Ligue-se a nós

REGIÕES

PORTO: RUI MOREIRA GARANTE SÃO JOÃO EM ‘SEGURANÇA’

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, assegurou hoje haver “segurança” para o regresso das festividades do São João e disse contar com a presença de “muita gente nas ruas”, dois anos depois da interrupção devido à Covid-19.

Online há

em

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, assegurou hoje haver “segurança” para o regresso das festividades do São João e disse contar com a presença de “muita gente nas ruas”, dois anos depois da interrupção devido à Covid-19.

“As condições de segurança estão asseguradas, mas dependem, antes de mais, de cada um de nós. Nós não somos substituíveis nas condições de segurança, no resto é uma cidade tranquila, segura. Temos as forças de segurança que vão estar por aí. Não são tão visíveis como noutras cidades, o que quer dizer que somos mais seguros”, afirmou o autarca portuense.

Rui Moreira falava à margem da visita aos divertimentos de São João, instalados na Rotunda da Boavista, local onde recebeu dos representantes do Movimento Empresarial dos Itinerantes de Empresas de Diversões e Similares (MEID), da Associação Portuguesa de Empresas de Diversões (APED) e da Associação dos Profissionais Itinerantes Certificados (APIC), um carrossel em miniatura.

Por as festividades, começam na quinta-feira à noite, significarem, na prática, para os portuenses, um fim de semana prolongado, Rui Moreira disse esperar que “venha muita gente” ao Porto.

“Temos tido boas taxas de ocupação na hotelaria, o Primavera Sound foi extraordinário em termos de atração de público e acho que o São João vai ser a continuidade daquilo que nós pretendemos do regresso à normalidade, sendo que ainda não sei muito bem o que é regresso à normalidade que nós queremos”, acrescentou.

Afirmando-se “muito contente com a adesão da cidade, com a forma como tudo correu” deixou também elogios à forma como as “três organizações [APED, MEID e APIC] se entenderam”.

“O turismo está em grande forma, o São João é para todos, para os que vêm da vizinhança, para os turistas, é para toda a gente”, acrescentou o autarca.

Questionado sobre os condicionamentos que as obras no metro poderão causar à população, Rui Moreira desdramatizou e lembrou que, por causa disso, não irá ser feito o habitual grande concerto nos Aliados e que, também por isso, a autarquia procurou “diversificar os pontos de interesse na cidade, também, nas diversões”.

“Não podemos construir o metro sem ter obras, é impossível, mas acho que as pessoas são prudentes”, defendeu.

Sobre a reunião dos autarcas da Área Metropolitana do Porto com a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, para debater o processo de descentralização de competências e onde também estarão presentes a ministra da Saúde, Marta Temido, e o secretário de Estado das Autarquias Locais e do Ordenamento do Território, Carlos Miguel, o presidente da Câmara do Porto não quis pronunciar-se, bem como sobre a promulgação do Orçamento de Estado pelo Presidente da República.

“Eu hoje estou mais para farturas”, respondeu perante a insistência dos jornalistas.

O espaço de diversão na Boavista conta com os habituais carrosséis, carrinhos de choque, matraquilhos, barraquinhas de farturas, de algodão doce, pipocas, pão com chouriço e sardinhas.

Está em funcionamento de segunda a quinta-feira, entre as 12:00 e as 23:00, às sextas-feiras, entre as 12:00 e a 01:00; aos sábados, entre as 10:00 e a 01:00 e aos domingos entre as 10:00 e as 23:00, informa a autarquia.

Ainda no âmbito das zonas de diversão das Festas de São João, há divertimentos instalados na Alameda das Fontainhas, no Jardim do Calem (em Lordelo do Ouro) e na Avenida D. Carlos I (no Passeio Alegre). Todas as zonas estarão em funcionamento até ao dia 03 de julho, acrescenta a nota de imprensa.

REGIÕES

PORTO: MARCELO, MONTENEGRO E AGUIAR-BRANCO NA NOITE DE SÃO JOÃO

A noite de São João junta hoje, no Porto, as três principais figuras do Estado, Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, presidente do parlamento, José Pedro Aguiar-Branco, e o primeiro-ministro, Luís Montenegro.

Online há

em

A noite de São João junta hoje, no Porto, as três principais figuras do Estado, Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, presidente do parlamento, José Pedro Aguiar-Branco, e o primeiro-ministro, Luís Montenegro.

Esta é uma tradição, com arraiais e martelinhos, cumprida por vários Presidentes da República desde a década de 1990 quando Mário Soares ocupava o Palácio de Belém, em Lisboa.

Hoje, Marcelo, Aguiar-Branco e Montenegro juntam-se primeiro num restaurante para o jantar de São João do município do Porto, com o presidente da câmara, Rui Moreira.

Depois, vão assistir ao espetáculo de fogo de artifício com vista para o rio Douro e segue-se o arraial pelas ruas, onde há bailaricos, balões, martelos e sardinhas.

LER MAIS

REGIÕES

LISBOA: ASAE SUSPENDE 16 RESTAURANTES ILEGAIS EM ZONA TURÍSTICA

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) suspendeu 16 restaurantes ilegais, numa zona turística de Lisboa, e instaurou 24 processos de contraordenação, no âmbito de uma fiscalização a estabelecimentos de restauração e bebidas, anunciou hoje a entidade.

Online há

em

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) suspendeu 16 restaurantes ilegais, numa zona turística de Lisboa, e instaurou 24 processos de contraordenação, no âmbito de uma fiscalização a estabelecimentos de restauração e bebidas, anunciou hoje a entidade.

No âmbito da Operação Ocultus, foi “determinada a suspensão de atividade de 16 estabelecimentos de restauração e bebidas, por falta de licenciamento e por violação dos deveres gerais e específicos da entidade exploradora”, informou a ASAE, em comunicado.

A ação de fiscalização foi levada a cabo pela Unidade Regional do Sul — Unidade Operacional de Lisboa da ASAE, e teve como principal objetivo verificar o cumprimento das regras para a atividade de restauração e bebidas, com especial enfoque no licenciamento e nas condições técnico-funcionais e de requisitos de higiene, na cidade de Lisboa.

“Foram fiscalizados 26 operadores económicos em zona predominantemente turística, tendo sido instaurados 24 processos de contraordenação, destacando-se como principais infrações de contraordenação, falta de licenciamento para exercício da atividade, falta de requisitos de higiene, falta de implementação de HACCP [Análise de perigos e pontos críticos de controlo], a violação dos deveres específicos da entidade exploradora, entre outras”, refere-se na mesma nota.

A operação resultou ainda na apreensão de cerca de 300 kg de géneros alimentícios por falta de requisitos, num valor de 600 euros.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS