RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

PAVILHÃO ROSA MOTA: A RENOVAÇÃO E REINAUGURAÇÃO POLÉMICA

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Os vereadores da oposição na Câmara do Porto anunciaram, esta segunda-feira, que vão faltar à inauguração do renovado pavilhão no Palácio de Cristal por estarem contra a “menorização” do nome da atleta Rosa Mota. A própria Rosa, que diz sentir-se “enganada”, não vai estar presente.

Na reunião do executivo desta manhã, os vereadores do PS, PSD e CDU lamentaram que o nome do pavilhão seja agora “Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota”, reiterando a posição que tinham assumido em novembro do ano passado, aquando da aprovação da proposta de acrescentar ao nome Pavilhão Rosa Mota a designação daquela marca de cervejas.

A rádio TSF noticiou hoje que, numa carta dirigida à Câmara do Porto, Rosa Mota diz sentir-se “enganada” e alega que o seu nome foi subalternizado para ser dado destaque a uma marca de bebidas alcoólicas, uma vez que o espaço vai passar a chamar-se “Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, tendo, por isso, decidido não comparecer à cerimónia de reabertura do espaço.

No período antes da ordem do dia, o vereador do PS Manuel Pizarro defendeu que a Câmara do Porto tinha “a faca e o queijo na mão” quanto a autorizar ou não o acréscimo do nome e “decidiu passar essa faca e o queijo para o lado do promotor”.

“Espero que a câmara tenha reservado autoridade suficiente para mediar este conflito (…). Não é uma solução boa. O presidente tem todas as condições para o resolver, desde que tenha vontade política”, disse, sublinhando que, tal como Rosa Mota, também os vereadores do PS não vão comparecer à reabertura daquele pavilhão, marcada para esta tarde.

Também a vereadora da CDU, Ilda Figueiredo, disse estar solidária com a posição assumida pela atleta, considerando que “o que lá está é uma usurpação do nome”, motivo pelo qual, entre outros, também não se fará representar na cerimónia.

“Acho que não se deve aceitar. Exijam aos promotores que façam esta diferença [alteração do nome de Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota para Pavilhão Rosa Mota – Super Bock Arena”, afirmou.

Também o vereador do PSD, Álvaro Almeida, considerou que é necessário exigir que seja respeitada uma decisão tomada no seio do executivo municipal, que aprovou um acrescento à designação e não a alteração do nome.

Para o vereador, a autarquia devia exigir que a designação do espaço fosse “Pavilhão Rosa Mota – Super Bock Arena” e exigir que o nome tivesse o mesmo tratamento (tamanho).

Aos vereadores, o presidente da Câmara do Porto, o independente Rui Moreira, referiu que considera que o “incómodo” existente é com o logótipo”, sublinhando que a autarquia não tem meios nem recursos para se opor.

Apesar de o logótipo ter começado a ser conhecido em março, só na quinta-feira, sublinhou Moreira, é que esta questão foi levantada, aquando de uma reunião que manteve com a atleta Rosa Mota e o seu marido.

O presidente referiu que a atleta manteve reuniões com a Super Bock, as quais a autarquia foi alheia, uma vez que o contrato que existe é com o concessionário.

O independente sublinhou que a proposta do nome fazia parte do caderno de encargos, pelo que era legítimo ao concessionário propor a sua alteração.

Lembrou ainda que o primeiro nome proposto foi recusado porque fazia desaparecer o nome “Pavilhão Rosa Mota”.

Segundo avança a TSF, Rosa Mota não aceita que pavilhão com o seu nome esteja associado a uma marca de cervejas e, como forma de protesto, decidiu não marcar presença na cerimónia de reabertura do espaço.

A Lusa tentou contactar a atleta, mas tal não foi possível até ao momento.

VEJA AINDA:

PAREDES: 25 ARGUIDOS SUSPEITOS DE UM ‘ESQUEMA’ DE FRAUDE FISCAL

Lusa

PORTO: MARCHA CONTRA A VIOLÊNCIA SOBRE AS MULHERES

Lusa

MARISA MONTE ATUA EM 2022 NO PORTO E EM OEIRAS

Lusa

PORTO: ORGANIZADORES DO FANTASPORTO ABSOLVIDOS DE TODAS AS ACUSAÇÕES

Lusa

PORTO: PRIMEIRO FESTIVAL INTERNACIONAL DE CULTURA POP CHEGA ESTE FIM DE SEMANA

Lusa

SÃO PEDRO DA COVA: REMOÇÃO DOS RESÍDUOS PERIGOSOS CONCLUÍDA NO INÍCIO DE 2022

Lusa

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme