REGIÕES

PÓVOA DE VARZIM E VILA DO CONDE COM 14 PESCADORES INFETADOS COM COVID-19

Catorze pescadores da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, distrito do Porto, que operavam em duas embarcações, testaram positivo à covid-19, informou hoje a Associação Pró Maior Segurança dos Homens do Mar.

Segundo a instituição, surgiram nove casos numa embarcação e cinco noutra, forçando a suspensão da atividade de ambas, que estão, de momento, atracadas no porto de pesca de Matosinhos, uma vez que os 45 elementos das tripulações estão em confinamento profilático obrigatório nos domicílios.

A Associação Pró Maior Segurança dos Homens do Mar informou que desde o início do mês já promoveu 100 testes de despiste à covid-19 a pessoas ligadas à atividade da pesca, e mostrou “preocupação” com o aumento no número de casos positivos no setor, garantindo que continuará a promover a testagem.

“Manifestamos grande preocupação com o setor e com os impactos que esta pandemia poderá trazer aos nossos pescadores”, partilhou a associação numa nota informativa.

Este é um segundo surto de covid-19 nesta comunidade piscatória da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, uma das maiores do país.

Em agosto, 15 pescadores foram infetados pelo novo coronavírus, forçando ao isolamento de 90 homens e à paragem de quatro embarcações.

De acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde, Vila do Conde registou, desde o início da pandemia, 842 casos de infeção pelo novo coronavírus, tendo concelho vizinho da Póvoa de Varzim somado 537 casos.

VEJA AINDA:

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

APLICAÇÃO STAYAWAY COVID ALVO DE PROVIDÊNCIA CAUTELAR

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

INVESTIGADORES ALERTAM: A IMUNIDADE DE GRUPO É UMA ESTRATÉGIA PERIGOSA

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes