RÁDIO REGIONAL
NACIONAL

CGTP RECLAMA DA INCONSTITUCIONALIDADE DA LEI LABORAL

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O líder da CGTP, Arménio Carlos, anunciou hoje, durante uma manifestação nacional em Lisboa, que vai pedir uma reunião com o Presidente da República para reclamar a inconstitucionalidade da lei laboral quando o diploma chegar a Belém.

O anúncio foi feito em frente à escadaria da Assembleia da República, onde culminou a manifestação da CGTP contra as alterações ao Código do Trabalho, que partiu cerca das 15:00 da Praça da Figueira e chegou ao parlamento perto das 16:00.

Perante os manifestantes, Arménio Carlos afirmou que a CGTP “irá solicitar ao senhor Presidente da República uma reunião urgente para reclamar a declaração de inconstitucionalidade, quando a lei laboral revista der entrada em Belém”.

Para o líder da CGTP, Marcelo Rebelo de Sousa “não pode dar o aval a normas que violam o princípio da segurança no emprego, da igualdade, o direito de contratação coletiva ou os direitos dos trabalhadores”.

nbsp| RÁDIO REGIONAL

LUSA

VEJA AINDA:

OE2022: PCP VAI VOTAR CONTRA PROPOSTA NA GENERALIDADE

Lusa

TRABALHO ILEGAL NÃO DECLARADO PASSARÁ A SER CRIME PUNIDO COM TRÊS ANOS DE PRISÃO

Lusa

GOVERNO IMPÕE TRABALHO PERMANENTE A CONTRATOS COM O ESTADO SUPERIORES A 12 MESES

Lusa

GOVERNO CAIR ERA A ‘MELHOR COISA QUE PODIA ACONTECER’ AO PAÍS – MIGUEL ALBUQUERQUE

Lusa

MAIS DE 60% DOS TRABALHADORES NASCIDOS NA DÉCADA DE 90 TÊM CONTRATOS A PRAZO – ESTUDO

Lusa

FRENTE COMUM DECIDE ESTA SEGUNDA-FEIRA GREVE NA FUNÇÃO PÚBLICA A 12 DE NOVEMBRO

Lusa