Ligue-se a nós

DESPORTO

SPORTING: RÚBEN AMORIM DIZ QUE NESTA ÉPOCA O SPORTING FOI ‘ZERO’

O treinador Rúben Amorim classificou, esta sexta-feira, a época do Sporting com um “zero”, após falhar a revalidação do título de campeão da I Liga portuguesa de futebol, conquistada este ano pelo FC Porto.

Online há

em

O treinador Rúben Amorim classificou, esta sexta-feira, a época do Sporting com um “zero”, após falhar a revalidação do título de campeão da I Liga portuguesa de futebol, conquistada este ano pelo FC Porto.

No futebol é tudo ou nada. Ou se ganha e é 10, ou não se ganha e, num clube grande, é zero. Não gosto de estar a dar um número porque pode haver interpretações do que é um cinco, um sete ou um oito. No futebol é tudo ou nada. Não ganhámos o campeonato, é nada”, atirou o técnico, na conferência de imprensa de antevisão do encontro de sábado, com o Santa Clara, da 34.ª e última jornada.

Nesse sentido, Amorim vincou que a possibilidade de igualar os 85 pontos da época passada, com a qual se sagrou campeão nacional ao serviço dos ‘leões’, se vencer o Santa Clara na última jornada, também não lhe diz “nada”.

“São tempos diferentes, sensações diferentes. Ganhar com 70 pontos tem mais sabor do que o segundo lugar com 85 pontos. Perdemos o campeonato, vamos lutar pelo próximo, sabendo que há três equipas que lutam pelo campeonato e só há lugar para um [campeão]”, desvalorizou o treinador dos ‘leões’, em Alcochete.

Depois, questionado sobre a possibilidade de as arbitragens terem interferido no desfecho do campeonato, o técnico recusou “fazer uma avaliação dos árbitros”, e aproveitou para lembrar que deu os parabéns aos ‘dragões’ pelo título, o que não terá acontecido na época passada, no sentido inverso.

“Dei os parabéns ao campeão, coisa que não aconteceu em relação a nós. Eu fiz o meu papel, porque é assim que temos de gerir as coisas. Simplesmente dei os parabéns ao FC Porto, foi campeão e, quanto a mim, nos momentos chave foi um justo campeão”, avaliou.

E com o título resolvido, assim como a entrada direta na fase de grupos da Liga dos Campeões, face ao segundo lugar assegurado, o técnico começou por revelar que vai promover alguma rotação na equipa, frente ao Santa Clara, para “aproveitar todos os minutos para crescer como equipa”.

Instado a revelar o ‘onze’ titular, acabou por fazê-lo antes de pedir aos jornalistas, com boa disposição, para “não dizer ao Mário [Silva]”, treinador dos açorianos.

“João Virgínia, Neto, Coates, Gonçalo Inácio, Porro, Palhinha, [Daniel] Bragança, Nuno Santos, Pote [Pedro Gonçalves], Pablo Sarabia e Tabata”, desvendou.

O Sporting recebe o Santa Clara no sábado, em partida da 34.ª e última jornada da I Liga, com início marcado para as 20h30, no Estádio José Alvalade, e arbitragem de Hugo Miguel (AF Lisboa).

DESPORTO

RIO AVE FC X SL BENFICA: ANÁLISE DE JOSÉ AUGUSTO SANTOS

No encanto da despedida de Ukra, a felicidade dos vilacondenses chegou no fim, com o penalti convertido por Costinha, num jogo que o Benfica dominou, criou oportunidades para ganhar de forma tranquila, mas não conseguiu ultrapassar a última barreira, o estreante guarda-redes polaco Miszta.

Online há

em

No encanto da despedida de Ukra, a felicidade dos vilacondenses chegou no fim, com o penalti convertido por Costinha, num jogo que o Benfica dominou, criou oportunidades para ganhar de forma tranquila, mas não conseguiu ultrapassar a última barreira, o estreante guarda-redes polaco Miszta.

