RÁDIO REGIONAL
INTERNACIONAL

FACEBOOK ‘ESTUDA’ PAGAMENTO DE CONTEÚDOS AOS PRODUTORES DE NOTÍCIAS

nbsp| RÁDIO REGIONAL

O Facebook está a negociar com grupos de comunicação social o direito de publicar os seus conteúdos jornalísticos, oferecendo em troca um pagamento anual de “milhões de dólares”, revelou hoje o Wall Street Journal.

A medida surge após anos de contestação por parte das empresas de comunicação social, confrontadas com a publicação dos seus conteúdos na rede social sem compensação financeira, situação agravada pela maneira como o Facebook tem captado as receitas de publicidade tradicionais dos “media”.

O Wall Street Journal relata hoje que representantes do Facebook disseram aos grupos de comunicação que a rede social está disposta a pagar até três milhões de dólares (2,6 milhões de euros) por ano pelo direito de usar peças jornalísticas, notícias de última hora e outro material.

Não está claro ainda se esses três milhões de dólares serão para cada grupo ou se a verba será para repartir entre todos. Para já terão sido abordados o Wall Street, Washington Post e a cadeia de televisão ABC.

O Facebook recusou-se a comentar estas informações, mas o CEO Mark Zuckerberg reconheceu, em abril, que a rede social tem a intenção de passar a oferecer aos utilizadores uma coluna de notícias.

Uma fonte que preferiu não se identificar admitiu que o Facebook abordou a News Corp, “publisher” do Wall Sreet com uma proposta de pagamento pela utilização de conteúdos do jornal.

//

VEJA AINDA:

O FACEBOOK É A REDE SOCIAL DOMINANTE ENTRE OS PORTUGUESES – ESTUDO

Lusa

FACEBOOK EXPANDE POLÍTICAS CONTRA ASSÉDIO DE FIGURAS PÚBLICAS

Lusa

APLICAÇÕES DO FACEBOOK REVELAM FALHAS DE ACESSO ALGUNS DIAS DEPOIS DO APAGÃO

Lusa

COVID-19: MAIS DE 50% DAS EMPRESAS DE MEDIA COM QUEDA DE RECEITAS NO 1.º TRIMESTRE

Lusa

COMUNICAÇÃO SOCIAL PERDE MAIS DE 3,5 MILHÕES EM AGOSTO COM PARTILHAS EM REDES SOCIAIS

Lusa

PORTUGAL ACIMA DA MÉDIA DA UE NO ACESSO NOTÍCIAS ‘ONLINE’ EM 2020

Lusa