MELGAÇO: ‘REABERTURA DOS CTT REPRESENTA UM ATO DE CONVICÇÃO’

O presidente executivo dos CTT disse hoje que a reabertura da loja de Melgaço, no distrito de Viana do Castelo, representa um “ato de convicção” de que a empresa quer estar “próxima dos portugueses”.

“A reabertura da loja de Melgaço significa responder com atos concretos à convicção que temos de que devemos estar próximos dos portugueses para os servir. Este é um ato de convicção”, afirmou João Bento.

A loja dos CTT de Melgaço fechou em 2018. Para garantir a manutenção do serviço à população, a empresa Ukubo, em parceria com os CTT e o apoio da Câmara de Melgaço, assegurou o funcionamento de um posto, acordo que terminou na semana passada.

Hoje, na reabertura da loja daquele concelho, no mesmo espaço que ocupava quando encerrou, João Bento destacou que os CTT são “a empresa com a maior rede de pontos de presença do país, com cerca 540 lojas e mais de 1.700 postos”.

Já o presidente da Câmara de Melgaço, Manoel Batista, referiu que a reabertura da loja CTT “é a confirmação de que o concelho foi capaz de fazer, neste processo, um caminho bem feito”.

“Os CTT voltam a assumir a gestão da loja, demonstrando que os serviços devem estar com qualidade no território. Neste interregno tivemos a gestão entregue a uma empresa, a Ukubo, que assumiu este projeto com grande qualidade”, destacou o autarca socialista.

Anteriormente, em comunicado, os CTT – Correios de Portugal referiam que “esta é a terceira loja em sede de concelho a ser reaberta, no âmbito do compromisso público da empresa, tendo em vista o reforço da elevada proximidade às populações e da capilaridade da rede, não procedendo, como já foi tornado público, a novos encerramentos”.

Em janeiro de 2019, a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) exigiu aos CTT a apresentação de “uma proposta” para que todos os concelhos do país tenham, “pelo menos, uma estação de correios ou um posto de correios com características equivalentes às da estação”.

Além da reabertura em Melgaço, os CTT já reabriram as lojas de Alpiarça, no distrito de Santarém, e Vila Flor, no distrito de Bragança.

Fotografia: Rádio Vale do Minho

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.