Roger Schmidt promoveu a titularidade de Samuel Soares, Morato na sua posição de defesa central, Carreras, Tengstedt e Rollheiser e estreou no decorrer do jogo Gustavo Varela e Prestianni, diria em observação e análise de talento na projeção do que poderá ser a próxima época, em que quer continuar a liderar a equipa técnica das águias.

O Benfica, sem Di Maria, Rafa, Neres, Marcos Leonardo e Arthur Cabral, entrou dominador e a explorar as demarcações em profundidade de Tengsted que por duas vezes proporcionou excelentes defesas a Miszta e assistiu na perfeição Kokçu que com um belo remate abriu o ativo e deu um sinal ao seu treinador que neste modelo pode ser, na próxima época, um bom substituto de Rafa. No decorrer do jogo foi desperdiçando oportunidades para decidir o jogo, com a marcação do segundo golo, ficando sempre à mercê da possibilidade de o Rio Ave empatar, o que viria a acontecer. Os encarnados perdem dois pontos e uma vitória que mereciam.

Luís Freire deu oportunidade na baliza ao polaco Miszta e proporcionou a Ukra 17 minutos de jogo, que é o número de épocas que jogou e o número que utiliza na camisola, para se despedir dos adeptos e dos relvados, jamais do mundo do futebol.

O Rio Ave teve dificuldades de se libertar da pressão que o Benfica exerceu e a procura constante da profundidade com solicitações para Boateng não resultaram. Com a troca de Tanlongo por Adrien Silva melhorou a ligação ao ataque, dividiu mais o jogo, quase sempre com a projeção e envolvimento de Costinha pelo flanco direito. Conseguiu o empate perto do fim na sequência de um canto em que Aderllan Santos impôs o seu forte jogou aéreo, enviou a bola ao poste, lance que deu origem ao penalti que possibilitou ao Rio Ave marcar o golo do empate, numa abordagem imprudente de Florentino. O incrível do futebol é que o Benfica poderia ter marcado 4 ou 5 golos e no último lance quase perdia, quando Boateng se isolou e não conseguiu marcar porque Aursnes fez um corte decisivo.

O guarda-redes Cezary Miszta, foi o melhor em campo, bem acompanhado por Aderllan Santos, Costinha e Adrien Silva.
No Benfica sobressaiu a boa atuação de Tengstedt, muito móvel e rápido, Kokçu, João Neves que não sabe jogar mal e Florentino, apesar da culpa no lance que originou o penalti.

O árbitro David Silva teve uma noite tranquila facilitada pela pouca agressividade dos jogadores e no lance mais polémico com auxílio do VAR assinalou o evidente penalti.


José Augusto Santos, Comentador Desportivo e Treinador de Futebol Nível IV UEFA Pro.

Fonte: Vídeo Sport TV

LER MAIS

DESPORTO

PRIMEIRA LIGA: BENFICA EMPATA EM VILA DO CONDE NA DESPEDIDA DA ÉPOCA (VÍDEO)

O campeão cessante Benfica despediu-se hoje da temporada 2023/24 com um empate 1-1 na visita ao terreno do Rio Ave, em jogo da 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Online há

em

O campeão cessante Benfica despediu-se hoje da temporada 2023/24 com um empate 1-1 na visita ao terreno do Rio Ave, em jogo da 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O turco Kokçu adiantou os ‘encarnados’, aos 32 minutos, mas, já em tempo de compensação, os vila-condenses chegaram à igualdade, numa grande penalidade convertida por Costinha, aos 90+3.

Já com o segundo posto garantido, o Benfica fechou a I Liga com 80 pontos, provisoriamente a sete do líder e já campeão Sporting, que no sábado recebe o lanterna-vermelha Desportivo de Chaves, enquanto o Rio Ave confirmou o estatuto de equipa com mais empates na competição (19) e encerrou o campeonato com 37 pontos, por enquanto na 11.ª posição.

Fonte: Vídeo Sport TV

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO
A RÁDIO QUE MARCA GOLOS
FAMALICÃO X BENFICA


RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS