Ligue-se a nós

REGIÕES

XUTOS & PONTAPÉS ANIMAM CALOIROS

A banda Xutos e Pontapés vai ser cabeça de cartaz na Receção ao Caloiro da Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, que este ano se realiza entre os dias 16 e 22 de outubro, anunciou a organização. Vê mais aqui. Partilha com os teus amigos !

Online há

em

XUTOS & PONTAPÉS ANIMAM CALOIROS

A banda Xutos e Pontapés vai ser cabeça de cartaz na Recepção ao Caloiro da Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, que este ano se realiza entre os dias 16 e 22 de Outubro, anunciou a organização.

“É uma escolha que vai de encontro às sugestões dos estudantes, porque este foi um grupo muito pedido e depois porque estamos a falar de uma banda intemporal que agrada a diferentes faixas etárias e que certamente trará à recepção muitas pessoas da cidade e da região”, afirmou, em declarações à agência Lusa, a presidente da AAUBI, Francisca Castelo Branco.

O cartaz da tradicional festa dos estudantes, que é organizada pela Associação Académica da UBI (AAUBI), englobará ainda vários outros artistas nacionais de diferentes estilos musicais e integra algumas das sugestões apresentadas pelos estudantes.

Sem querer especificar qual o valor global do orçamento, Francisca Castelo Branco sublinhou que a organização continua a apostar numa “gestão rigorosa e com base na estabilidade financeira” daquele organismo.

O evento arrancará no dia 16 de Outubro, com a tradicional Serenata, este ano a cargo do grupo de fados Os Trovadores.

Na noite seguinte actuam o organista e acordeonista Virgílio Faleiro e ainda Quim Barreiros. No dia 18, há a eleição do Miss & Mister AAUBI, a atuação dos humoristas João Paulo Sousa e Joel Rodrigues e da banda HI-FI Energy Music.

Dia 19, sobem ao palco as tunas As Moçoilas, Encanta Tuna, Ca Tuna aos Saltos, Tuna-Mus e Já b’UBI & Tokoskopus, seguindo-se os Insert Coin. Linda Martini atua no dia 20 e no dia 21 está agendada a atuação de Emanuel. A última noite, dia 22, está reservada para os Xutos e Pontapés.

Os espectáculos realizam-se todos no pavilhão de exposições da Associação de Lanifícios (ANIL) e no final de cada noite há animação com DJ’s.

Os bilhetes diários variam entre os dois e os 15 euros e o bilhete geral custa 27,50 euros para os sócios, 35 euros para estudantes e 40 para não estudantes.

Para dia 16, está ainda prevista a realização da iniciativa “Art’UBI”, a realizar junto à Câmara Municipal e na qual os estudantes dos cursos ligados à área das artes apresentarão, através de um circuito pedonal, vários trabalhos da sua autoria.

LUSA

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

REGIÕES

AÇORES: ÁGUA DO MAR PODERÁ ULTRAPASSAR OS 26 GRAUS – IPMA

A temperatura da água do mar deverá estar excecionalmente quente durante a próxima semana no arquipélago dos Açores, segundo previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para valores acima dos 26 graus.

Online há

em

A temperatura da água do mar deverá estar excecionalmente quente durante a próxima semana no arquipélago dos Açores, segundo previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para valores acima dos 26 graus.

“Prevê-se que a partir da próxima semana se verifique um aumento da temperatura da água do mar na região dos Açores, que poderá atingir valores superiores a 26ºC, em particular nas ilhas dos Grupos Ocidental [Corvo e Flores] e Central [Pico, Faial, São Jorge e Terceira]”, pode ler-se num comunicado do IPMA.

“A situação de anomalia positiva da temperatura da superfície do oceano, que se tem verificado nos últimos meses nesta região, resulta da posição e intensidade do Anticiclone dos Açores”, explica o IPMA no comunicado, dando como exemplo a anomalia que em junho “variou entre 0,8 e 1,6°C nos grupos Oriental [Santa Maria e S. Miguel] e Central e entre 1,6 e 2,4°C no Ocidental”.

O Anticiclone dos Açores deverá localizar-se a sudoeste do arquipélago, apresentando um vasto campo de ação, ao qual estarão associados ventos muito fracos à superfície.

Estas condições de vento fraco irão, por um lado, limitar a mistura de água nas camadas mais superficiais do oceano e, por outro, reduzir o transporte de poeiras do deserto do Sahara sobre a região subtropical do Atlântico, deixando a atmosfera mais limpa, permitindo que a radiação solar incidente sobre o oceano seja mais eficiente, refere o comunicado.

Devido à conjugação destes fatores, o IPMA prevê “um aquecimento anormalmente elevado da temperatura da água do mar no arquipélago dos Açores”.

Durante a próxima semana, acrescenta, preveem-se também valores da temperatura do ar acima dos 28°C, com a ocorrência de noites tropicais (temperatura mínima superior a 20°C), juntamente com valores elevados da humidade relativa do ar.

O IPMA deverá assim, oportunamente, emitir avisos meteorológicos de tempo quente para o arquipélago dos Açores.

LER MAIS

REGIÕES

PORTO: SETE ANOS DE PRISÃO POR ESFAQUEAR UM HOMEM NA DISCOTECA

O homem que esfaqueou outro à porta de uma discoteca no Porto em fevereiro de 2023 foi hoje condenado a sete anos de prisão no Tribunal São João Novo, no Porto.

Online há

em

O homem que esfaqueou outro à porta de uma discoteca no Porto em fevereiro de 2023 foi hoje condenado a sete anos de prisão no Tribunal São João Novo, no Porto.

Durante a leitura do acórdão, a presidente do coletivo de juízes referiu que o arguido, em prisão preventiva, mostrou “frieza e falta de afetividade pelo ser humano”.

“Espero que retire alguma lição daqui para a frente”, atirou a magistrada.

Além disso, a juíza frisou que os problemas não se resolvem à facada.

Em fevereiro de 2023, o arguido de 26 anos, agora condenado, esfaqueou cinco vezes, duas das quais em órgãos vitais, um homem à porta de uma discoteca no Porto.

O arguido e o ofendido integravam um grupo de seis pessoas que se juntou com o propósito de comprar o acesso à área reservada da discoteca, dividindo entre todos a despesa, tendo estado na origem das agressões uma discordância quanto ao valor cobrado pelo ofendido.

“Uma discussão sobre cinco euros deixou o ofendido entre a vida e a morte, algo que é desprezível”, frisou a magistrada.

A juíza recordou que a vítima, jogador de futebol de 21 anos, teve de ser reanimado e operado de urgência após o esfaqueamento.

LER MAIS

MAIS LIDAS