Ligue-se a nós

MAGAZINE

AS COISAS EM QUE O CHEFE REPARA

Sim, o seu chefe repara em si… e está a avaliá-lo constantemente. Eis as coisas em que os Chefes costumam reparar mais. Vê mais aqui. Partilha com os teus amigos !

Online há

em

as-coisas-chefe-repara

Sim, o seu chefe repara em si… e está a avaliá-lo constantemente. Eis as coisas em que os Chefes costumam reparar mais. Independentemente da sua área de trabalho, o mais provável é que tenha de dar contas a um superior, e, não se engane, esse superior hierárquico repara em si e estará a avaliá-lo diariamente. E não apenas o seu trabalho.

O seu chefe nota numa série de coisas a seu respeito pois, na verdade parte do trabalho é mantê-lo ‘debaixo de olho’. Portanto, saiba quais as sete coisas em que, segundo o site Pop Sugar, o seu chefe repara regularmente:

O quão cedo ou tarde chega: Mesmo que não tenha uma hora para chegar definida, o melhor é falar com os seus colegas para tentar perceber a que hora é que eles chegam e tentar chegar por volta do mesmo horário.

E o quão tarde ou cedo se vai embora: Novamente, mesmo que não tenha hora fixa para sair, o melhor é que não saia nem antes nem muito depois dos seus colegas de trabalho. Sair cedo pode dar a ideia de que trabalha pouco mas sair muito tarde também pode indicar que não sabe gerir bem o seu tempo.

A forma como se veste. A forma como se apresenta é, e sempre será importante no trabalho. A área em que trabalha e o tipo de local de trabalho acaba por ditar o ‘dress code’, mas em caso de dúvida inspire-se no ‘look’ dos seus colegas com cargos semelhantes.

A forma como usa a tecnologia: Está a fazer chamadas de trabalho através o seu telemóvel? Ou está a falar com um amigo? E o Facebook, usa-o para o trabalho ou está no chat com amigos? Lembre-se que o uso da tecnologia durante o horário laboral deve focar-se apenas no trabalho.

As palavras que usa: Mesmo que seja só à hora de almoço ou com os colegas, usar linguagem menos própria, como palavrões ou calão, é algo que pode ser reprovável e que provavelmente vai chegar aos ouvidos do seu chefe.

A forma como se integra: O seu chefe quer perceber se se encaixa bem na equipa, por isso não se feche, tente dar-se bem com os seus colegas e conviver nas horas livres. Mas também não seja o ‘social’ do grupo, pois pode fazer com que o seu chefe ache que é má influência e que distrai os colegas.

Como gere o seu tempo: Consegue realizar as suas tarefas eficazmente e ao ritmo certo? Ou perde tempo em coisas que não devia e acaba sempre por se atrasar? É importante definir prioridades e respeitar os ‘deadlines’.

NM

MAGAZINE

5 IDEIAS ACESSÍVEIS PARA TRANSFORMAR A SUA CASA

Transformar a casa pode ser uma experiência enriquecedora e gratificante. Pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença no ambiente, tornando-o mais aconchegante, funcional e esteticamente agradável. Aqui estão algumas ideias para renovar o seu espaço, desde a colocação de quadros até a adição de plantas.

Online há

em

Transformar a casa pode ser uma experiência enriquecedora e gratificante. Pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença no ambiente, tornando-o mais aconchegante, funcional e esteticamente agradável. Aqui estão algumas ideias para renovar o seu espaço, desde a colocação de quadros até a adição de plantas.

1. Colocação de Quadros e Arte nas Paredes

Personalidade e Estilo:

  • Quadros e obras de arte, são uma excelente maneira de adicionar personalidade e estilo à sua casa. Escolha peças que reflitam os seus gostos e interesses pessoais.
  • Misture diferentes tipos de arte, como fotografias, pinturas e gravuras, para criar uma galeria diversificada.

Posicionamento Estratégico:

  • Coloque quadros na altura dos olhos para garantir que sejam facilmente apreciados.
  • Crie uma parede-galeria combinando várias peças de diferentes tamanhos e formatos. Essa técnica pode ser usada em salas de estar, corredores ou até mesmo no quarto.

2. Mudança das Cores das Paredes

Impacto Visual:

  • A cor das paredes pode transformar completamente o ambiente de uma casa. Tons claros, como branco e bege, podem fazer com que os espaços pareçam maiores e mais luminosos.
  • Cores escuras, como azul-marinho ou verde-esmeralda, adicionam profundidade e um toque sofisticado aos ambientes. Se é residente na zona de Braga e não encontra pintores, não desespere. Existe uma plataforma, onde pode facilmente pesquisar e encontrar Pintores em Braga.

Acentos Coloridos:

  • Pintar uma única parede com uma cor de destaque, pode criar um ponto focal interessante. Essa técnica é ideal para adicionar cor sem sobrecarregar o espaço.
  • Experimente usar papel de parede com padrões ou texturas, para adicionar um elemento decorativo único.

3. Instalação de Prateleiras

Organização e Estilo:

  • Prateleiras são uma solução prática e estilosa para exibir livros, coleções e objetos decorativos. Elas ajudam a manter o ambiente organizado e ao mesmo tempo decoram.
  • Prateleiras flutuantes dão um toque moderno e minimalista ao espaço. Pode e deve contratar um Handyman, para lhe fazer os serviços de bricolage que necessita em sua casa.

Aproveitamento de Espaço:

  • Instale prateleiras em áreas subutilizadas, como acima de portas ou em cantos, para maximizar o uso do espaço.
  • Combine prateleiras de diferentes comprimentos e alturas para criar um visual dinâmico e funcional. Há serviços de Biscates muito baratos, onde pode encontrar profissionais para o ajudar a na reorganização dos espaços.

4. Adição de Plantas

Benefícios para a Saúde:

  • Plantas não só embelezam o ambiente, mas também melhoram a qualidade do ar e trazem uma sensação de tranquilidade.
  • Escolha plantas de fácil manutenção, como suculentas, samambaias ou a espada-de-são-jorge, especialmente se você não tem muito tempo para cuidar delas.

Decoração Verde:

  • Coloque plantas em diferentes alturas usando suportes, mesas e prateleiras para criar uma sensação de profundidade.
  • Crie um jardim vertical em uma parede vazia, uma solução ideal para pequenos espaços.

5. Reorganização dos Móveis

Funcionalidade e Fluxo:

  • Avalie a disposição dos móveis e reorganize-os para melhorar o fluxo do ambiente. Garanta que os móveis não bloqueiem passagens e que o espaço seja funcional.
  • Experimente diferentes arranjos, até encontrar a configuração que melhor se adapta às suas necessidades e ao seu estilo de vida.

Zonas de Conforto:

  • Crie zonas distintas dentro de um mesmo ambiente. Por exemplo, separe uma área de leitura com uma poltrona confortável e uma luminária de piso.

6. Atualização de Texturas e Tecidos

Toque de Conforto:

  • Troque almofadas, cortinas e tapetes para renovar o visual. Opte por tecidos de diferentes texturas para adicionar profundidade e interesse.
  • Tapetes são uma excelente maneira de definir espaços e adicionar calor, especialmente em ambientes com piso frio.

7. Iluminação

Ambiente e Atmosfera:

  • A iluminação é crucial para criar a atmosfera certa. Combine diferentes fontes de luz, como luminárias de teto, abajures e luzes de piso.
  • Utilize luzes dimerizáveis para ajustar a intensidade conforme a necessidade, criando ambientes mais acolhedores ou funcionais.

Conclusão

Transformar a casa não requer grandes reformas ou investimentos exorbitantes. Pequenas mudanças estratégicas, como a colocação de quadros, a adição de plantas, a reorganização dos móveis e a atualização das cores das paredes, podem fazer uma grande diferença. O mais importante é que essas transformações reflitam o seu estilo pessoal, e tornem a sua casa um lugar ainda mais agradável e acolhedor para viver.

LER MAIS

MAGAZINE

DIA DE PORTUGAL: PORQUE SE COMEMORA O DIA 10 DE JUNHO ?

O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas celebra a data de 10 de Junho de 1580, data da morte de Camões, sendo também este o dia dedicado ao Anjo Custódio de Portugal. Este é também o dia da Língua Portuguesa, do cidadão nacional e das Forças Armadas.

Online há

em

O Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas celebra a data de 10 de Junho de 1580, data da morte de Camões, sendo também este o dia dedicado ao Anjo Custódio de Portugal. Este é também o dia da Língua Portuguesa, do cidadão nacional e das Forças Armadas.

Durante o Estado Novo, de 1933 até à Revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974, era celebrado como o Dia da Raça: a raça portuguesa ou as portuguesas e os portugueses.

Na fotografia, Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República de Portugal, nas comemorações do 10 de Junho.


ORIGENS DO 10 DE JUNHO:

Na sequência dos trabalhos legislativos após a Proclamação da República Portuguesa de 5 de Outubro de 1910, foi publicado um decreto em 12 de Outubro estipulando os feriados nacionais. Alguns feriados foram eliminados, particularmente os religiosos, de modo a diminuir a influência social da igreja católica e laicizar o Estado.

Neste decreto ficaram consignados os feriados de 1 de Janeiro, Dia da Fraternidade Universal; 31 de Janeiro, que evocava a revolução falhada no Porto, e portanto foi consagrado aos mártires da República; 5 de Outubro, Dia dos heróis da República; 1 de Dezembro, o Dia da Autonomia (Restauração da Independência) e o Dia da Bandeira; e 25 de Dezembro, que passou a ser considerado o Dia da Família, laicizando a festa religiosa do Natal.

O decreto de 12 de Junho dava ainda a possibilidade de os concelhos escolherem um dia do ano que representasse as suas festas tradicionais e municipais.

Com a entrada em vigor da Constituição de 1933, todas estas leis ficaram sem efeito.


O DIA DE CAMÕES:

Luís Vaz de Camões representava o génio da pátria na sua dimensão mais esplendorosa, significado que os republicanos atribuíam ao 10 de Junho, apesar de nos primeiros anos da república ser um feriado exclusivamente municipal. Com o 10 de Junho, os republicanos de Lisboa tentaram invocar a glória das comemorações camonianas de 1880, uma das primeiras manifestações das massas republicanas em plena monarquia.

Na fotografia, a estátua a Luís Vaz de Camões.


O DIA DA RAÇA E DIA DAS COMUNIDADES PORTUGUESAS:

O 10 de Junho começou a ser particularmente exaltado com o Estado Novo, o regime instituído em Portugal em 1933 sob a direcção de António de Oliveira Salazar. Foi a partir desta época que o dia de Camões passou a ser festejado a nível nacional. A generalização dessas comemorações deveu-se bastante à cobertura dos meios de comunicação social.

Durante o Estado Novo, o 10 de Junho continuou sendo o Dia de Camões. O regime apropriou-se de determinados heróis da república, não no sentido laico que os republicanos pretendiam, mas num sentido nacionalista e de comemoração colectiva histórica e propagandística.

Até ao 25 de Abril de 1974, o 10 de Junho era conhecido como o Dia de Camões, de Portugal e da Raça, este último epíteto criado por Salazar na inauguração do Estádio Nacional do Jamor em 1944. A partir de 1963, o 10 de Junho tornou-se numa homenagem às Forças Armadas Portuguesas, numa exaltação da guerra e do poder colonial. Com uma filosofia diferente, a Terceira República converteu-o no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas em 1978. Desde o ano 2013 a comunidade autónoma da Extremadura espanhola festeja também este dia.


O DIA DO SANTO ANJO DA GUARDA DE PORTUGAL:

A pedido do rei D. Manuel I de Portugal, o Papa Júlio II instituiu em 1504 a festa do «Anjo Custódio do Reino» cujo culto já seria antigo em Portugal. O pedido terá sido feito ao papa Leão X e este autorizou a sua realização no terceiro Domingo de Julho. A sua devoção quase desapareceu depois do séc. XVII, mas seria restaurada mais tarde, em 1952, quando mandada inserir no Calendário Litúrgico português pelo Papa Pio XII, para comemorar o Dia de Portugal no 10 de Junho.

Terá surgido pela primeira vez na Batalha de Ourique, e a sua devoção deu uma tal vitória às forças de D. Afonso Henriques sobre os invasores muçulmanos que lhe deu a oportunidade de autoproclamar-se rei de Portugal.

Nas suas Memórias, a Irmã Lúcia contou ainda que, entre abril e outubro de 1916, nas aparições de Fátima, teria já aparecido um anjo aos três pastorinhos, por três vezes, duas na Loca do Cabeço, no lugar dos Valinhos, e outra junto ao poço do quintal de sua casa, chamado o Poço do Arneiro, no lugar de Aljustrel, em Fátima, convidando-os à oração e penitência, e afirmando ser o “Anjo da Paz, o Anjo de Portugal”.

Na fotografia, Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República de Portugal, nas comemorações do 10 de Junho.

Fonte: WIKIPÉDIA

LER MAIS
Subscrever Canal WhatsApp
RÁDIO ONLINE
ASSOCIAÇÃO SALVADOR, HÁ 20 ANOS A TIRAR SONHOS DO PAPEL

LINHA CANCRO
DESPORTO DIRETO

RÁDIO REGIONAL NACIONAL: SD | HD



RÁDIO REGIONAL VILA REAL


RÁDIO REGIONAL CHAVES


RÁDIO REGIONAL BRAGANÇA


RÁDIO REGIONAL MIRANDELA


MUSICBOX

WEBRADIO 100% PORTUGAL


WEBRADIO 100% POPULAR


WEBRADIO 100% LOVE SONGS


WEBRADIO 100% BRASIL


WEBRADIO 100% OLDIES


WEBRADIO 100% ROCK


WEBRADIO 100% DANCE


WEBRADIO 100% INSPIRATION

KEYWORDS

FABIO NEURAL @ ENCODING


NARCÓTICOS ANÓNIMOS
PAGAMENTO PONTUAL


MAIS LIDAS