RÁDIO REGIONAL
ARTE & CULTURA

PORTO: EXPOSIÇÃO ‘DESVENDA’ O UNIVERSO SEGUNDO LEONARDO DA VINCI

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A Fundação La Caixa inaugura, na quarta-feira, no Porto, a exposição “Leonardo da Vinci. Observa. Questiona. Experimenta”, que mostra “a figura para além do génio”, centrada no traço “mais importante” do pensamento do mestre da renascença, “a insaciável curiosidade”.

“O projeto apresenta da Vinci não como um génio, mas sim como uma atitude perante a vida, uma forma de olhar e interagir com a realidade, em que a curiosidade é o motor da sua genialidade”, explica hoje a fundação, em comunicado.

Organizada pela Fundação ”la Caixa”, com a colaboração do BPI, da Câmara Municipal do Porto e do Château du Clos Lucé – Parc Leonardo da Vinci, a exposição, instalada na Praça Gomes Teixeira, decorre em dois espaços: no interior, um espetáculo audiovisual relaciona o pensamento de Leonardo com o nosso dia-a-dia, e, no exterior, quatro grandes maquetes reproduzem fielmente algumas das ideias mais modernas e precursoras do artista.

Com a organização deste projeto, a Fundação ”la Caixa” une-se à iniciativas que assinalam o quinto centenário da morte de Leonardo da Vinci (1452 – 1519).

Leonardo da Vinci foi pintor, escultor, desenhador, engenheiro, arquiteto, urbanista, naturalista, anatomista, músico, filósofo e inventor, “um autêntico polímata cujas ideias continuam a ser hoje, quinhentos anos depois, modernas e precursoras”, considera a organização da mostra.

A fundação refere que a criatividade de Leonardo da Vinci nasceu de “uma inquietude intelectual, de uma curiosidade universal e de uma capacidade de se deslumbrar, herdada da infância. Leonardo alcançou o conhecimento de uma forma diferente da dos seus contemporâneos. Usou um método baseado na observação, experimentação e analogia, que punha em causa as teorias imutáveis e as ideias adquiridas”.

O que o projeto “Leonardo da Vinci. Observa. Questiona. Experimenta” pretende é, “precisamente, relacionar esse método de trabalho com a nossa vida quotidiana, através de uma linguagem contemporânea e próxima do público mais jovem, com o principal objetivo de estimular a criatividade e fomentar a curiosidade”, salienta.

Para isso, a Fundação ”la Caixa” precisou de dois anos e meio de trabalho e de uma equipa multidisciplinar, formada por especialistas em Leonardo da Vinci, arquitetos, engenheiros, guionistas, realizadores, designers, programadores de jogos multimédia e especialistas em realidade aumentada.

“O resultado é uma experiência surpreendente que se desenrola em dois espaços distintos: um interior e outro exterior. Uma exposição que se prolonga na rua e no mundo virtual”, sublinha a fundação.

No espaço interior, os visitantes “poderão aprofundar a forma como Leonardo pensava”. “Uma grande projeção audiovisual, expressamente produzida para a exposição, dá as boas-vindas aos visitantes, apresentando-lhes um dia normal das suas vidas sob a lente de Leonardo”.

Os visitantes encontrarão também sete jogos interativos (analógicos e digitais) que lhes permitirão compreender, experimentar para criar, e descobrir, através das obras de Leonardo nas mais variadas disciplinas do conhecimento, o denominador comum da inteligência e da sensibilidade.

A interação continua no exterior, com a exibição de quatro maquetes à escala real.

Trata-se de interpretações fiéis dos desenhos originais de Leonardo da Vinci, construídas com materiais dos nossos dias.

“Para a sua criação, foi utilizada tecnologia de ponta e a colaboração de uma equipa de engenheiros especializados na construção de robôs e protótipos”, acrescenta o texto de apresentação.

Por último, a realidade aumentada faz a sua aparição na mostra com a aplicação gratuita Leonardo CaixaForum (descarregável a partir das lojas Apple e Google Play), desenhada como ferramenta de interpretação.

Através da leitura dos códigos QR existentes na exposição, os visitantes poderão ver como seriam as maquetes com os materiais originais da época (ferro, madeira, corda, couro, linho), e quais seriam os seus movimentos, tal e qual Leonardo os imaginou.

O projeto “Leonardo da Vinci. Observa. Questiona. Experimenta”, que ficará patente até 06 de outubro, contou com a consultoria científica do historiador Pascal Brioist.

Local da Exposição: Praça Gomes Teixeira (Porto)

VEJA AINDA:

COVID-19: 42% DOS RECUPERADOS COM SINTOMAS DE STRESS PRÓ-TRAUMÁTICO

Lusa

GUARDA: JUDICIÁRIA DETÉM SETE SUSPEITOS DE TRÁFICO DE ESTUPEFACIENTES

Lusa

OVAR: FESTEJOS DE CARNAVAL REGRESSAM EM 2022 – AUTARQUIA

Lusa

PENAFIEL: INVESTIMENTO DE UM MILHÃO DE EUROS NO SERVIÇO DE PNEUMOLOGIA DO HOSPITAL

Lusa

PORTO: ALA PEDIÁTRICA DO HOSPITAL DE SÃO JOÃO NO PORTO COMEÇA A RECEBER CRIANÇAS EM NOVEMBRO

Lusa

TRÊS PROJETOS NACIONAIS FINALISTAS NO CONCURSO DA NOVA PONTE SOBRE O DOURO PARA O METRO

Lusa