Ligue-se a nós

DESPORTO

PRIMEIRA LIGA: BENFICA EMPATA EM GUIMARÃES EM NOITE DE CHUVA INTENSA (VÍDEO)

O Benfica ‘arrancou’ hoje um empate 2-2 em casa do Vitória de Guimarães, em jogo da 21.ª jornada da I Liga de futebol, fechando a jornada igualado com o Sporting na frente do campeonato.

Online há

em

O Benfica ‘arrancou’ hoje um empate 2-2 em casa do Vitória de Guimarães, em jogo da 21.ª jornada da I Liga de futebol, fechando a jornada igualado com o Sporting na frente do campeonato.

Num relvado muito difícil devido à forte chuva, os vimaranenses, que somaram o quinto jogo consecutivo sem perder no seu reduto, adiantaram-se aos 35 minutos, através de Tiago Silva, na conversão de uma grande penalidade, mas o Benfica, que viu interrompido um ciclo de sete vitórias consecutivas, empatou cinco minutos depois, por Rafa Silva.

O Vitória voltou para a frente aos 61 minutos, por intermédio de André Silva, mas os ‘encarnados’, que ficaram com mais um elemento em campo a partir dos 64, devido à expulsão com vermelho direto de Borevkovic, ainda salvaram a derrota, quando Arthur Cabral, aos 90, igualou a contenda.

Com este empate, o Benfica fecha a jornada na frente da classificação, com 52 pontos, os mesmos do Sporting, que hoje goleou 5-0 na receção ao Sporting de Braga e tem menos um encontro disputado, enquanto o Vitória é quinto, com os mesmos 40 pontos dos bracarenses, que ocupam o quarto posto.

Fonte: Vídeo Sport TV

Jogo marcado pela homenagem a Feher, jogador do SL Benfica que há 20 anos faleceu num jogo entre o Vitória SC e o SL Benfica no Estádio D. Afonso Henriques.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

DESPORTO

EURO 2024: ESPANHA E INGLATERRA NA GRANDE FINAL DE DOMINGO

A Espanha vai tentar provar, uma última vez, que é a melhor equipa do Euro20024 de futebol, frente a um conjunto de craques apostados em evitar que a Inglaterra perca uma segunda final consecutiva, no domingo, em Berlim.

Online há

em

A Espanha vai tentar provar, uma última vez, que é a melhor equipa do Euro20024 de futebol, frente a um conjunto de craques apostados em evitar que a Inglaterra perca uma segunda final consecutiva, no domingo, em Berlim.

Vencedora já de um recorde de seis jogos, a “Roja” chega à capital alemã como a equipa que transporta o futebol bonito, a estética, e tem provado, jogo a jogo, que é possível ganhar pela positiva, sendo considerada favorita a inédito quarto título, apesar de do outro lado estarem Bellingham, Kane, Foden ou Saka.

Precisamente na casa da outra tricampeã continental, a Espanha pode fazer história e tornar-se a primeira a chegar ao “tetra”, repetindo 1964, 2008 e 2012, sendo Jesús Navas, agora como então suplente, o único sobrevivente de há 12 anos.

Se triunfar, ganhará a equipa que, desde o dia 1, encantou, pela qualidade do seu futebol, manifestada em todos os jogos, mesmo quando Luis de la Fuente mudou toda a equipa no fecho da fase de grupos (1-0 à Albânia, após 3-0 à Croácia e 1-0 à Itália).

A Espanha não teve, porém, vida fácil, sobretudo a eliminar, sendo que esteve a perder com a Geórgia (4-1), nos “oitavos”, só se desembaraçou da Alemanha (2-1) aos 119 minutos, nos “quartos”, e, nas “meias”, voltou a estar em desvantagem, com a França (2-1).

Mas, nos seis jogos, os espanhóis nunca perderam a compostura, nunca duvidaram, nunca abdicaram de uma certa maneira de jogar que apaixonou, culpa também dos “miúdos” Lamine Yamal, que cumpre no sábado 17 anos, e Nico Williams, de 21.

Depois, há também Rodri, Fabián Ruiz, Dani Olmo, que, na peugada de Busquets, Xavi e Iniesta, não deixam a Espanha jogar mal, numa equipa que, na máxima força, também poderia ter na final Rodri e Gavi, ambos lesionados, o primeiro nos ‘quartos’.

Atrás, o guarda-redes Unai Simón, mesmo não escapando a alguns lapsos, também dá garantias, enquanto Carvajal, Le Normand, Nacho, Laporte e Cucurella conferem experiência.

O capitão é Álvaro Morata, um ponta de lança que é sempre um perigo e ainda há Merino, o do grande golo à Alemanha, Oyarzabal, Grimaldo ou Ferran Torres, todos sempre prontos a conferir qualidade ao jogo espanhol.

Ainda falta, porém, uma última batalha, frente a uma Inglaterra que terá sido uma das equipas mais criticadas durante a competição, face a um futebol que adormeceu mais do que encantou em muitos momentos.

Ingleses de duas faces

Os ingleses começaram com um triunfo (1-0 à Sérvia) e prosseguiram com duas igualdades (1-1 com a Dinamarca e 0-0 com a Eslovénia), que fizeram “disparar os alarmes”.

A formação dos “três leões” entrou para o “mata mata” repleta de pontos de interrogação e confirmou-os nos “oitavos”, em que, perante a Eslováquia, esteve em desvantagem desde os 25 minutos e até quase ao final dos descontos.

Quando o adeus parecia certo, uma “bicicleta” de Jude Bellingham, aos 90+5 minutos, num dos momentos mais belos do Euro2024, a par do golo de Yamal à França, salvou o conjunto de Gareth Southgate, depois apurado com um tento de Harry Kane (91).

Também num jogo em que esteve a perder, a Inglaterra precisou dos penáltis para afastar a Suíça (5-3, após 1-1), na redenção de Saka, nos “quartos”, e, nas “meias”, bateu os Países Baixos (2-1) com nova reviravolta, concretizada nos descontos, pelo suplente Ollie Watkins.

Foi complicado, sofrido, o futebol chegou a ser “sonolento”, mas a Inglaterra está de novo a um triunfo do segundo grande título, para juntar ao Mundial de 1966, arrebatado em casa.

Três anos depois, Pickford, Walker, Stones, Trippier, Shaw, Rice, Saka, e Kane podem repetir a presença na final, sendo que, para o capitão Kane, é mais uma oportunidade para, aos 30 anos, conquistar, finalmente, o primeiro título coletivo da carreira.

Espanha e Inglaterra disputam no domingo, pelas 20h00 em Lisboa, a final Euro2024, em Berlim, com arbitragem do francês François Letexier, de 35 anos, o mais jovem árbitro a ajuizar o jogo decisivo da prova.

LER MAIS

DESPORTO

BOAVISTA FC: GUINEENSE IBRAHIMA CAMARÁ JÁ TREINA NO BESSA

O médio internacional guineense Ibrahima Camará integrou os trabalhos de pré-época do Boavista, da I Liga, que passou a ter 22 futebolistas à disposição do treinador italiano Cristiano Bacci, disse à agência Lusa fonte “axadrezada”.

Online há

em

O médio internacional guineense Ibrahima Camará integrou os trabalhos de pré-época do Boavista, da I Liga, que passou a ter 22 futebolistas à disposição do treinador italiano Cristiano Bacci, disse à agência Lusa fonte “axadrezada”.

Autorizado a apresentar-se mais tarde, devido a razões pessoais, o jogador, de 25 anos, compareceu ao sétimo dia de treinos e evoluiu pela primeira vez no relvado contíguo ao Estádio do Bessa, no Porto, partindo para a terceira temporada seguida pelas “panteras”.

Ibrahima aumentou as opções de Cristiano Bacci, que ainda aguarda pelas chegadas do médio colombiano e capitão Sebastián Pérez, também ausente por motivos pessoais, do defesa central Chidozie, que representou a seleção da Nigéria em junho, e do avançado Róbert Bozeník, presente no trajeto da Eslováquia até aos oitavos de final do Euro2024.

O Boavista tem sete jogos de preparação previstos até ao início da sua 62.ª presença, e 11.ª seguida, na I Liga, com a visita ao Casa Pia, em Rio Maior, em 10 ou 11 de agosto.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS