RÁDIO REGIONAL
REGIÕES

VINHAIS PROMOVE A BIENAL JORGE LIMA BARRETO

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O Centro Cultural Solar dos Condes de Vinhais é o palco da III Bienal Jorge Lima Barreto, uma iniciativa do município do distrito de Bragança, com um programa preenchido com concertos, oficinas, conferências, exposições e instalações.

As diferentes ofertas culturais são gratuitas com a exceção dos concertos previstos para cada uma das noites da bienal, com um bilhete único para as três, que custa 12 euros, ou o preço de cinco euros por noite, como explicou à Lusa o vereador da Cultura da Câmara de Vinhais, Artur Marques.

Esta terceira edição da bienal pretende ir ao encontro da “Aventura Musical” de Jorge Lima Barreto, “assumindo o compromisso de educar para a criatividade, para a música viva aliada à comunicação estética, para a arte como forma de estar e para a liberdade de pensamento”, como destacou o autarca.

“Porque é esta trajetória que Jorge Lima Barreto seguiu e defendeu com toda a coerência e perseverança”, acrescentou.

Durante o fim de semana da terceira edição, “12 artistas nacionais e estrangeiros pisarão o palco do Teatro Municipal do Centro Cultural de Vinhais, dos quais se destaca o concerto dos Telectu com António Duarte e Vítor Rua que é uma revisitação ao álbum Belzebu (1983), obra iconográfica da qual Jorge Lima Barreto foi mentor”, como divulgou a autarquia.

Entre os nomes anunciados estão também o baterista Chris Cutler e o guitarrista alemão Jochen Arbeit, bem como o português Tó Trips, guitarrista que integra atualmente os Dead Combo, Nuno Reis e Gimba.

Participarão ainda Bárbara do Canto Lagido, Helena Espvall, Marco Franco, Bernardo Devlin, Ilda Teresa Castro, Luís Lima Barreto, Kersten Gladien, Gonçalo Falcão, Feliciano de Mira, Rui Duarte e Luís Mendes de Almeida.

“Arte é Vida é Arte” é o lema da bienal que nesta terceira edição contará com a participação num dos espetáculos de Luís Lima Barreto, irmão do homenageado, segundo adiantou o vereador Artur Marques.

A iniciativa foi criada para homenagear e lembrar um dos maiores musicólogos portugueses, natural de Vinhais.

Jorge Lima Barreto morreu em 2011 aos 61 anos e foi fundador dos Anar Band, com Rui Reininho, Associação Conceptual de Musica e o Anar Jazz Trio, com Carlos Zíngaro e António Pinho Vargas, os Telectu, com Vítor Rua, e Zul Zelub, com Jonas Runa.

Destacou-se, também, pelas correntes musicais desenvolvidas em torno da música minimal repetitiva, experimental e eletrónica, como conferencista, jornalista e pela vasta obra discográfica e bibliográfica publicada.

Licenciado em História da Arte, Jorge Lima Barreto deixou mais de 20 obras publicadas das quais se destacam “Revolução no Jazz” (1979), “Jazz-Off” (1973), “Grande Música Negra” (1975), “Jazzband” (1976), “Música Minimal Repetitiva” (1983), “Nova Música Viva” (1983), “Musa Lusa” (1997), “Musonautas” (2001).

Algumas das suas obras constituem uma referência bibliográfica imprescindível a músicos e musicólogos.

Em 2013, o município de Vinhais atribui-lhe louvor público, tendo sido entregue a Medalha de Mérito Municipal, a título póstumo, e no ano seguinte promoveu a primeira bienal para “perpetuar, aprofundar e divulgar o trabalho de Jorge Lima Barreto, como músico, musicólogo, performer, escritor e, acima de tudo como referência incontornável da música improvisada, minimal repetitiva e experimentalista, abrindo pistas para o estudo e compreensão da arte musical”.

De acordo com o autarca, a bienal chama a Vinhais “especialistas, conhecedores da obra e curiosos” e mesmo as gentes locais também têm aderido nas edições anteriores.

Com este evento, o município transmontano quer contribuir para a projeção cultural desta região do interior, onde, como disse Artur Marques, “tudo é mais difícil de acontecer, mas onde as vontades são maiores do que as distâncias”.

nbsp| RÁDIO REGIONAL

LUSA

VEJA AINDA:

COVID-19: UNIVERSIDADE DE COIMBRA AVALIA REAÇÕES EMOCIONAIS DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Lusa

CINCO DISTRITOS EM ALERTA AMARELO DEVIDO À CHUVA, NEVE E AGITAÇÃO MARÍTIMA

Lusa

PORTO: FEIRA DO CERCO VAI ENCERRAR DEFINITIVAMENTE

Lusa

AÇORES: MAU TEMPO CAUSOU PREJUÍZOS DE QUATRO MILHÕES NA REDE VIÁRIA

Lusa

VILA NOVA DE GAIA: FESTEJOS ALUSIVOS AO NATAL E ANO NOVO CANCELADOS

Lusa

AVEIRO: EX-BANCÁRIO JULGADO POR SE APROPRIAR DO DINHEIRO DE CLIENTES DO BANCO

Lusa

Moschee Teppich

Moschee teppiche werden nicht kurzfristig gewechselt, d.h. das ein Moschee teppich sehr hohe Anforderungen erfüllen muβ. Speziell entworfene Moschee Teppiche zeichnen sich durch Design und Farben aus. Mit der Weiterentwicklung der Technologie werden heute Tausende von Farben und Modellen in Teppichen hergestellt, die mit Moscheen kompatibel sind.

100% Reine Schurwollteppich kaufen: Schurwollteppiche sind Schwerentflammbar, Robust, Strapazierfahig, Antibakteriel und Schmuzabweisend.

Canlı Maç Sonuçları Run 3 Play Snake Friv Atari Breakout cookie clicker unblocked games Düğün Paketleri uygunsigara.com/ Umzug Basel
saç ekimi hair transplant
Umzug Basel
seslendirme santral anons santral seslendirme
salt likit