Ligue-se a nós

ECONOMIA & FINANÇAS

RÁDIO REGIONAL RENOVA ‘COMPROMISSO DE PAGAMENTO PONTUAL’ PARA 2022

A Rádio Regional renovou em 2022 a sua adesão ao “Compromisso Pagamento Pontual”; que tal como em 2021 pretende-se com este compromisso contribuir para o clima de confiança nos negócios primando pelo cumprimento, transparência e boas-práticas económicas.

Online há

em

A Rádio Regional renovou em 2022 a sua adesão ao “Compromisso Pagamento Pontual”; que tal como em 2021 pretende-se com este compromisso contribuir para o clima de confiança nos negócios primando pelo cumprimento, transparência e boas-práticas económicas.

O “Compromisso Pagamento Pontual” é uma uma iniciativa da ACEGE e do Portal VER – Valores Ética e Responsabilidade que ‘obriga’ clientes, fornecedores, colaboradores e demais agentes económicos à cobrança e liquidação de faturas dentro de prazos tidos como razoáveis e aceitáveis.

Aproximadamente 1700 empresas já se ‘vincularam’ a este compromisso. Após uma análise de aceitação, ficam vinculadas ao compromisso de ter prazos efetivos de pagamento aos fornecedores de acordo com a legislação em vigor, a cumprir os prazos acordados, ter instruções claras e procedimentos internos necessários para que os pagamentos sejam efetuados até à data de vencimento das faturas. É-lhes ainda exigido dar conhecimento por escrito aos colaboradores envolvidos no processo de faturação e pagamento, aos principais fornecedores da adesão a este compromisso, se solicitarem e quando o fizerem a suspensão ou cancelamento deste compromisso, se de forma temporária ou permanente não o poderem honrar.

Para o administrador da Rádio Regional, Vítor Fernandes, “fazer parte desta comunidade de empresas sérias e cumpridoras é uma honra, especialmente numa altura muito difícil da economia em que as relações de confiança entre clientes e fornecedores é cada vez mais decisiva e em que ninguém se pode demitir da sua responsabilidade social”.

“Estas coisas são sérias, não é apenas um selo na nossa comunicação corporativa, é sobretudo a nossa palavra, o nosso nome no mercado”, salienta o gestor.

Na área dos média, só a Rádio Regional, Rádio Renascença, Rádio Universidade (Vila Real e sem fins lucrativos), Cofina (Correio da Manhã e CMTV) e Agência Lusa receberam este título, que tem como parceiros e promotores a Caixa Geral de Depósitos, a Confederação Empresarial de Portugal, a Ordem dos Contabilistas, APMEI, entre outras entidades reconhecidas.

A Rádio Regional é detentora do maior grupo de rádio privado da região norte e de uma publicação diária eletrónica de âmbito nacional e opera no mercado desde o ano 2000.

Veja aqui a Sessão de Entrega dos Diplomas em evento online que contou com a participação de Paula Franco (Ordem dos Contabilistas), Gonçalo Lobo Xavier (APED), Heitor Costa (APIFARMA), Armindo Monteiro (ANETIE), Jorge Líbano Monteiro (ACEGE), Rafael Campos Pereira (AIMMAO) e Rodrigo Faria (D&B)

VEJA AINDA: PAGAMENTO PONTUAL

Publicidade

HELPO, EU CONSIGNO EU CONSIGO, IRS 2024
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

ECONOMIA & FINANÇAS

PROIBIÇÃO DE CARROS NOVOS A GASÓLEO E GASOLINA AMEAÇA SOBERANIA DA UE

O Tribunal de Contas Europeu alertou que a proibição da venda de automóveis novos a gasolina e a gasóleo a partir de 2035 pode por em causa a liderança europeia, por falta de competitividade sobretudo no fabrico de baterias.

Online há

em

O Tribunal de Contas Europeu alertou que a proibição da venda de automóveis novos a gasolina e a gasóleo a partir de 2035 pode por em causa a liderança europeia, por falta de competitividade sobretudo no fabrico de baterias.

Num relatório divulgado esta segunda-feira, o Tribunal de Contas Europeu (TCE) destaca um possível choque entre o Pacto Ecológico Europeu e “a soberania industrial” da União Europeia (UE) com a aposta em veículos elétricos.

O TCE constatou que, apesar do grande apoio público, as baterias fabricadas na UE “continuam a custar muito mais do que o previsto”, o que afeta a competitividade dos automóveis elétricos europeus em relação a outros produtores mundiais, podendo também “levar a que os carros elétricos europeus não estejam ao alcance de uma grande parte da população”.

Menos de 10% do fabrico mundial de baterias está sediado na Europa, destaca o texto, sendo a grande maioria produzida na China.

O setor das baterias da UE depende das importações de recursos de países de fora, com os quais o bloco não tem os devidos acordos comerciais: 87% do lítio em bruto provém da Austrália, 80% do manganês da África do Sul e do Gabão, 68% do cobalto da República Democrática do Congo e e 40% da grafite da China, refere a instituição.

O TCE alerta ainda que as infraestruturas de carregamento de veículos ainda levantam muitos obstáculos, quer pela escassez de oferta, quer pela falta de um meio harmonizado de pagamento.

Perante a dificuldade encontrada em reduzir as emissões de gases com efeito de estufa (GEE) no setor rodoviário e o fraco desenvolvimento dos biocombustíveis, a UE aposta nos veículos elétricos como a melhor alternativa possível.

Reduzir ou eliminar as emissões de CO2 dos carros de passageiros é um elemento essencial da estratégia europeia para o clima, cujo objetivo é chegar às zero emissões líquidas de GEE até 2050, ano em que a UE deverá atingir a neutralidade carbónica.

LER MAIS

ECONOMIA & FINANÇAS

QUASE 77 MIL EUROS EM COIMAS DEVIDO A PUBLICIDADE ENGANOSA ENTRE 2020 E 2024

A Direção-Geral do Consumidor (DGC) aplicou coimas no valor de 76.900 euros a supermercados devido a publicidade enganosa entre 2020 e 2024, na sequência de 126 processos de averiguação, informou hoje a entidade.

Online há

em

A Direção-Geral do Consumidor (DGC) aplicou coimas no valor de 76.900 euros a supermercados devido a publicidade enganosa entre 2020 e 2024, na sequência de 126 processos de averiguação, informou hoje a entidade.

Os processos foram instaurados na sequência de denúncias e queixas apresentadas tanto por consumidores no livro de reclamações como por outros agentes económicos.

No setor dos supermercados resultaram 35 processos de contraordenação devido a publicidade enganosa, em especial a promoções não efetuadas pelo preço anunciado.

A Direção-Geral do Consumidor também aplicou duas medidas cautelares que determinaram a suspensão imediata de duas campanhas publicitárias.

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO
A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
FAMALICÃO X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X VIZELA




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
AROUCA X SPORTING




A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
PORTO X BENFICA




RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% INSPIRATION


WEBRADIO 100% DANCE

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL
NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS