:

PRESIDENCIAIS: VOTO VAI SER RECOLHIDO EM LARES, MAS IDOSOS TÊM DE SE INSCREVER NA PLATAFORMA DO VOTO ANTECIPADO

Lusa

MOITA FLORES ACUSADO DE CORRUPÇÃO E BRANQUEAMENTO POR OBRA QUANDO FOI AUTARCA EM SANTARÉM

Lusa

COVID-19: PARLAMENTO NA MADEIRA COM NOVAS MEDIDAS DE COMBATE À PANDEMIA

Lusa

COVID-19: SUPERMERCADOS SEM RESTRIÇÕES DE HORÁRIOS E COSTA PEDE QUE NÃO HAJA ‘CORRIDAS’

Lusa

MATOSINHOS: AUTARQUIA INVESTE 150 MIL EUROS NAS MESAS DE VOTO – PRESIDENCIAIS

Lusa

MADEIRA: INÍCIA HOJE RECOLHER OBRIGATÓRIO DEVIDO À PANDEMIA DE COVID-19

Lusa