REGIÕES

PORTO: AVENIDA DA FOZ CORTADA ESTA QUARTA-FEIRA DEVIDO À AGITAÇÃO MARÍTIMA

A Câmara do Porto vai cortar, a partir das 14h de quarta-feira, a circulação automóvel na Avenida de D. Carlos I, na Foz, devido à agitação marítima, devendo o trânsito ser restabelecido logo que as condições o permitam.

Por precaução, torna-se necessário interromper a circulação automóvel na Avenida de D. Carlos I, na zona da barra do Douro, a partir das 14 horas de amanhã [quarta-feira], dia 28, sendo o trânsito restabelecido logo que as condições do mar o permitam. A situação será reavaliada no final da manhã de quinta-feira, dia 29 de outubro”, anuncia a autarquia numa nota publicada na sua página oficial.

O município refere que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou o Porto sob aviso laranja devido à previsão de ondas de noroeste com altura significativa de 5 a 6 metros, que podem atingir os 10 metros de altura máxima.

O aviso laranja vai manter-se entre as 18 horas de quarta-feira e as 12 horas de quinta-feira, altura em que passará para o nível amarelo.

Face ao agravamento das condições meteorológicas, a Proteção Civil Municipal recomenda à população que tome as devidas precauções, apelando “ao respeito pelos perímetros de segurança estabelecidos para peões e veículos junto da orla costeira e acessos aos molhes”.

Desaconselha ainda o estacionamento de viaturas e a circulação de pessoas nas zonas junto a toda a orla marítima.

O município assinala ainda que continuará a acompanhar permanentemente a atualização destas previsões, implementando todas as medidas preventivas e de segurança adequadas e difundindo os avisos julgados necessários.

VEJA AINDA:

BARCELOS: LARES DA MISERICÓRDIA COM 74 INFETADOS POR COVID-19

Lusa

BLOCO DE ESQUERDA QUESTIONA PAGAMENTO DE 11 MILHÕES AO WEB SUMMIT

Lusa

TROFA: 12 INFETADOS E UM MORTO NO LAR DA IMACULADA CONCEIÇÃO – COVID-19

Lusa

LISBOA: AMEAÇA DE ‘MURROS’ ENTRE A AUTARQUIA E A JUNTA DE FREGUESIA DO AREEIRO

Lusa

GRANDE PORTO: MAIS DOIS CASOS DE LEGIONELLA, 14 INTERNADOS E NOVE MORTOS

Lusa

ALCANENA: LAR COM 158 INFETADOS E DOIS MORTOS EM MINDE

Lusa