RÁDIO REGIONAL
DESTAQUEECONOMIA & FINANÇAS

NOVO BANCO: O HELICÓPTERO DE LUXO DO BANCO RESGATADO PELOS PORTUGUESES

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Numa investigação aos oligarcas russos espalhados pelo mundo, a Rádio Regional teve acesso a documentos que colocam o NovoBanco na rota dos bens de luxo procurados pela Anonymous a legião internacional e descentralizada de hacktivistas.

Promete ser longa, surpreendente e polémica a listagem de bens de luxo que ainda escapam ao crivo das sanções económicas aplicadas ao regime soviético e aos seus cidadãos mais influentes. Nos canais oficiais a Anonymous declara a maior ciberguerra de sempre a Vladimir Putin, tal como a Rádio Regional avançou em primeira mão AQUI.

Algures salta à vista o NovoBanco e outros nomes portugueses conhecidos pelas melhores e piores razões. Para o caso que interessa a esta notícia é no Brasil que o Novo Banco figura como proprietário de um Helicóptero EUROCOPTER DEUTSCHLAND, modelo EC-135P2 fabricado na Alemanha em 2005 e tem a capacidade de sete lugares sentados, entre os quais seis passageiros e um piloto.

Segundo o consórcio Airbus/Eurocopter, fabricante desta aeronave, o preço médio rondará os 3,6 milhões de euros na sua configuração base.

A Autoridade de aviação civil do Brasil, confirma que o Novo Banco é proprietário desta aeronave com matrícula F-GYEC certificada no Brasil com registos documentados em 2011, 2014 e 2019.

Nos vários fóruns temáticos sobre a aviação este helicóptero é apontado como caro mas confortável, robusto e eficiente em linha com o conceituado fabricante Airbus, por isso é o modelo de eleição das polícias e serviços de emergência ou resgate nos países desenvolvidos como a Alemanha e França por exemplo.

Investigado o “histórico” desta aeronave a Rádio Regional descobriu que esteve ao serviço da empresa Grega Copterline (que alegadamente também, opera em Portugal no Aeródromo de Tires) e em 2010 foi adquirido pela SAF Helicopters empresa francesa especializada em transporte VIP.

Depois da França este helicóptero de luxo segue para o Brasil no mesmo ano da falência do BES, agora propriedade do Novo Banco SA estando alegadamente “cedido formalmente” a título de comodato à empresa Brasileira Helibarra Táxi Aéreo que por sua vez é assumidamente parceira de negócios da Heliportugal, empresa que ficou conhecida com o polémico negócio dos Helicópteros russos Kamov alegadamente pagos ao dobro do seu preço pelo Estado Português e cujo negócio foi enviado para a Procuradoria-geral da República e o Tribunal de Contas, concluindo-se que após 200 irregularidades investigadas o interesse público não foi respeitado.

O NovoBanco é um banco português criado a um Domingo dia 4 de agosto de 2014 em consequência da intervenção de emergência do Banco de Portugal para salvar e separar os “ativos bons” dos “ativos maus” do falido Banco Espírito Santo (BES). A intervenção e resgate do BES foi justificado pelos prejuízos históricos de 3577 milhões de euros e foi capitalizado em 4900 milhões de euros pelo Estado.

O NovoBanco encontra-se envolvido em várias suspeitas sob investigação judicial, nomeadamente nos negócios imobiliários em que Luís Filipe Vieira é alegadamente favorecido. Face ao avolumar de suspeitas, o Banco Central Europeu (BCE) investiga idoneidade de António Ramalho, Presidente do NovoBanco

Contactado o Novo Banco S.A. que não respondeu ou não quis responder em tempo útil.

nbsp| RÁDIO REGIONAL
O helicóptero Eurocopter Deutschland do NovoBanco em trabalho de manutenção.

Vítor Fernandes
vitor.fernandes@radioregional.pt

VEJA AINDA:

CIBERATAQUES: UNIÃO EUROPEIA REFORÇA SEGURANÇA DO SETOR FINANCEIRO

Lusa

ANONYMOUS PUBLICAM MILHARES DE DOCUMENTOS SECRETOS DO BANCO CENTRAL DA RÚSSIA

Lusa

EM 35 ANOS OS CARTÕES MULTIBANCO FORAM UTILIZADOS EM 170 MIL MILHÕES DE COMPRAS

Lusa

BPI REDUZIU 144 COLABORADORES E 63 BALCÕES EM 2021

Lusa

AVEIRO: EX-BANCÁRIO JULGADO POR SE APROPRIAR DO DINHEIRO DE CLIENTES DO BANCO

Lusa

PRINCIPAIS BANCOS PASSAM DE PERDAS A LUCROS DE MAIS DE 1.000 ME ATÉ SETEMBRO

Lusa