REGIÕES

MOGADOURO: DETIDO SUSPEITO DE HOMICÍDIO

A Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real deteve o alegado autor do disparo que acabou por provocar a morte de um homem de 80 anos numa aldeia de Mogadouro, em fins de 2016, anunciou esta quinta-feira aquela força policial.

De acordo com as autoridades, o suspeito, de 62 anos, “por motivo fútil”, terá efectuado um disparo com arma de fogo em direcção ao corpo da vítima, provocando-lhe a morte. O detido, que é agricultor, vai ainda ser presente a interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação.

Os factos remontam ao dia 18 de dezembro de 2016, pelas 11h40, altura em que o octogenário foi atingido “nas costas” com um tiro de arma de fogo. O disparo foi feito quando a vítima procedia a limpeza de oliveiras na aldeia de Meirinhos, concelho de Mogadouro, distrito de Bragança. À data dos factos e em declarações à agência Lusa, o comandante dos bombeiros de Mogadouro, António Salgado, disse que a corporação tinha recebido um alerta para uma situação de “um homem alvejado por um disparo de arma de fogo”.

O homem não resistiu aos ferimentos, acabando por morrer na Urgência do Centro de Saúde de Mogadouro.

Fonte: CM

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes