Ligue-se a nós

DESPORTO

SÉRGIO CONCEIÇÃO QUER FESTEJAR O TÍTULO COM UMA VITÓRIA FRENTE AO ESTORIL

O treinador do FC Porto, equipa campeã nacional da I Liga portuguesa de futebol, garantiu hoje que vai entrar na partida da última jornada, frente ao Estoril Praia, com a mesma “seriedade” e a pensar nos três pontos.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O treinador do FC Porto, equipa campeã nacional da I Liga portuguesa de futebol, garantiu hoje que vai entrar na partida da última jornada, frente ao Estoril Praia, com a mesma “seriedade” e a pensar nos três pontos.

“A festa é depois do jogo. Temos um jogo para fazer, preparámos o jogo com o espírito com que preparámos muitos outros. Temos de olhar para o jogo não a pensar em recordes, mas sim em focar-nos na nossa tarefa durante os 90 minutos para ganhar os três pontos. O adepto do FC Porto quer festejar o título durante a semana em cima de uma vitória”, esclareceu o treinador, em conferência de imprensa de imprensa de antevisão da partida da 34.ª e última jornada, agendada para sábado.

Sobre a possibilidade de dar a oportunidade a jogadores que ainda não jogaram em jogos do campeonato, Sérgio Conceição garantiu que vai fazer o que considerar melhor em função do jogo.

“Vou utilizando os jogadores que acho importantes para ganhar os jogos. Alguns ainda não participaram em jogos do campeonato, vamos ver, em função do jogo, em função do que vamos ter com o Estoril, uma equipa que fez um excelente campeonato. Uma equipa que vem da II Liga e faz o que o Estoril fez, é de louvar. Trabalhámos para tentar vencer o jogo”, garantiu.

O técnico dos dragões foi questionado sobre a continuidade no FC Porto mas, apesar de ter contrato até 2024, preferiu não abordar a questão.

“O meu futuro é o jogo de amanhã [sábado] e a final da Taça de Portugal. E olhar para o futuro dos nossos jovens da equipa principal, que são muitos. Tudo o que seja mercado, saídas e entradas, fica à porta do Olival”, esquivou-se o treinador que está há cinco épocas no comando dos portistas.

Sérgio Conceição falou ainda do incidente que aconteceu durante os festejos do FC Porto no Estádio do Dragão, onde morreu um adepto esfaqueado.

“Foi um episódio triste, no futebol ou na sociedade em si. Ninguém gosta. Foi o combustível para muita da imprensa. Permitam-me mandar a bicada. Falou-se muito de cenas desagradáveis e não se falou no mérito dos jogadores e equipa do FC Porto na conquista de mais um campeonato. São cenas a condenar, mas não é futebol, não queria ir muito por aí”, salientou.

Questionado sobre se este é o melhor plantel que já treinou no FC Porto, Sérgio Conceição destacou a juventude que acompanha a atual equipa.

“No meu primeiro ano tinha Casillas, Maxi [Pereira], Herrera, Aboubakar, Marega e temos conseguido construir equipas sólidas e capazes de chegar ao fim desde aí. Agora, há muita gente, como o Fábio Vieira, Vitinha, Francisco Conceição, em quem pouca gente acreditava no início do ano. Qual é o FC Porto que pratica o melhor futebol? Depende de muita coisa, depende do tipo de futebol de que gostas. As pessoas gostavam muito de ver o FC Barcelona a jogar e eu adormecia”, referiu.

O FC Porto, líder e já campeão, com 88 pontos, recebe no sábado, às 18:00, o Estoril Praia, oitavo classificado, com 39, num encontro que será arbitrado por António Nobre, da Associação de Futebol de Leiria.

DESPORTO

VITÓRIA QUEBRA INVENCIBILIDADE DO BENFICA NUM EMPATE A ZERO (VÍDEO)

O líder Benfica cedeu hoje os primeiros pontos na edição 2022/23 da I Liga, depois de sete vitórias, ao empatar a zero no reduto do Vitória de Guimarães, em encontro da oitava jornada.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O líder Benfica cedeu hoje os primeiros pontos na edição 2022/23 da I Liga, depois de sete vitórias, ao empatar a zero no reduto do Vitória de Guimarães, em encontro da oitava jornada.

Num jogo com raras oportunidades de golo, os ‘encarnados’ falharam também aquela que seria a sua 14.ª vitória consecutiva em todas as competições a abrir a temporada.

A formação de Roger Schmidt passa a contar 22 pontos, mais três do que o FC Porto, que ascendeu ao segundo posto, ao vencer por 4-1 na receção ao Sporting de Braga, agora terceiro, também com 19. O Vitória é novo, com 11.

video
play-rounded-fill
LER MAIS

DESPORTO

FC PORTO QUEBRA INVENCIBILIDADE DO SC BRAGA E VENCE POR 4-1 (VÍDEO)

O FC Porto ascendeu à segunda posição da I Liga, ao vencer por 4-1 na receção ao Sporting de Braga, que ainda não tinha perdido e caiu para terceiro, em encontro da oitava jornada.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O FC Porto ascendeu à segunda posição da I Liga, ao vencer por 4-1 na receção ao Sporting de Braga, que ainda não tinha perdido e caiu para terceiro, em encontro da oitava jornada.

Evanilson, aos 32 minutos, Eustáquio, aos 34, Pepê, aos 63, e Galeno, aos 90+6, marcaram para os ‘dragões’, enquanto Pepe apontou, aos 55, na própria baliza, o tento dos bracarenses, que acabaram com 10, por expulsão do guarda-redes Matheus, aos 84.

Na classificação, os ‘dragões’ somam agora os mesmos 19 do Sporting de Braga, com vantagem no confronto direto, seguindo ambos, provisoriamente, a dois pontos do líder 100% vitorioso Benfica, que se desloca no sábado a Guimarães.

video
play-rounded-fill
LER MAIS

DESPORTO

ACADÉMICA ENTREGOU PEDIDO DE INSOLVÊNCIA E PLANO DE RECUPERAÇÃO

A Académica – Organismo Autónomo de Futebol (OAF) entregou esta semana um pedido de insolvência e reestruturação no Juízo de Comércio do Tribunal Judicial da Comarca de Coimbra, disse hoje à agência Lusa o presidente da direção.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

A Académica – Organismo Autónomo de Futebol (OAF) entregou esta semana um pedido de insolvência e reestruturação no Juízo de Comércio do Tribunal Judicial da Comarca de Coimbra, disse hoje à agência Lusa o presidente da direção.

Segundo Miguel Ribeiro, o clube apresenta dívidas vencidas superiores a 5,6 milhões de euros, dos quais 1,9 milhões ao Estado, e contabiliza 3,1 milhões de incumprimento a fornecedores e prestadores de serviços.

“O presente é dramático, de facto, e o estado das finanças económico-financeiras do clube exige o pedido de insolvência. Com oito milhões de euros de capital negativo, não tínhamos outra solução”, sublinhou o dirigente, que tomou posse em junho.

O presidente da direção salientou que aqueles montantes “são resultado de dívidas que se acumularam ao longo dos anos, sendo que se entrou em incumprimento generalizado no primeiro trimestre deste ano”.

Do lado da receita, Miguel Ribeiro chamou a atenção para a antecipação de mais de 500 mil euros de rendas, algumas até 2029 e 2032, dos quais 350 mil euros são referentes a este triénio, e 160 mil relativos a esta época desportiva.

A descida à Liga 3, no final da época transata, pela primeira vez na história do clube, implicou também a perda de receitas na ordem de 1,5 milhões de euros, relativas a transmissões televisivas, aposta online e da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

“A Académica não preenchia os requisitos para se avançar com um Plano Especial de Recuperação [PER], pelo que só restou a solução de pedir a declaração de insolvência”, adiantou o presidente da direção.

De acordo com o dirigente, a ‘Briosa’ tem cumprido com o pagamento dos ordenados aos trabalhadores, que mesmo assim são credores de quase 350 mil euros de salários e subsídios em atraso, de impostos (incluindo o IVA referente a abril e maio de 2022, IRS e Segurança Social referentes a maio 2022) e contribuições vencidas entre 15 de junho de 2022 e 25 de setembro de 2022.

Desde que tomou posse, a nova direção afirma ter efetuado pagamentos que ascendem a mais de 800 mil euros, dos quais 250 mil euros para salários em atraso.

Miguel Ribeiro vê na aprovação do pedido de insolvência com plano de recuperação a “salvação” do emblema dos ‘estudantes’, salientando que a constituição de uma Sociedade Anónima Desportiva (SAD), que está a ser trabalhada, “não iria contribuir em nada para o clube ficar solvente”.

“O modelo de uma futura SAD será apresentado aos sócios, previsivelmente até ao final do ano. Estamos a trabalhar nesse sentido, para depois no próximo ano avançarmos com todo o processo de constituição”, adiantou.

Salientando que o futuro passa pela criação da SAD, o presidente da Académica acredita que o futuro modelo societário permita “captar investimento para a equipa de futebol e para modernização de infraestruturas, de forma que a Académica possa almejar a subida de divisão, que trará mais receita”.

O pedido de insolvência deverá ter uma decisão judicial dentro de quatro a cinco meses, de acordo com Miguel Ribeiro. Caso seja declarada a insolvência, será aberto um prazo para os credores reclamarem os seus créditos, seguindo-se depois a apresentação e votação do plano de recuperação pela assembleia de credores.

LER MAIS

DESPORTO

FAMALICÃO: FEDERAÇÃO ABRE PROCESSO A ALEGADOS CASOS DE ASSÉDIO SEXUAL DE TREINADOR

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vai abrir um processo disciplinar aos alegados casos de assédio sexual do atual treinador da equipa feminina do Famalicão, confirmou hoje à Lusa fonte oficial do organismo.

Online há

em

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vai abrir um processo disciplinar aos alegados casos de assédio sexual do atual treinador da equipa feminina do Famalicão, confirmou hoje à Lusa fonte oficial do organismo.

Questionada pela Lusa, a mesma fonte deu conta da instauração do procedimento disciplinar, na sequência da notícia que faz hoje manchete no jornal Público, acrescentando que a FPF detém um canal para denúncias anónimas deste tipo de casos ou outros ilícitos, como manipulação de resultados ou apoio à imigração ilegal.

Várias futebolistas que alinharam no Rio Ave em 2020/21 denunciaram, na notícia hoje publicada, ações de assédio do então treinador do clube de Vila do Conde, atualmente no comando técnico do Famalicão, da Liga feminina, já depois de ter estado na época passada na Ovarense.

Ainda de acordo com o jornal, Miguel Afonso, de 40 anos, terá trocado mensagens íntimas com jogadoras do emblema da Foz do Ave, com idades entre os 18 e 20 anos.

Questionado pelo Público, o técnico recusou-se a comentar as acusações. A agência Lusa tentou contactar Miguel Afonso, sem sucesso.

Desde 01 de julho último, quando entrou em vigor a última atualização, o Regulamento de Disciplina da FPF prevê punir casos de assédio sexual, nos artigos 126.º-B e 150.º-A, por parte de dirigentes e jogadores, respetivamente.

Nos casos de “importunar agente desportivo adotando comportamento indesejado de caráter sexual, sob a forma verbal, não-verbal ou física, é punido com suspensão de três meses a um ano”, sem que esteja prevista qualquer multa.

Fonte oficial da FPF disse desconhecer se estes casos terão sido denunciados no canal de Integridade (https://integridade.fpf.pt/denuncia.aspx), uma vez que esses processos são sempre confidenciais.

LER MAIS

MAIS LIDAS

Hide picture