RÁDIO REGIONAL
NACIONAL

ANTENAS SIRESP NÃO ARDERAM – GOVERNO MENTIU?

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Os incêndios de Pedrógrão Grande ficaram marcados pela polémica (mais uma) que questiona a operacionalidade da Rede de Comunicações SIRESP. De imediato o Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, informou os jornalistas que as antenas do SIRESP também tinham sido vítimas do fogo, que terão ardido, e que foi necessário recorrer a uma unidade móvel.

A Rádio Regional foi investigar, com todos os meios operacionais e técnicos de que dispõe, com ajuda de técnicos especializados e foi saber se afinal as ditas antenas do SIRESP arderam mesmo, ou se porventura a informação prestada pelos membros do governo aos jornalistas é afinal verdadeira ou falsa.

Apurou-se então que entre outras antenas, existem pelo menos 4 antenas SIRESP que cobrem contiguamente Concelhos de Pedrogão grande e Castanheira de Pera. As ditas antenas, regra geral estão instaladas junto de postos de vigia da GNR; e estão localizadas em: Ortiga, Lousã (Santo António da Neve/Coentral e Trevin), Alto do Pião (MEO e Posto de Vigia), e a quarta antena, para espanto, está precisamente instalada nas instalações da GNR de Pedrógão Grande, a 160 metros do Quartel dos Bombeiros também de Pedrogão Grande. Existem ainda mais antenas SIRESP nas redondezas, nomeadamente do Aeródromo de Lousã.

Na imagem seguinte podemos ver a antena SIRESP instalada no Quartel da GNR de Pedrogão Grande e que não ardeu (como aliás não ardeu nenhumas das 4 identificadas):

nbsp| RÁDIO REGIONAL

Ainda dentro da triangulação destas 4 antenas, estão as estradas EN236-1 (a estrada da morte onde morreram 35 pessoas consumidas pelas chamas) e a IC8; como se pode ver no mapa seguinte:

nbsp| RÁDIO REGIONAL
MAPA DE LOCALIZAÇÃO DE ALGUMAS DAS ANTENAS SIRESP. LOCALIZAÇÃO APROXIMADA.

Conforme noticiado pelo Jornal I, numa publicação de hoje, as antenas do SIRESP terão ardido, segundo “informação” prestada pelas autoridades e membros do Governo; porém o que se verificou na realidade é que as antenas em questão não terão ardido, e nem sequer os cabos terão derretido; havendo sim registos de falta de energia, que em estações de ligação causaram a rotura da rede também por falta de gerador de emergência.

Tentamos obter uma reacção do SIRESP, numa tentativa de contacto com a Administração, que se mostrou infrutífero.

MG

Notícia actualizada: 23-06-2017 16:31

NOTÍCIA/VÍDEO RELACIONADA (SIC):

VEJA AINDA:

TRABALHO ILEGAL NÃO DECLARADO PASSARÁ A SER CRIME PUNIDO COM TRÊS ANOS DE PRISÃO

Lusa

GOVERNO IMPÕE TRABALHO PERMANENTE A CONTRATOS COM O ESTADO SUPERIORES A 12 MESES

Lusa

GOVERNO APROVA ESTATUTO DO SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE

Lusa

5G: MODELO DE LEILÃO ‘INVENTADO’ PELA ANACOM É O ‘PIOR POSSÍVEL’ – COSTA

Lusa

SIRESP: PROJETO DE INVESTIGAÇÃO PREVÊ TORNAR AS COMUNICAÇÕES DE EMERGÊNCIA MAIS RESILIENTES

Lusa

OE2022: GOVERNO PROPÕE AUMENTOS SALARIAIS DE 0,9% NA FUNÇÃO PÚBLICA

Lusa