Ligue-se a nós

INTERNACIONAL

OMS APELA À VIGILÂNCIA FACE A AMEAÇA DE NOVAS ESTIRPES DE COVID-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) instou hoje os países a manterem a vigilância da covid-19 face à ameaça das novas estirpes EG.5 e BA.2.86 do coronavírus SARS-CoV-2, derivadas da variante Ómicron.

Online há

em

A Organização Mundial da Saúde (OMS) instou hoje os países a manterem a vigilância da covid-19 face à ameaça das novas estirpes EG.5 e BA.2.86 do coronavírus SARS-CoV-2, derivadas da variante Ómicron.

Na habitual conferência de imprensa na sede da organização, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, apelou aos países para que continuem a informar sobre o estado epidemiológico da covid-19 para que a OMS possa “aconselhá-los sobre o risco das novas variantes EG.5 [já classificada de interesse] e BA.2.86 [classificada como sob monitorização]”.

Tedros Adhanom Ghebreyesus alertou, sem especificar razões, para o “aumento de hospitalizações, internamentos nas unidades de cuidados intensivos e mortes em alguns países”.

A líder técnica de resposta à covid-19 na OMS, Maria Van Kerkhove, salientou a importância de se manter a vigilância, “não só para rastrear variantes mas também para saber se as pessoas estão ou não infetadas”.

“Os governos devem continuar vigilantes face à covid-19 porque a ameaça não desapareceu”, frisou a epidemiologista, alertando para o “aumento de hospitalizações em julho nas regiões temperadas do hemisfério norte”, onde é verão.

“Algo que não é de esperar se pensarmos num patógeno respiratório, que costuma atingir o seu pico nos meses de inverno nas regiões temperadas do planeta. Isto preocupa-nos”, afirmou Maria Van Kerkhove.

A covid-19 é uma doença respiratória pandémica causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, um tipo de vírus detetado em 2019 na China e que se disseminou rapidamente pelo mundo, assumindo várias variantes e subvariantes, umas mais contagiosas do que outras.

Em julho, a OMS advertiu que a estirpe EG.5, comunicada pela primeira vez em fevereiro e já identificada em vários países, como Portugal, poderia provocar “um aumento na incidência” de infeções e “tornar-se dominante em alguns países ou mesmo no mundo”.

A OMS justificou o alerta com o facto de esta linhagem, resultante da sublinhagem recombinante XBB.1.9.2 da variante Ómicron, apresentar “características que escapam aos anticorpos” e estar em “vantagem de crescimento”.

Contudo, a OMS ressalvou que o risco para a saúde global que a variante representava era baixo.

A variante BA.2.86, que tem múltiplas mutações genéticas na proteína do vírus que se liga às células humanas, foi identificada pela primeira vez em julho, havendo casos registados, sobretudo, em Israel, Reino Unido e Estados Unidos.

INTERNACIONAL

ZELENSKY AGRADECE ATRIBUIÇÃO DE 50 MIL MILHÕES DE DÓLARES PELO G7

A cimeira do grupo dos sete países mais ricos do mundo (G7) deu um apoio claro à Ucrânia com um pacote de 50 mil milhões de dólares, anunciou na rede social X o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Online há

em

A cimeira do grupo dos sete países mais ricos do mundo (G7) deu um apoio claro à Ucrânia com um pacote de 50 mil milhões de dólares, anunciou na rede social X o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

“Cimeira do G7. Apoio inequívoco à Ucrânia, ao direito internacional e a uma paz justa”, afirmou o líder ucraniano, publicando uma foto com os líderes mundiais durante o encontro, que decorre em Itália.

“Todos os dias reforçamos as nossas posições e a nossa defesa da vida”, afirmou.

O pacote de apoio de 46,3 mil milhões de euros será financiado pelos juros sobre os ativos russos congelados.

“Cada reunião serve o objetivo de dar à Ucrânia novas oportunidades de vitória. Estou grato a todos os nossos parceiros”, acrescentou ainda Zelensky.

LER MAIS

INTERNACIONAL

GUERRA: PORTUGAL VAI TREINAR MILITARES UCRANIANOS – NUNO MELO

O ministro da Defesa anunciou esta quinta-feira que Portugal vai treinar militares ucranianos na utilização de carros de combate, à semelhança do que está a ser feito para os caças F-16, e que a disponibilidade “é imediata”.

Online há

em

O ministro da Defesa anunciou esta quinta-feira que Portugal vai treinar militares ucranianos na utilização de carros de combate, à semelhança do que está a ser feito para os caças F-16, e que a disponibilidade “é imediata”.

“Implica treino naquilo que é o desempenho da artilharia, em carros de combate, em Portugal. Como sabe, nós temos já militares ucranianos a serem treinados em Portugal, no universo F-16 […], e agora também no que tem que ver com terra e os carros de combate, que são uma prioridade”, disse Nuno Melo, no final do primeiro dia de um encontro ministerial da Aliança Atlântica, em Bruxelas.

Falando aos jornalistas no quartel-general da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), o ministro da Defesa Nacional revelou que a assinatura do protocolo para instrução de militares em carros de combate vai ser “hoje à tarde”.

“A disponibilidade de Portugal é imediata”, completou.

Nuno Melo disse que durante a reunião do Grupo de Contacto para a Defesa da Ucrânia, encabeçado pelos Estados Unidos, foi consensual a opinião de que “as dificuldades para a Rússia continuam a aumentar”.

“Isso são más notícias para a Rússia, melhores notícias para a Ucrânia”, reconheceu, considerando que o conflito é também uma luta pelos “valores civilizacionais”.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS