REGIÕES

VILA REAL: FENÓMENO DE CHUVA E GRANIZO PROVOCAM ESTRAGOS

A chuva intensa e a queda de granizo provocaram algumas inundações na vila do Pinhão, concelho de Alijó, bem como deslizamentos de terras que levaram ao corte de estradas, segundo fontes da Proteção Civil.

O presidente da Câmara de Alijó, José Paredes, disse à agência Lusa que a zona do Pinhão foi afetada por uma queda intensa de chuva, acompanhada de granizo, que “provocou estragos significativos”, quer na vila, nas estradas e, previsivelmente, nestas vinhas do Douro.

O comandante dos bombeiros do Pinhão, Carlos Pereira, especificou que aos bombeiros chegaram vários pedidos de ajuda devido a inundações provocadas pelo mau tempo, nomeadamente na estação ferroviária, numa unidade hoteleira e outros estabelecimentos da vila.

O responsável referiu ainda que as estradas de acesso do Pinhão a Alijó e Sabrosa foram cortadas devido a derrocadas e deslizamentos de terras.

Segundo Carlos Pereira, os bombeiros do Pinhão vão ser reforçados com cerca de 30 operacionais provenientes das corporações vizinhas.

O comandante disse ainda a chuva intensa começou a cair por volta das 17:40 e que, para já, não é possível adiantar mais informações.

LUSA

VEJA AINDA:

ALFÂNDEGA DA FÉ: NÃO HÁ REGISTO DE NOVOS CASOS COVID-19 NAS ESCOLAS

Lusa

VILA VIÇOSA: 14 INFETADOS COM COVID-19 NOS SERVIÇOS DA MISERICÓRDIA

Lusa

AVEIRO: 13 ANOS DE PRISÃO PARA HOMEM QUE MATOU A MÃE

Lusa

AÇORES: SITUAÇÃO DE CALAMIDADE PROLONGADA ATÉ 23 DE OUTUBRO

Lusa

MONTIJO: INCÊNDIO NUMA EMPRESA CAUSA DOIS FERIDOS

Lusa

ALVAIÁZERE: SETE UTENTES E DOIS FUNCIONÁRIOS DE LAR INFETADOS COM COVID-19

Vítor Fernandes