RÁDIO REGIONAL
MAGAZINE

LARGAM TUDO PARA VIAJAR

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Um jovem casal trocou os empregos de sonho para viver de mochila às costas e viajar pelo mundo. Os britânicos Charlotte Bailey, de 24 anos, e Charlie White, de 25, ganhavam juntos mais de 60 mil euros por ano, mas despediram-se há quatro meses para viver uma vida mais simples.

Charllote e Charlie voltaram a viver com os pais para poupar dinheiro e, em nove meses, juntaram 30 mil euros. A partir daí, fizeram-se ao caminho apenas com duas mochilas. O primeiro passo foi comprar um bilhete só de ida para Nova Deli.

Desde então, já tiveram nove empregos temporários e já passaram por Bali, Singapura, Tailândia, Miami, Argentina e Peru, entre outros.

O casal, que está junto desde 2010, lançou um blog – The Wanderlovers – onde partilham as suas aventuras e inspiram outras pessoas a se aventurarem pelo mundo.

“Estávamos na lua no momento em que deixámos os nossos trabalhos de sonho em Londres, mas depois de um ano de longas horas de trabalho a viver num apartamento caro, percebemos que queríamos mais da vida do que apenas empregos bem pagos”, disse White.

Neste momento, o casal está a viver em Shenzhen, no sul da China.

“Temos vivido a maior parte do tempo em hostels para poupar algum dinheiro e agora que temos empregos vamos acabar por deixar o país com mais dinheiro do que começámos”, explicou Bailey. “O nosso objetivo é ir para Bali no verão e aprender mergulho para podermos ser instrutores na Tailândia. Há tantas formas de ganhar dinheiro a viajar e espero que a nossa história ilustre que não é preciso ser rico para conhecer o mundo”.

Os vídeos que – entretanto – Charlie e Charlotte publicaram:

VEJA AINDA:

PORTO: ASSOCIAÇÃO COMERCIAL QUER NOVA COMPANHIA AÉREA PARA ‘TOMAR O LUGAR’ DA TAP

Lusa

CRISE: VIAGENS COM DESTINO AO ESTRANGEIRO CAEM 89,5% NO 1.º TRIMESTRE

Lusa

EUA VOLTAM A COLOCAR PORTUGAL NA LISTA DE DESTINOS A ‘EVITAR VIAJAR’

Lusa

ANA DIZ QUE GROUNDFORCE DEVE 769,6 MIL EUROS E AVANÇA COM REVOGAÇÃO DE LICENÇA

Lusa

RYANAIR ANUNCIA CONTRATAÇÃO DE 2.000 PILOTOS NOS PRÓXIMOS TRÊS ANOS

Lusa

TURISMO PORTUGUÊS DEVE VOLTAR A NÚMEROS PRÉ-PANDEMIA EM 2023 – TURISMO DE PORTUGAL

Lusa