RÁDIO REGIONAL
INTERNACIONAL

ATAQUE INFORMÁTICO DE ORIGEM RUSSA SUSPENDE PROCESSAMENTO DE CARNE NOS EUA E CANADÁ

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Uma das maiores empresas de processamento de carnes do mundo, a JBS, foi hoje obrigada a suspender parte da produção nos EUA e no Canadá, devido a um ataque informático com origem provável na Rússia.

O ataque foi detetado no domingo e afetou “alguns dos servidores que apoiam os sistemas de TI [Tecnologias de Informação] na América do Norte e Austrália”.

A empresa alertou, entretanto, as autoridades dos EUA de que se trata de um ataque de ‘ransomware’ proveniente de uma “organização criminosa provavelmente com sede na Rússia”, disse um porta-voz da Casa Branca.

“A Casa Branca está em contacto direto com o governo russo sobre este assunto e lembra que os Estados responsáveis não devem compactuar com autores de ataques ‘ransomware'”, frisou Karine Jean-Pierre.

Os ataques de “ransomware” são utilizados para bloquear sistemas informáticos até que as empresas ou instituições paguem um resgate aos piratas informáticos.

A JBS frisou, anteriormente, que os servidores de apoio da empresa não foram afetados pelo ataque e que os seus técnicos estão a trabalhar para restaurar os sistemas.

No entanto, o ‘apagão’ nas fábricas de processamento da JBS na América do Norte pode causar problemas ao fornecimento de carne nos Estados Unidos, no Canadá e outros países, assim como uma escalada de preços dos produtos derivados.

Entre outras instalações, a JBS detém nove fábricas de processamento de carne de vaca, cinco de carne de porco e 26 de carne de frango nos Estados Unidos. No Canadá, tem uma fábrica de processamento de carne de vaca.

Na sua página na internet, a empresa refere que a carne processada na fábrica do Canadá fornece mais de 20 países do mundo.

Segundo dados do setor, a JBS é responsável por cerca de 20% da produção de carne processada na América do Norte.

A empresa central, JBS Foods, é uma das maiores empresas mundiais do setor alimentar, com operações em 15 países e vendas em cerca de uma centena de nações.

Na Austrália, onde a JBS tem 47 instalações e emprega cerca de 11 mil pessoas, o ataque informático provocou hoje o cancelamento dos turnos de trabalho de milhares de funcionários pelo segundo dia consecutivo.

Cerca de 70% da produção da JBS na Austrália destina-se à exportação.

VEJA AINDA:

CIENTISTAS CONSEGUIRAM REGENERAR PERNAS AMPUTADAS EM SAPOS ADULTOS

Lusa

INVESTIGADORES DESCOBREM MAIS DE 130.000 VÍRUS COM NOVA FERRAMENTA INFORMÁTICA

Lusa

‘CELEBRIDADES’ DA ARTE E DO CRIME SUSPEITOS DE USAREM CERTIFICADOS DIGITAIS FALSOS

Lusa

DONA DO FACEBOOK APRESENTA SUPERCOMPUTADOR PARA PESQUISA DE INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Lusa

PELOS MENOS 1,5 MILHÕES DE CRIANÇAS SUBNUTRIDAS EM ÁFRICA NÃO RECEBEM TRATAMENTO ADEQUADO – UNICEF

Lusa

COVID-19: GRÉCIA COMEÇA A MULTAR PESSOAS COM MAIS DE 60 ANOS QUE NÃO ESTEJAM VACINADAS

Lusa