RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

MESÃO FRIO: RECONSTRUÇÃO DO POSTO DA GNR VAI CUSTAR 390 MIL EUROS

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O Governo autorizou uma despesa de 390 mil euros para a reconstrução do posto da GNR de Mesão Frio, afetado por um incêndio, e vai ser lançado um novo concurso público para a empreitada, foi hoje anunciado

De acordo com uma portaria publicada hoje em Diário da República (DR), o Governo autorizou a Secretaria-Geral da Administração Interna a assumir os encargos relativos à aquisição de uma empreitada de obras públicas para reabilitação do posto territorial da Guarda Nacional Republicana de Mesão Frio.

A verba de 390 mil euros, à qual acresce o IVA, deverá ser aplicada em 2021 (90 mil euros) e 2022 (300 mil euros).

O presidente da Câmara de Mesão Frio, Alberto Pereira, disse à agência Lusa que vai ser agora lançado um novo concurso público que terá aquele valor por preço base.

Na semana passada, o autarca disse que o concurso público para a obra de reconstrução do posto da GNR de Mesão Frio, lançado a 27 de julho, ficou deserto e que aguardava instruções do Ministério da Administração Interna para abrir novo procedimento.

O valor do preço base do primeiro concurso rondava os 387 mil euros.

Alberto Pereira especificou que foram apresentadas três propostas àquele concurso, mas duas de valor superior ao estipulado e, numa terceira proposta, não foi apresentada toda a documentação prevista na lei.

O autarca disse esperar que seja encontrada rapidamente uma solução e salientou que é “importantíssimo que a GNR volte para o seu espaço e que tenha condições de operação”.

Em novembro de 2019, um fogo que deflagrou na zona das camaratas, no primeiro andar do Posto da GNR de Mesão Frio, no distrito de Vila Real, deixou o edifício “completamente inoperacional”.

Os militares foram instalados provisoriamente num edifício cedido pelo município.

A Secretaria-Geral da Administração Interna, a GNR e a Câmara de Mesão Frio celebraram um contrato de cooperação interadministrativo para a concretização da obra naquele posto

VEJA AINDA:

PAULITEIROS DE MIRANDA QUEREM REFORÇAR CANDIDATURA A PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE NO DUBAI

Lusa

COIMBRA: QUEIMA DAS FITAS ARRANCA COM ‘ALGUMAS LIMITAÇÕES’

Lusa

CIDADÃOS POR COIMBRA DIZ QUE LOCALIZAÇÃO DA NOVA MATERNIDADE É ‘DECISÃO ERRADA’

Lusa

GUARDA: JUDICIÁRIA DETÉM SETE SUSPEITOS DE TRÁFICO DE ESTUPEFACIENTES

Lusa

OVAR: FESTEJOS DE CARNAVAL REGRESSAM EM 2022 – AUTARQUIA

Lusa

PENAFIEL: INVESTIMENTO DE UM MILHÃO DE EUROS NO SERVIÇO DE PNEUMOLOGIA DO HOSPITAL

Lusa